SIC

Andreia Rodrigues sente-se preparada para «Cante se Puder»

Andreia Rodrigues

Andreia Rodrigues

Andreia Rodrigues prepara-se para se estrear no horário nobre de domingo com a estreia do novo programa da SIC, Cante se Puder. A apresentadora do Fama Show e do Gosto Disto! na estação de Carnaxide diz-se preparada para o desafio e garante que o prime time não define o seu empenho. «O que dita o meu empenho não é nem nunca foi o horário no qual estou inserida. Por exemplo, se tivesse a fazer o Gosto Disto num outro horário não iria empenhar-me de forma diferente», garante a apresentadora à Notícias TV, e acrescenta: « Estou sim concentrada em retribuir ao canal a aposta e muito feliz por essa aposta. Estou entusiasmadíssima com o projeto e a preocupação é ir ao encontro das expectativas. O meu empenho, esse, é sempre o mesmo independentemente dos programas em que estou inserida. Entrego-me sempre de corpo e alma àquilo que faço», revelou.

Para a apresentadora de 29 anos, a vitória nas audiências não está garantida mas deixa uma certeza. «Sei que vamos matar as pessoas de tanto rir.  Tenho a certeza de que o público vai divertir-se, que este formato tem grande potencial, desafios hilariantes e que vai agarrar os espectadores. E estamos concentrados, empenhados em fazer um bom programa de televisão que agrade aos mais pequenos, aos adultos. Que seja transversal e que seja também desconcertante», conta a comunicadora.

Questionada se parte em desvantagem por se apresentar com um formato gravado face à estreia em direto do novo programa de Cristina Ferreira na TVI, Dança Com as Estrelas, a apresentadora que fará dupla com César Mourão em Canta se Puderes revela fair-play mas não teme a concorrência. «Antes de mais respeito imenso o trabalho que está do outro lado. Mas acho que a televisão não pode ser feita a olhar para o lado. Nós temos que olhar para aquilo que estamos a fazer», explica. «Este formato já esta criado assim porque o internacional já era gravado e a complexidade dos jogos assim o exige. E o facto de trabalharmos nesta condições permite-nos ter também uma dinâmica enorme», adianta a ex-Miss Portugal que aproveita para deixar um aviso: «Acho que as pessoas assim que começarem a ver o jogo vão ficar presas, até porque acho que em casa vão colocar-se no lugar dos concorrentes. É um bocadinho divertirmo-nos com o medo dos outros.»

Sem comparações com o apresentador da versão americana, Steve-O, de Jackass, conhecido por ser destemido e radical, a apresentadora garante que «o objetivo não é que os apresentadores participem no programa», e acrescenta: «Eu sou radical não pondo em causa a minha segurança nem a de ninguém. Vão poder ver-me  com uma postura mais radical de levar aos desafios que me são propostos momentos mais intensos porque realmente nada me faz assim grande impressão, as baratas, as larvas. Creio que posso criar ali alguns momentos interessantes e mais radicais, nesse sentido», conclui.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close