SIC

Manuel Wiborg queria mais de “Laços de Sangue”

O “Vicente” de “Laços de Sangue” já é bem conhecido dos telespectadores da SIC, contudo para o actor Manuel Wiborg a personagem ficou um pouco à quem das suas expectativas. “Foi um papel que ficou a meio”, explicou à Notícias TV.

Ciente de que o seu papel poderia ter sido mais explorado, nomeadamente na área do seu trabalho de designer, o actor sente que faltou alguma exploração deste “Vicente”: “Não explorei a vida de um designer, apenas a enunciei. O que me interessa fazer, e muitas vezes é difícil, é aprofundar o tema, o problema, explorar até ao limite. A personagem que fiz nessa novela não leva a acreditar que exista na realidade. E depois, quando se faz uma novela em nove meses, se a personagem não é muito marcada, se não vai além do dizer ‘bom dia’ e ‘boa tarde’ ao patrão, o que é o assunto dela? É a divisão interior dela se fica com a mulher ou a amante. Ora, isso quando aconteceu eu desapareci da história”.

Apesar deste facto, Manuel Wiborg confessa que foi um prazer ter integrado o elenco desta produção da SIC: “Tive prazer em fazê-lo”.

Em relação a um possível contrato de exclusividade, o actor confessa que não está interessado num, e informa que já lhe apresentaram um ilegal: “Nunca quis. Nunca me propuseram. Já me propuseram um contrato de trabalho, que não era de exclusividade, em que me disseram: ‘Se trabalhares para outro, despeço-te’ “.


 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close