SIC

José Fidalgo explica situação atual das telenovelas em Portugal

De regresso aos ecrãs como protagonista de Rosa Fogo, o exclusivo do canal de Carnaxide falou com a edição desta semana da revista Focus sobre a situação atual das telenovelas no nosso país:

“Faz-se novelas porque se procura um segmento de público e a finalidade é distraí-lo. Hoje, com a crise, há gente de grande nível intelectual eu deixa de poder ir ao teatro ou ao cinema e fica mais tempo em casa a ver televisão”, começa por dizer, acrescentando: “Antes as novelas eram vistas como o futebol, uma mera distração. Mas agora há uma necessidade de tentar chegar mais à realidade, chegar mais aos problemas dos nossos dias. Há um público diferente, mais jovem, que já não acredita em certas coisas. Há muito sangue novo por trás das câmaras e isso nota-se”, admite.

A terminar, José Fidalgo deu como exemplo a cena de Rosa Fogo, em que a personagem de Rogério Samora, José da Maia, coloca vidro na sua, Diogo: “Nessa cena tivemos de trabalhar entre o realismo e a ficção, agradar a quem escreveu aquilo, que queria sangue, e ao realizador, que quis adaptar a situação à realidade. Estamos muito contentes com o que estamos a fazer e o feedback é bom”, finalizou.

  • Marco

    Este é mais um que se julga o maior desde que chegou a essa estação intitulada de culta. Coitado!!!!

    • Hipolito2006

      cresce 1 muda sa fraldas antes sequer de saber o k era novelas ja ele fazia tv

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close