SIC

Está a chegar à ficção o beijo lésbico

Já foi gravado, já passou bem depressa na televisão e já fez capas na imprensa. Está a chegar o beijo lésbico de “Podia Acabar o Mundo”, protagonizado por Diana Chaves e Ana Guiomar. O tema e a cena em questão prometem gerar polémica; a cena irá para o ar na última semana de Dezembro e promete elevar as audiências.

“Tenho a noção de que se vai fazer História na ficção. Apesar de muita gente já ter assumido publicamente a homossexualidade e começar a tornar-se uma realidade, a nossa mentalidade ainda é um bocadinho fechada”, conta Ana Guiomar ao jornal “Correio da Manhã”.

A actriz, de 20 anos, não ficou assustada ao saber que teria que beijar uma mulher na novela. Quando se representa, “não há sentimento”, logo é “igual beijar um homem ou uma mulher”, diz a actriz.

No estúdio, segundo Ana Guiomar, nada se alterou quando se gravou a cena do beijo lésbico. “Ninguém da equipa foi mandado sair. Foi tudo gravado à primeira e com naturalidade”, sublinha.

No enredo, Ana Guiomar é “Sónia”, uma jovem estudante de Medicina que conhece a médica “Cláudia” (Diana Chaves), num hospital de Londres. “Apaixonamo-nos e assumimos o romance. Ao contrário do meu pai, que me apoia, a minha mãe vai reagir mal ao tomar conhecimento desta relação. Na ficção, os meus pais são católicos e muito conservadores”, conta a actriz. Sobre este trabalho de composição revela que o “maior desafio” foi “o factor da homossexualidade”.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close