Séries

Rentrée americana (audiências)

Tal como acontece no país da saudade, um pouco por todo o mundo é tempo de as estações de televisão se revestirem de novos programas. Em virtude deste facto, a América já deu início ao lançamento das suas megaproduções que muito são cobiçadas a nível global.

“House M.D”, “Being Erica”, “Supernatural”, “Fringe”, “Bones” e “Gossip Girl” são alguns dos produtos cujas novas temporadas já estão a ser transmitidas do outro lado do Atlântico. Resta saber se a força destes programas foi a suficiente para cativar o público bastante exigente e criterioso que é, precisamente, o americano.

House_m.d

A série mais vista em todo o mundo,”House M.D” (conhecida em Portugal pelo nome “Dr. House”), continua a ser a série de excelência do povo americano, sendo que o primeiro episódio da sexta temporada (provavelmente, a última) chegou a ser visto por cerca de 16,5 milhões de pessoas que tinham curiosidade de acompanhar a (nova) vida de “Gregory House” no instituto psiquiátrico onde se encontrava internado e onde novas personagens presentearam os espectadores com outras histórias de vida. O primeiro episódio de “House M.D” teve a duração de uma hora e vinte cinco minutos – algo inédito.

bring_erica

“Being Erica”, a série canadiana que conta a história de “Erica” – uma mulher de trinta anos que tem a oportunidade de voltar atrás no tempo e corrigir os seus erros, no sentido de alcançar uma vida mais feliz – encontra-se já na sua segunda temporada, ainda que a aposta numa segunda temporada tenha sido algo arriscada, visto que, aquando da série de estreia deste referido produto televisivo, os resultados ficaram aquém das expectativas (cerca de 580 mil espectadores). O primeiro episódio da segunda temporada obteve um resultado baixíssimo (menos de 500 mil espectadores), embora esta segunda temporada de “Being Erica” tenha mais mistério e acção. Devido aos baixos resultados, esta temporada deverá ser a última e presenteará os espectadores apenas com 12 episódios. Convém referir que a primeira temporada desta série teve 13 episódios.

supernaturall

A história das vidas de Sam e Dean Winchester, os irmãos mais sui generis da televisão americana, irá terminar na quinta temporada, que já está em exibição. Nesta última temporada, a caça a Lúcifer vai ser a mais penosa das demandas dos dois irmãos pelo mundo do paranormal, até porque Sam corre o risco de ter o seu corpo totalmente invadido pelo mal do Rei dos demónios. O primeiro episódio da quinta temporada de “Supernatural” foi visto por 3,4 milhões de telespectadores, contra os 5 milhões que acompanharam a primeira série e os 3,96 milhões que assistiram ao final da anterior temporada. Perante tais valores, pode dizer-se que a série mais “Sobrenatural” do mundo está a perder força.

fringe

Já “Fringe”, de J.J.Abrams, mentor de “Lost”, já se encontra na sua segunda temporada. No entanto, ao que parece, os telespectadores cansaram-se da história que mistura ficção científica com sentimentos, já que o primeiro episódio da segunda temporada da série em questão obteve o pior resultado de sempre: apenas 4,7 milhões de pessoas acompanharam a estreia da segunda temporada de Fringe. Longe vão os tempos em que a série, cuja protagonista, “Olivia Dunham”é desempenhada pela actriz Anna Torv, era vista por quase 10 milhões de pessoas que tinham aprazimento em acompanhar este produto de ficção.

A série “Bones” continua a ter uma posição privilegiada nas preferências e escolhas dos telespectadores americanos, sendo que o episódio de estreia da quinta temporada colocou a série em questão no segundo lugar dos programas mais vistos à hora em que foi transmitido (20:00 horas). Este programa foi acompanhado por 10,097 milhões de telespectadores.

A terceira série de “Gossip Girl”, uma das séries preferidas dos jovens americanos, foi vista, aquando do primeiro episódio da actual temporada, por 2,3 milhões de espectadores, o que denota uma pequena quebra de visualizações (menos 5 mil espectadores, quando feito o confronto com a segunda temporada desta série).

Por cá, há que aguardar pela chegada destas (e de outras) novas temporadas.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close