SIC

Luís Marques: «A Júlia Pinheiro está no horário mais difícil da televisão»

Luís Marques

Luís Marques

Cansado das polémicas à volta da medição das audiências, o administrador editorial da Impresa teceu duras críticas à TVI. E garante ainda que está satisfeito com o segundo lugar conquistado pela SIC.

Questionado pela TV Guia sobre como vê a saída da RTP e da TVI da Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM), Luís Marques responde: «No caso da TVI revela arrogância e mau perder. Basta acompanhar com detalhe todo o processo para concluir que a TVI estava habituada a não ter oposição dentro da CAEM. Não lida bem com posições contrárias».

Luís Marques comenta ainda um possível estratégia da TVI para esconder alguns maus resultados. «A GFK tem sido o bode expiatório dos erros de programação da TVI, sim. A força da TVI estava na ficção. Desde o ano passado que a TVI tem vindo a ser transformada numa estação de realitys. Colocaram a Casa dos Segredos no acesso ao jornal e na primeira linha do prime time. Com essa decisão deram espaço para o crescimento da ficção da SIC».

Sobre o tema «Júlia Pinheiro» e o insucesso que tem tido nas manhãs, afirma: «Acho que não há nenhum insucesso no sentido definitivo da palavra. Repare: os programas da manhã levam tempo a consolidar. Quando o Manuel Luís Goucha saiu da RTP para a TVI, os resultados também demoraram a aparecer. Primeiro, porque as pessoas penalizam os apresentadores que mudam de estação e, depois, porque a Júlia está no horário mais difícil da televisão portuguesa».

Por fim, fala sobre a saída da TVI e RTP da CAEM. «A atitude da RTP e da TVI de saírem da CAEM não é uma boa decisão para a auto-regulação nem para o mercado. Não pode haver dois sistemas de medição oficiais».

  • Maya Curtis

    é o que eu digo… a tvi só vai acreditar num sistema de audiências que lhes de a liderança e os resultados que as suas novelas tinham há 5 anos atrás!

    • lolipop

      LOL

  • joana costa

    Este não pode admitir que ao contratar a Julia Pinheiro deu um tiro nos pés. Diz ele que a TVI vive de realitys e a Sic só vive com a Globo, logo toca a fazer como a TVI apresentar realitys. Como conseguem dizer mal da TVI quando fazem tudo o que ela faz. Primeiro apostaram nas novelas como a TVI e mesmo assim com a ajuda da Globo e agora toca a tacar nos realitys. Estes é que deviam de estar calados a criticar o que eles proprios andam a começar a fazer-

    • Anonimo

      Ui que a miúda tá agressiva, calma leva com a realidade e logo à noite vai ver mais uma gala do Big Brother que é a única coisa que a medíocre população de Portugal gosta.

    • Jessica Doll

      é a Globo que é brasileira e a Plural que é espanhola… vai tudo dar ao mesmo lol

      • Hugo M.

        A SIC faz parte da SP Televisão e a TVI da Plural
        Mas o que a Joana Costa quis dizer foi que a SIC só consegue a liderança com produtos brasileiros, ou seja, da Globo. E esta informação não é totalmente falsa, porque as únicas que dão lideranda são Dancin Days, Avenida Brasil e Cheias de Charme (às vezes) e dois destes produtos são da Globo, por isso, sim a Joana tem razão. E eu apesar de não gostar da TVI, sei admitir o que é verdade.

        • Jessica Doll

          ‘ás vezes’ não!, Cheias de Charme é líder sempre… só não faz é os números de Fina Estampa com frequência!

          • lolipop

            A Doce Fugitiva ESMAGA a Cheias de Charme!

  • Miguel

    LOL – “Acho que não é nenhum insucesso” … então, não! 11%-15% de share contra 34-35% do “Você na TV”… é só VINTE PONTOS de diferença… não é um flop, nem nada!…

    • lolipop

      Concordo!!!!!!!!!!!!!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close