Resumos SIC

«Dancin’ Days»: resumo de 6 a 12 de maio

Resumo Dancin' Days

Resumo Dancin' Days

233º Episódio

Mariana não se conforma que a assistente social tenha escrito no seu relatório que ela não reúne condições para cuidar da filha. Vera e Nonô aconselham-na a ligar a Júlia. A mãe tenta acalmá-la e diz que nada está perdido, pois o seu advogado arranjará maneira de contrariar os argumentos de Teresa. Para acalmar Mariana, Júlia combina jantar com ela e une a família, dizendo a Raquel que também não dispensa a sua presença, agira que Mariana tanto precisa delas. Raquel está convencida que Teresa subornou a técnica da segurança social para que esta dissesse mal de Mariana no seu relatório.

Bernardo entra em casa todo sorridente e dá a boa nova a Teresa de que o relatório da assistente social diz que Gui tem mais condições para cuidar de Carolina do tem Mariana. Teresa fica deslumbrada, confiando que tudo se está a compor na sua vida. Comenta com o noivo que Gui não cedeu às pressões de Duarte para desistir da guarda da filha, mas mostra-se apreensiva porque adivinha que Gui deve ter ido tirar satisfações com Cátia.

Gui procura Cátia na loja de doces e trata-a como uma prostituta, revoltado por ela ter exigido dinheiro a Teresa para o tirar da cadeia. Cátia ameaça chamar a segurança mas Gui prossegue com as ofensas, dizendo que só lhe falta Duarte para ter comido todos os homens da família e que sente nojo de estar ao pé dela. Cátia fica a vê-lo ir embora e esforça-se por conter as lágrimas.

Hernâni insiste que Cristóvão tem de melhorar o visual para conquistar Cátia e aconselha-o a comprar um fato ou dois. Miguel aproxima-se a conversar com Sónia que lhe diz que vai ter de pedalar para a compensar dos dias em que esteve com Luísa. Hernâni provoca Miguel e diz que ele tem realmente cara de bicicleta…pasteleira. O vendedor de lingerie devolve as provocações e responde que a inveja é muito feia. Hernâni vai-se embora a resmungar que a sua mulher vale por todas.

Tânia fala com a mãe do seu namoro com Paulo e confessa à mãe que queria estar com ele para sempre, até mesmo casar. Nicole sorri mas avisa que para que esses sonhos se concretizem, tem de estudar primeiro e arranjar um emprego, para depois subir ao altar.

Paulo conversa com Bruno e os dois amigos acabam por se entender, fazendo as pazes. Bruno, assume que se Tânia gosta de Paulo, não há razão para continuar a pensar nela. O momento é interrompido pelo grito de Amélia, que os chama para a mesa. Alberto pergunta à empregada se convidou os vizinhos para jantar, com tanta gritaria. Quando Paulo e Bruno contam que são outra vez amigos, Amélia abraça-os e Alberto implica com ela de novo, dizendo que na sua escola, chumbaria por largar a travessa da comida. Ela replica que, quando lhe der um fanico, jamais largará a terrina da sopa para lhe acudir. Ester põe cobro às provocações mas fica incomodada quando Alberto começa a divagar e a pôr a hipótese de vir a ser sócio de Urbano, que adorou a sua ideia de criar uma escola de empregadas domésticas.

João é o centro das atenções durante o jantar por causa dos dotes culinários que diz possuir. Artur dispõe-se a acompanhá-lo quando voltar a frequentar um curso de cozinha e Raquel fica espantada que ele goste de cozinhar. Mariana elogia a paciência do namorado, que a tem apoiado nesta fase difícil da vida, mas mostra-se apreensiva com o desfecho da audiência, temendo que o tribunal lhe retira a guarda da filha. Júlia encoraja Mariana e diz que ela só tem de defender-se se tentarem manchar a sua imagem de boa mãe e que só precisa de falar com o coração, para as coisas correrem bem.

Duarte não esconde a sua insatisfação pelo facto de Gui manter a decisão de ficar com a guarda de Carolina e acusa a mãe de estar por trás de tudo. Inês lamenta que a relação dele com o irmão esteja tão degradada e Duarte confessa que é por isso que desistiu de ir a tribunal testemunhar a favor de Mariana. Inês disfarça a satisfação por perceber que é menos uma vez que Duarte se cruza com Júlia. No seguimento da conversa, conta que Bruno parece estar melhor e Duarte adivinha que ele, por ser novo, ainda vai desistir da ideia de ir viver para Londres com o pai.

Luísa tenta convencer Isabel a sair com ela, pois sente a falta de Miguel e não quer ir para casa. A amiga não está nessa disposição e percebe as motivações do convite. Isabel ainda não se conforma que Luísa consiga dividir o namorado com Sónia.

Hernâni elogia Cristóvão por ter seguido o seu conselho, comparando dois fatos para agradar a Cátia. O gerente da flor de sal fica obcecado por pedir autorização a Veiga para deixar de usar farda. Hernâni continua empenhado em melhorar a imagem do amigo e sugere-lhe que faça uma depilação definitiva para realçar o físico. Isto para além de lhe assegurar que ficará mais charmoso se adoptar o estilo cinematográfico de Clark Gable.

Sónia conversa com Cátia e não esconde que está desejosa de se reencontrar com Miguel, saudosa de fazer amor com ele e desejosa de mostrar o número de striptease que ensaiou para ele. Cátia revela que se despediu do clube mas que ficou com a porta aberta para voltar, sempre que necessitar. Sónia insinua que ela tem de arranjar novo namorado mas Cátia diz que, dos homens, quer é distancia. Depois da prima sair, Cátia fica a contemplar o cheque que Bernardo lhe entregou, em nome de Teresa.

Mariana e João regressam a casa depois do jantar em casa de Júlia. A rapariga não esconde a sua apreensão com a audiência em tribunal pela posse e guarda de Carolina, mas João não a deixa desamparada e garante que, apesar de não poder estar presente por causa do trabalho, estará sempre a seu lado. Mariana abraça o namorado com grande emoção.

Paulo e Bruno estão de saída para a escola, pressionados por Vera que lhes vai dar boleia. Bruno leva a mochila de ginástica que Paulo 3esqueceu no quarto. Amélia deixa escapar que é muito melhor estarem outra vez amigos do que zangados. Ester mostra-se preocupada com a situação de Áurea, que se arrisca a ficar presa, se não for considerada inimputável pela tentativa de assassínio de Lourenço. Alberto embirra com Amélia, quando a empregada recolhe as chávenas do chá, sem o cuidado de as transportar num tabuleiro.

Mariana chega acompanhada de Raquel a casa de Júlia e Artur, de saída para a revista, deseja-lhe sorte para a audiência no tribunal que vai decidir se continua com a guarda de Carolina. Júlia propõe-se fazer chá, percebendo a apreensão da filha.

Teresa, Bernardo e Gui estão de saída para o tribunal e ela mostra-se muito entusiasmada em garantir a guarda da neta, dizendo que a estabilidade financeira da família pode ser restaurada depois desta audiência, pois garantindo a guarda da neta, garante igualmente a fortuna que ele leva consigo.

Luísa corre a enfiar-se na loja, depois de ouvir Sónia comentar com Cátia que Miguel estava com ganas de a devorar no reencontro amoroso. Cristóvão provoca boa impressão em Cátia quando aparece de fato e gravata no shoping. Ela apenas duvida que a vestimenta lhe permita trabalhar à-vontade. Sónia diz logo que não está para fazer, sozinha, o trabalho pesado da loja. João chega nesse instante e pede um café. Confessa a Sebastião que lamenta não poder estar com Mariana, num dia tão difícil e importante para ela.

Em tribunal, Mariana e Gui estão frente a frente e trocam olhares tensos que deixam antever uma dura batalha pela custódia da filha. A juíza, depois de confirmar que não existe acordo entre os pais da menina, inicia a audiência.

Duarte toma café com Inês e mostra-se desolado por não poder evitar que o irmão cometa mais um erro, ao querer de novo ficar com a guarda da filha, retirando Carolina à mãe. Inês conforta o marido e diz que ele fez o que pôde.

No tribunal, Bernardo joga todas as armas contra Mariana para provar que ela não tem condições para continuar com Carolina a seu cargo. Desde ausências não explicadas, até ao convívio com vários homens e consumo de drogas e álcool, tudo serve como arma de arremesso. No tribunal ouvem-se clamores de surpresa. Mariana não se controla e grita que tudo o que o advogado diz é mentira. O advogado de Mariana tenta acalmá-la. Júlia diz a Raquel que tem vontade de apertar o pescoço a Teresa que esboça um sorriso cínico no seu lugar. Gui mantém uma expressão de frieza e olha a mãe, recebendo dela um sinal de coragem para que se mantenha firme. Mariana chora e grita para Gui que não vai permitir que ele lhe tire a filha. (conclusão)

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close