SIC

Crise obriga a cortes nos salários das estrelas SIC

A cada dia que passa novos cortes são aplicados pelo Governo ou por empresas que empregam inúmeros trabalhadores no nosso país. Como empresa privada que é, o grupo Impresa, do qual faz parte a televisão de Carnaxide, não vive indiferente a esta realidade e também já foi obrigada a fazer cortes nos ordenados das suas mais conhecidas estrelas.

Na SIC, todos os funcionários que ganhem mais do que 5 mil euros sofreram um corte de 10% no salário. Aquando da renovação do contrato, Diana Chaves e Cláudia Vieira viram os seus ordenados baixarem substantivamente. A protagonista de Rosa Fogo passou a receber perto de 12 mil euros, ao contrário dos 20 mil que auferia no passado, bem como a apresentadora do Salve-se Quem Puder.

Sobre esta questão, Júlia Pinheiro, que também recebe menos 10% do seu ordenado por mês, é perentória: “Sabemos que temos todos de contribuir para manter a casa a funcionar sã e se, de facto, a redução de salários é importante num determinado patamar, então que sejamos nós os primeiros a contribuir”, explicou a apresentadora e directora de conteúdos do canal de Carnaxide à revista TV Mais desta semana.

  • Daniel Silva 14

    O ordenado das estrelas de televisão é bastante elevado comparado com o cidadão comum que se farta de trabalhar a serio…Com isto n quer dizer que na televisão andam a brincar…mas enfim tem outras regalias que nós n temos…Para além de que eles n ganham só o ordenado da estação..Pois são figuras publicas e sao convidados para fazer publicidades e presenças mt bem pagas como a Julia nos iogurtes..ou a Claudia Vieira com a Worten…Por isso uma redução nos ordenados para eles continuaria a ser um luxo para nós…Bem sei que as pessoas tem tendencia a gastar conforme o que ganham..Mas n tenho pena nenhuma deles, pois mesmo com uma redução e mesmo que seja de 20 mil euros para 12 mil euros, n vai fazer com que estas estrelas morram à fome…antes pelo contrario. Tomara mtos de nós ganhar metade destes valores…

  • Anonimo

    Concordo plenamente

  • José Dias

    A minha opinião  é de que se existem medidas de austeridade têm que ser para todos sem ex cessão de ninguém porque se uns têm dificuldades e outros não então temos que voltar ao tempo do Salazar onde ninguém recebia de ordenado mais do ele, dá-me vontade de dizer volta Salazar estás perdoado  

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close