SIC

Júlia Pinheiro comenta a rubrica de paparazzi de “Querida Júlia”

julia

Ainda nem estreou e muita polémica já tem dado, com Flávio Furtado a acusar a apresentadora de utilizar uma ideia sua no novo programa das manhãs de Carnaxide.

Foi durante a sua “mini-volta a Portugal” que a própria Júlia Pinheiro falou sobre esta rubrica, não entrando, contudo em polémicas: “Nunca tive a menor intenção de fazer os paparazzi. Vamos entrar no universo cor-de-rosa, mas não temos a menor intenção de andar atrás de ninguém, vamos fazer as coisas de maneira mais elegante e divertida, que provoque sorrisos e não constrangimentos. Os paparazzi em Portugal ainda não são uma prática corrente e, quando acontecem, é um bocadinho constrangedor para todos. Isso é para Espanha e para os mercados onde o star system é a sério”, confessou à TV 7 Dias desta semana.

Ainda sobre os conteúdos de Querida Júlia, a apresentadora afirmou que “O que podemos oferecer de diferente é um programa que se alinha em função da actualidade e das histórias, de anónimos ou não”, acrescentando ainda que “Mato as rubricas. Está tudo falecido. Gostava de tocar as pessoas lá em casa”. Outro dado bastante interessante é o facto de Júlia Pinheiro não pretender ter a assistir ao seu programa figurantes, tal como acontece em outros formatos de day-time. A comunicadora quer ter pessoas que queiram, de facto, estar presentes para umas manhãs bastante diferentes daquilo a que estamos habituados.

Mais pormenores só na próxima segunda-feira, quando Querida Júlia estrear!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close