SIC

Mãe de Filipe acusa Diana Piedade de favorecimento por parte do júri

É já neste domingo que se ficará a conhecer o grande vencedor de “Ídolos”. Diana Piedade ou Filipe Pinto, só um deles ganhará o passaporte para Londres.

Apesar de todos os concorrentes dizerem que o ambiente no grupo é muito bom, entre os familiares dos mesmos parece que não existe o mesmo “clima”. A revista “TV 7 Dias” foi esta semana falar com a progenitora de Filipe Pinto, que se queixou de várias situações que a têm chateado.
Começou por acusar Rita Ferro Rodrigues de favorecer Diana Piedade em “Companhia das Manhãs”. Sobre a atitude de Carlos Costa na gala em que este acabou por abandonar o concurso, disse: “O Carlos foi uma vergonha ao dizer para votarem na Diana- e não é o único… Depois, disse que pediu desculpa, mas é mentira. Até fez pena, no final da gala, o meu Filipe lá afastado, sozinho, e os outros dois de mão dada.” Como se não bastassem as criticas a Carlos, Goretti Pinto criticou ainda Diana Piedade: “A Diana nem devia participar, com toda aquela experiência e influências que tem.” Nem a imagem de marca da concorrente de Lagos escapou à mãe de Filipe: “Aquele sinal que ela faz e que diz que, em linguagem gestual, significa amor… na minha terra são cornos”.

Não são só os concorrentes que são alvos de Goretti Pinto. Também o júri é “vítima” de acusações. “O Moura dos Santos começou por dizer que não falava da sobrinha e agora não faz outra coisa. Devia ter mantido a posição. Acho bem que puxe pela Diana, desde que também puxasse pelo Filipe… O que eles dizem tem muita influência e desde há quatro galas que houve uma viragem no comportamento do júri”.

Como não podia deixar de ser, a “TV 7 Dias” também foi ouvir os familiares de Diana Piedade. Teresa Silveira, a sua progenitora, recusou-se a falar sobre o assunto e apenas respondeu à pergunta se Filipe seria uma boa escolha. “Claro que sim! O Filipe fez parte dos 15 finalistas, até é ridículo questionar isso na última gala”. Já Luís Jardim defendeu Carlos Costa e criticou Filipe Pinto: “O Filipe é aquela coisa rockeira muito portuguesa como o Tim, dos Xutos, ou o Nuno Norte. Cantores de voz rouca já temos muitos em Portugal. O Filipe não tem presença nenhuma em palco, é uma coisa estranha, uma cópia de cantores ingleses e americanos”, disse.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close