SIC

Júlia Pinheiro pede tempo para “Querida Júlia”


Há um mês na antena da SIC, o novo programa das manhãs ainda não conseguiu destronar a concorrência e tem feito resultados baixos. Contudo, é a própria apresentadora quem, em entrevista à TV 7 Dias desta semana, pede tempo para o seu novo formato:

“O programa está a crescer e vai muito devagarinho dar os seus passos, sem mudar o rumo. O importante é ser consciente na estratégia definida. Vamos esperar para ver, daqui a um ano. Ainda não estou a ‘partir as perninhas’ aos concorrentes, nem cheguei aos calcanhares. Nesta coisa, vale a pena lembrar o tempo: o Você na TV! demorou três anos a chegar à liderança e teve dois deles desgraçados. A TVI tinha um mau histórico nas manhãs, com programas que não correram bem, e depois nós, então já comigo à mistura, redefinimos tudo. Fomos buscar a Cristina – que era ainda uma bebé de chucha –  e juntámos ali uma série de peças. Foram dois anos em que não acontecia nada. O day-time é habituação, repetição todos os dias. Depois, começa-se por muito pouco, cresce-se e tem de se solidificar. É um caminho de longo curso”, frisou Júlia Pinheiro.

A terminar este assunto, a directora de conteúdos de Carnaxide garanti que o seu Querida Júlia poderá marcar a diferença na dupla… de apresentadoras: “Não tenho uma dupla, mas nada tenho contra elas. Tive uma dupla maravilhosa – eu e o Henrique Garcia – , depois com o Manuel Luís Goucha, com o Pedro Granger… e correu sempre bem. Agora, a Ana Marques vai ter cada vez mais protagonismo. Nada nos diz que não iremos ser a primeira dupla de mulheres. Ela não é apenas uma participação residual: está a desenvolver uma série de segmentos que são novos e está a fazê-lo muito bem, porque ela é uma extraordinária comunicadora”, concluiu.

  • Claro q esta andar d vagar os temas do programa são uma seca completa, em vez de apresentar o programa com a ana marques deveria ser com o claudio ramos aí o programa teria mais glamur e humor, não vejo piada nenhuma na ana marques completamente a desejar…..

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close