SIC

Autor de «Dancin’ Days» cauteloso na hora de comentar o sucesso da trama

O sucesso da novela da televisão de Carnaxide continua a dar do que falar. Se Tozé Martinho, autor de Louco Amor, não se coíbe de lançar farpas à trama rival, o responsável pela adaptação do argumento de Dancin’ Days prefere resguardar-se no momento de comentar os resultados.

 

“Durante uma série de anos houve um canal que era preferência ao longo do dia, e não só no prime-time, mas dez anos antes tinha sido a SIC. A programação vai-se fazendo diariamente. Há um lado de habituação do público, mas outro lado em que cada vez mais optamos não só pelo canal, mas pelo programa específico que queremos ver”, admite Pedro Lopes quando convidado pela Correio TV a comentar os valores da telenovela protagonizada por Soraia Chaves, Joana Santos e Joana Ribeiro.

 

Ainda assim, o argumentista está feliz com os resultados obtidos: “Quando iniciamos um projecto, o nosso objectivo é ter o máximo de público possível. Fico muito contente com estes resultados. Estreámos com um desempenho muito bom e indo ao encontro das expectativas do público. E, pelos vistos, não defraudámos os telespectadores. Semana após semana conseguimos conquistar mais público”, explica, justificando o sucesso com os pontos fortes de Dancin’ Days: a história, o elenco, e o ritmo “intenso” da trama cheio de “reviravoltas” e “surpresas” que animam e cativam o público. “É assim que temos agarrado o telespectador”, conclui.

 

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close