SIC

André Abrantes ficou «triste» com a expulsão do «Ídolos»

Começou no domingo passado a competição entre os 10 finalistas do «Ídolos». Todos competem para ser «o próximo ‘ídolo’ de Portugal», conquistando uma formação em Londres, um carro e a gravação de um CD, mas só um levará o prémio para casa. E os concorrentes já começaram a sair. André Abrantes foi o primeiro do lote dos finalistas a ser expulso.

«Estou triste por não ter conseguido agradar ao público. Estava à espera de ser pouco votado, mas não de sair», confessou o concorrente, de 22 anos, à revista TV Mais. O jovem acredita que esteve «bem» nesta sua segunda Gala em direto, onde interpretou «Drops of Jupiter» dos Train. Em relação ao futuro, «Vou continuar a estudar Música e a trabalhar com crianças», confessou à mesma publicação.

Em relação ao concorrente que deverá vencer a quinta edição do «Ídolos», André Abrantes não tem dúvidas: «A melhor cantora é a Teresa», concluiu. A jovem, que na Gala passada interpretou «You Give me Something» de James Morrison, teve, segundo Tony Carreira, «a melhor interpretação da noite».

  • -.-

    Se ficasse contente e que admirava… com cada noticia… -.-

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close