Rumo a Oslo

Rumo a Oslo 09.03.2010


Hei alle sammen, olá a todos em norueguês!

Esta semana que passou foi a mais eurovisiva de todas a seguir à semana do Festival Eurovisão da Canção(ESC), porquê? Simples, na semana que passou ficámos a conhecer mais oito escolhas! Além de nós Turquia, Moldávia, Roménia, Ucrânia, Irlanda, Bélgica, Croácia e Rússia escolheram os seus representantes.

Vou começar por falar de nós, Portugal, Filipa Azevedo é a nossa representante que em Oslo vai cantar e espero que também encante com “Há Dias Assim”, com letra de Augusto Madureira jornalista da SIC/SIC Notícias, antes de falar da polémica pós vitória da Filipa, vou falar do trabalho FENOMENAL que a RTP fez este ano, o cenário estava magnífico, a realização estupenda, e a aposta no Festival da Canção(FC) foi enorme, é certo que as audiências não foram as melhores, 19% na primeira semifinal e 20% na segunda semifinal, não é bom dada aposta que fez a RTP, mas também todo o apoio dado pelo Facebook foi notável, ajudando a RTP no seu trabalho e interagindo com os fãs do festival de forma muito próxima, este ano o FC fica a par da final sueca, dinamarquesa norueguesa como as melhores finais nacionais da Europa. Agora em relação ao que se anda a passar desde Sábado à noite, tenho a dizer que é uma falta de respeito em grande escala pela vencedora, andar a pedir que desista só para que seja feita a sua vontade é uma vergonha, pior é mesmo andar pelos sites internacionais a fazer campanha negra contra a Filipa Azevedo, eu compreendo a desilusão e a revolta de muitos eurofãs, mas também têm que compreender que a culpa não é da Filipa, ela é a que menos tem culpa nesta história, quem tem culpa e esta é a única coisa a apontar de negativo é a RTP que escolheu para jurados pessoas sem a mínima noção do que é o ESC e que muito menos tem acompanhado esta caminhada rumo a Oslo, pois se tivessem com atenção, veriam que com tanta balada junto este ano, é muito difícil que a Filipa sobressaia na semifinal. Agora o que está feito, está feito e a Filipa é a nossa representante, temos de a apoiar e não tentar boicotarmo-nos a nós próprios como tem sido feito em vários sites sobre o ESC .

Agora vamos às finais europeias, a BÉLGICA escolheu no Domingo o tema que Tom Dice irá levar a Oslo, o tema “Me And My Guitar” é algo parecido com o estilo do cantor inglês James Morrison, o tema é bom sim, mas é mais uma música calma que dado ao excesso de baladas cada vez mais notório pode sair prejudicada.
{youtube}Wyg96hGaHSg{/youtube}

Na ROMÉNIA, escolheu-se um duo, o segundo nos últimos 3 anos, a canção que irão levar para o Eurofestival é “Playing With Fire”, “Brincando com o fogo” em português, a música não é nada má, mas cada vez tenho mais a certeza que este ano não vai haver Eurovision Song Contest, mas em seu lugar vai haver um spin-off deste, o Eurovision Ballad Contest.
{youtube}M4MBav5O-q8{/youtube}

A MOLDÁVIA contraria a tendência «baladeira» do festival deste ano, este país de leste irá ser representado por Sunstroke Project & Olia Tira que defenderão as cores moldavas com uma música pop dance muito comum nas propostas para o ESC dos países de leste e que fica no ouvido.

{youtube}pAgMDthIoog{/youtube}

A TURQUIA anunciou a música que o grupo MaNga irá apresentar em Oslo, “We could be the same” é o tema escolhido.

[youtube]hzXwngvN8rs[/youtube]

Este ano a UCRÂNIA, país que todos os anos nos tem brindado com temas mexidos e festivaleiros, este ano deixou-se levar pelo vento das baladas, Vasyl Lazarovych irá interpretar “I love You” no próximo festival da Eurovisão.
{youtube}h0gPrm7Bi14{/youtube}

A organizadora do ESC do ano passado e país das Matrioshkas, RÚSSIA também já escolheu representante, o eleito é Peter Nalitch que irá cantar “Lost & Forgotten”, na minha opinião esta canção é muito má e só com a ajudinha das comadres de leste é que passa da semifinal.
{youtube}9lYA7xhDDEY{/youtube}

A CROÁCIA escolheu o grupo

Feminnem

que em 2005 representou a Bósnia & Herzegovina , este grupo irá a Oslo com uma música pop intitulada “Lako Je Sve”, “Tudo é fácil” em português.

{youtube}BgAgCdVm2yE{/youtube}

O país que mais vezes venceu o ESC, a IRLANDA este ano vem com uma das minhas vencedoras preferidas, Niamh Kavanagh, que em 1993 venceu com “In Your Eyes” vai representar representar novamente o seu país com “It’s For You”, uma balada, a juntar às já muitas deste ano, a Irlanda tem muito boas hipóteses de vingar os maus resultados dos últimos anos, já que Niamh é uma diva no seu país e no ESC, e só pela sua voz e pela sua participação a Irlanda já ganhou um bom resultado.
{youtube}p6M2Qg3bDGk{/youtube}

Em ISRAEL, a escolha da canção ainda não foi feita, mas já pode ouvir as canções a concurso aqui: http://www.harelskaat.com/kdam.html.
E por acréscimo veja a actuação do representante israelita deste ano numa actuação com a vencedora do Eurofestival de 1973 Anne-Marie David
{youtube}bOyKzGog23M{/youtube}

Não sei se acompanham as finais nacionais dos países nórdicos, mas por lá é muito comum a sua final nacional ser quase vista como o seu Festival da Eurovisão, principalmente na Suécia, onde o seu Melodifestivalen é um acontecimento ao nível do Mundial de Futebol para nós, capaz de encher mais de 10.000 lugares no Globen Arena, onde habitualmente se realiza a final do Melodifestivalen(Suécia), na Suécia os participantes são na sua generalidade cantores com carreira feita e com peso peso musical no país, também há os novatos claro, mas na Suécia ninguém diz que o Melodifestivalen não serve para nada nem que é um concurso sem qualidade musical, eu acredito que a qualidade musical se faz pelos artistas que nele participam, não por frases feitas e preconceitos acentuados com o passar do tempo como em Portugal acontece, eu compreendo o desinteresse, que advém dos maus resultados no ESC e também pelo desrespeito feito à música portuguesa no Eurofestival, mas se não continuarmos a tentar e a acreditar em nós próprios quem acreditará? Olhem para os países nórdicos, não ganham sempre o festival, mas estão lá sempre com a mesma garra e união todos os anos, acreditam em si mesmos coisa que em Portugal é rara, mas resumindo e concluído os países nórdicos, principalmente a Suécia são um exemplo a seguir não só no festival, mas na política e na população em geral, que tem uma mente bem mais aberta e divertida que a portuguesa por exemplo.

Pode continuar a visitar a tabela com todos os participantes em http://spreadsheets.google.com/ccc?key=0AuhLofLH0ojgdGdaUGNsa3JuWGE4ZjJOQ3BBa00zUEE&hl=en.

Estarei de volta na próxima semana com mais novidades, até lá desejo a todos uma boa semana!

Opp for uke(Até para a semana)

David Ferreira

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close