SIC

Alcides Vieira: “Nunca tive medo de ninguém”

O director de Informação da SIC concedeu esta semana uma entrevista à TV Guia, tendo desfeito algumas das polémicas que foram alimentadas pela imprensa nos último tempos. Com a chegada de Manuela Moura Guedes a Carnaxide, muitas foram as notícias que davam conta de um mal estar na redacção do terceiro canal, pela eventual conotação que o seu trabalho passasse a ter. Algumas revistas chegaram mesmo a lançar matérias que confirmavam que Alcides Vieira havia recebido algumas críticas por parte dos jornalistas. Apesar deste factor, o director de Informação da SIC responde que essas notícias não passaram de especulações. “Não, não queixaram. É natural que, cada vez que se contrata alguém, as pessoas se interroguem, não necessariamente no sentido negativo”, afirmou à publicação da Cofina.

Apesar das questões sobre o futuro de Manuela Moura Guedes em Carnaxide, o homem-forte de Carnaxide considera normal que os profissionais da casa se interroguem sobre o que irá a mulher de José Eduardo Moniz fazer no terceiro canal. Sem medo de ninguém, Alcides Vieira está um pouco ansioso com o regresso de Moura Guedes aos ecrãs nacionais. Sobre uma eventual apresentação do Jornal da Noite, o profissional da SIC responde que nunca pensou sobre isso: “Ela agora, nesta fase, tem um projecto que não passa pela apresentação do noticiário, ela própria revelou que não tinha interesse, nem pessoas nem profissional, de voltar a fazer aquilo que fez num passado recente e, portanto, para já, isso não se coloca”.

Sabendo que a jornalista e José Sócrates não têm uma boa relação, tendo em conta a guerra judicial que os envolve, Alcides Vieira confessa que não teme que isso venha prejudicar a comparência do primeiro ministro nos estúdios da SIC: “Não temo… Qualquer programa não depende de uma pessoas, depende de uma equipa, de uma ideia, de um formato. Não sei o que se passou na relação entre a TVI e o primeiro-ministro, mas não vejo qualquer razão para um convidar recusar vir à SIC, só porque está cá a Manuela”.

Sem se queixar do orçamento que está planeado para a informação de Carnaxide no ano de 2011, Alcides Vieira acrescenta ainda que não existem perspectivas de audiências para o novo programa de Manuela Moura Guedes: “Não há objectivos. O que queremos é que seja um programa diferente, que tenha uma identidade própria, que seja forte e acrescente valor à SIC. Esse é o objectivo. Se tiver audiências, é porque está a ter esse reconhecimento. Mas nós não trabalhamos só para as audiências. Não as deitamos fora, cativamo-las, mas respeitando sempre a linha editorial, as regras do bom senso e do bom gosto dos programa de informação, onde há regras mais divididas”.

Por fim, o director de Informação da SIC, falou ainda de Miguel Sousa Tavares. Apesar de ter sido suspenso, estão a ser preparadas algumas novidades para o comentador do Jornal da Noite em 2011: “Para as presidenciais, vão haver novidades”.

Tags

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close