SIC

Cristina Homem de Mello sente-se mais valorizada na SIC do que na TVI

Dez anos depois da estreia nas novelas do canal de Queluz de Baixo, a atriz acedeu ao convite para abraçar uma nova produção, desta feita em Carnaxide. Satisfeita, em entrevista à Notícias TV diz sentir-se mais valorizada na SIC.

“Por acaso sim. Mas faço questão de que as minhas palavras publicadas incluam o ‘por acaso’. Sinto-me mais valorizada na SIC do que na TVI. Não posso dizer que sinto isso como uma coisa que é óbvia, mas é algo que se vai sentindo aos poucos. Não quero mal-entendidos, nem parecer ingrata, até porque este é ainda o primeiro trabalho que faço para a SP Televisão. Na Plural e na TVI sentia que tinha um lugar e que esse lugar era, de alguma forma, protegido. E isso era algo bom”, explica.

Na opinião de Cristina Homem de Mello o que falhou foi “Por existir na outra estação, TVI, tantos atores exclusivos, tantas divas exclusivas torna-se difícil dar o devido valor e ter espaço para que outro tipo de atores possam crescer e valorizar-se. No caso da SP Televisão e da SIC, julgo que há menos atores exclusivos da minha idade e, portanto, há mais espaço para eu poer crescer”, frisou ainda.