SIC

José Wilker surpreendido com o sucesso da sua personagem em «Gabriela»

No âmbito do Ano de Portugal no Brasil, José Wilker esteve recentemente no nosso país para participar em conferências sobre a ficção brasileira e comentou o sucesso do remake de «Gabriela». Relativamente à sua personagem atual, revela que «O que tentei foi arranjar uma maneira de não soar tão grosseiro. E acho que encontrei. ‘Vou-lhe usar’ tornou-se uma espécie de subtítulo da novela e toda a gente me diz isso na rua.».

O ator, que na primeira versão da trama interpretou Mundinho Falcão, explicou à TV Mais que «O meu primeiro sentimento quando soube que ia fazer ‘Gabriela’ outra vez, foi igual ao que se sente quando se visita um velho amigo. Revive-se um período feliz, sendo que nesta edição sou o oposto. Para mim, foi muito enriquecedor.». Contudo, não esperava que a novela fosse tão bem recebida, tanto no Brasil como em Portugal. «Em 1979, senti na pele o que foi o êxito aqui. Por todos os lados, ‘Gabriela’ estava presente. Pensei que o peso dessa primeira edição ofuscasse o deste remake, mas Jorge Amado é um clássico que merece ser sempre revisitado».

Nesta sua visita a Portugal, José Wilker não teve muito tempo para passear pelas cidades por onde esteve, Lisboa e Coimbra. No entanto, confessou à revista que, em 1989, passou cá uma grande temporada e fez, inclusive, uma peça de teatro com Alexandra Lencastre e Sérgio Godinho.

/* ]]> */