SIC

“As melhores novelas estão aqui, na SIC”, acredita Rogério Samora

De regresso aos ecrãs com o José da Maia de Rosa Fogo, naquela que é a sua estreia desde que assinou exclusividade com o canal de Carnaxide, o ator mostrou-se bastante confiante na aposta que a SIC tem feito em termos de ficção.

“Não há diferenças (entre as produções SIC e TVI). As melhores novelas estão aqui, na SIC. A vontade de inovar está aqui. O futuro da ficção passa por este lado, acredite no que lhe digo. E daí o meu instinto, o meu desejo de fechar um ciclo concretizou-se”, começa por dizer Rogério Samora, em entrevista à Notícias TV desta semana, acrescentando: “A SIC tem feito um percurso lento e sem hostilidades, sem guerras e arrogância. As coisas começaram com Podia Acabar o Mundo, Perfeito Coração, Laços de Sangue, Rosa Fogo… Acho que a TV Globo ganha em setores em que temos falhas”, admitiu.

E que falhas são essas? “Temos falhas no setor da escrita e das ideias. Eu acho que o Pedro Lopes é uma excelente descoberta para a ficção em Portugal e a Patrícia Müller tem uma escrita diferente e é boa no que faz. No Brasil, a escrita, as ideias e as equipas funcionam muito bem. Eles tiveram textos brilhantes para adaptar. Eu digo sempre: aproveitem os clássicos! Está lá tudo! É só recriar. Aliás, acho que este século vai ser uma reciclagem de todos os séculos”, explicou.

A terminar, Rogério Samora adiantou ainda que gostaria de trabalhar em produções brasileiras: “Gostava de ir até lá fazer uns workshops, aprender mais, ver como trabalham. Tudo depende do convite. Sei que em Março vou até lá gravar um filme com a realizadora Ana Carolina Teixeira Soares, se estiver vivo”, finalizou, bem disposto.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close