SIC

Júlia Pinheiro confiante de que é díficil vencer a TVI

Ano após ano a situação mantém-se, sobretudo nos últimos tempos. Com a liderança a escapar-lhe há já alguns anos, a SIC continua a querer voltar ao lugar no qual esteve durante os primeiros anos de vida. E, no ano em que celebra 20 primaveras, o objetivo intensifica-se.

Ainda assim, para os lados de Carnaxide há a consciência de que é difícil concretizar tal ambição, a avaliar pela entrevista dada por Júlia Pinheiro à edição desta semana da revista Nova Gente.

Questionada sobre se o objectivo da SIC é “morder os calcanhares” da TVI, a apresentadora é perentória: “Não, não, é passar-lhes à frente, mas não é fácil, como é óbvio.”, reconhece, acrescentando: “A TVI é um projeto vencedor do qual participei, sei como foi difícil colocá-lo lá, mas agora estou do outro lado da barricada. A coisa mais importante de todas é aos 50 anos ainda ter desafios, ainda ter coisas para fazer. Normalmente naquilo que se chamam as crises de meia idade as pessoas deixaram de ter objetivos, criaram os filhos, já tiveram as suas carreiras ou não. Eu todos os dias tenho metas.”

A terminar o assunto, a cara do Querida Júlia mostrou-se feliz com o atual momento do canal de Carnaxide. “Estou apaixonada, estamos a ter excelentes resultados provenientes daquilo a que a estação se propôs nos últimos anos e eu fiz um bocadinho parte dessa estratégia. Estamos ali a cheirar os calcanhares à TVI, casa que eu muito estimo, como se sabe, mas isto é mercado, é concorrência.”

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close