SIC

Júlia Pinheiro entusiasmada com “Querida Júlia”

julianunosantos


Na semana em que arrancou com a forte campanha ao seu novo programa nas manhãs de Carnaxide, a apresentadora confessa-se “entusiasmada” e consciente da responsabilidade deste novo projecto, em entrevista à Correio TV.

“Entusiasmo-me sempre quando começo um novo projecto, mas um desta envergadura e deste calibre é algo que não se faz com frequência. Com sorte é uma coisa que se faz de dez em dez anos. Estou muito entusiasmada e, sobretudo, tenho noção de uma enorme responsabilidade. Vamos tentar reequilibrar uma balança que desequilibrou algures no tempo e que é preciso repor. É muito difícil e não vou consegui-lo em pouco tempo, mas isso faz parte da dinâmica da televisão”, começa por dizer, afirmando ainda que há-de chegar à liderança das manhãs.

Ainda sobre Querida Júlia, Júlia Pinheiro explicou o que é que os portugueses poderão esperar do formato: “é um programa do day-time, com todos os elementos normais de um programa dessa natureza. Vai ser, espero, um espaço de reencontro entre os telespectadores e a SIC. O que tem acontecido ao day-time da estação é que tem estado um pouco distante das pessoas e, portanto, estamos a tentar ‘piscar o olho’ àqueles que se foram sentar no sofá da TVI ou da RTP. Estamos a preparar uma aposta que seja forte mas, mais do que isso, contínua e uniforme. Queremos que as pessoas se sintam confortáveis e que, lentamente, sintam que há aqui matéria para se identificarem, para sentirem que há ali alguém que está a tentar dar afectividade e alegria”.

A terminar, a comunicadora justificou ainda a escolha da Endemol para produzir o seu programa: “Tenho uma relação de grande proximidade com a Endemol. Acho que é uma das melhores, se não a melhor, produtora portuguesa. É uma empresa de dimensão internacional. Tem uma dimensão que as pequenas estruturas das produtoras portuguesas não têm. A produção do programa era para ser interna, da SIC, mas estivemos a avaliar e concluímos que valia a pena falar com a Endemol. Eles aceitaram e estou contentíssima, tenho que admitir”



/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close