SIC

«Mãe de Afecto» no «Perdidos e Achados»

PERDIDOS E ACHADOS

Sábado é dia de Perdidos e Achados no Jornal da Noite e esta semana não é exceção.

Gonçalo e Conceição Bénard são exemplo que a família por vezes também se escolhe. Ele nasceu prematuro, cego e deficiente mental, consequência do consumo de heroína dos pais. Da mãe de sangue recebeu a vida e o abandono. Aos sete meses foi entregue a uma instituição depois de ter esgotado as listas de adoção, nacionais e internacionais.

Parecia terrivelmente certo o destino de uma criança deficiente largada ao abandono, não fossem os olhos de Conceição Bernard que viram em Gonçalo o que mais ninguém viu. Ela já tinha dois filhos, adolescentes, ele ganhou uma família entre o amor de estranhos.

 Vinte e dois anos depois, Gonçalo e a mãe, a única que conheceu, são companheiros de vida. Uma história de amor e sobretudo de enorme coragem para ver no Perdidos e Achados desta noite. Um trabalho da jornalista Ana Moreira, com imagem de Manuel Ferreira e edição de João Nunes.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close