SIC TVI

Gabriela Sobral acusa a TVI de falta de identidade

Quase um ano e meio depois de ter trocado a televisão de Queluz de Baixo pela de Carnaxide, a responsável continua a mostrar-se bastante feliz com a decisão e sem qualquer tipo de arrependimento. A mais recente entrevista ao Correio da Manhã comprova isso mesmo.

“Cada vez mais, quando olho para a ambas as estações e para o que é hoje a TVI e a SIC, tenho a certeza de ter feito a escolha certa. A TVI mudou muito. Mas se olhar para a grelha está igual, é quase filosófico”, afirma a directora de Produção da SIC, acrescentando que “O que mudou radicalmente foi a informação. A informação é um pouco a caracterização de um canal, e olho para aquilo e… parece a RTP, mas não é… O que falta ali na TVI é identidade”, algo que acabou por se refletir nos números da SIC.

“Sem dúvida que ganhámos público. Laços de Sangue conquistou telespectadores das novelas da TVI. edução não ‘vendeu’ bem. Mas isto é tudo uma questão de gestão. Eles tinham três novelas em prime-time e nós tínhamos de ter uma que agarrasse o público”, explica.

A terminar, Gabriela Sobral considerou ainda que a TVI mantém a programação de sempre: “Aquilo é uma herança. Os programadores não mexem na novela, no reality. Não há nada de novo, mas é o que faz sentido ali.”

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close