Rumo a Oslo

Balanço da segunda semifinal

Olá a todos, como sabem ontem foi dia da segunda semifinal do Festival da Canção (FC) e hoje aqui estou eu para analisar o espectáculo de ontem.

A gala começou e muito bem a recordar alguns dos temas mais marcantes do FC, como “Playback”, de Carlos Paião, “Ele e Ela” de Madalena Iglesias entre outros, seguiu-se um dos momentos mais altos da noite a interpretação de Simone de Oliveira do tema que levou a Madrid em 1969 “Desfolhada Portuguesa”, foi muito bem acompanhada por Nuno Feist, de assinalar que o vestido usado pela cantora ontem foi o mesmo que usou em 1969 em Madrid.

No geral das actuações achei melhor que a primeira, se bem que este ano o FC deste ano tem uma qualidade inferior em relação aos anos anteriores, individualmente aquelas que mais gostei de ver foi a Catarina, as Seis po meia dúzia e uma banda, os Terra d’água, que não passaram à final mas não deixam de ter muito mérito.

Tal como fiz na análise da primeira semifinal, classifiquei todas as canções de 0 a 20, para avaliar tive em conta a actuação em palco, a qualidade das músicas, mas a classificação em nada tem influência pelo facto de as canções serem ou não finalistas:

1. Rui Nova – Uma Canção à Cid (O sol e as Estrelas) – 12 pontos

2. Ricardo Martins – Caminheiro de Mim – 7 pontos – 08 pontos

3. Nuno & Fábia – Amar (Vieste Para me Salvar) – 11 pontos

4. David Navarro – Quem É que Será? – 9 pontos

5. Catarina Pereira – Canta Por Mim – 17 pontos

6. Filipe Delgado – Serei Eu – 11 pontos

7. V-Boy – Quando Eu Penso em Ti – 12 pontos

8. Terra D’Água – Amanhã no Mar – 18 pontos

9. Nina Pinto – Meu Coração Não É Meu – 14 pontos

10. Gonçalo Tavares – Rios – 13 pontos

11. Banda Trocopasso – O Mundo de Pernas para o Ar – 14 pontos

12. Seis Po’ Meia Dúzia – Pássaro Saudade – 16 pontos

Apurados da 2ª semifinal para a final:

11. Banda Trocopasso – O mundo de pernas para o ar
02. Ricardo Martins – Caminheiro de mim
12. Seis Po’ Meia Dúzia – Pássaro saudade
05. Catarina Pereira – Canta por mim
10. Gonçalo Tavares – Rios
01. Rui Nova – Uma canção à Cid (O sol e as estrelas)

Tal como aconteceu na primeira semifinal também hoje não compreendi algumas escolhas que foram feitas, neste caso não compreendo como é que o Ricardo Martins e o Rui Nova passaram à final enquanto por exemplo os Terra d’água ficaram pelo caminho.

Gostei do momento da actuação do José Cid, mas e este sim o momento mais alto da noite foi a homenagem muito mais que merecida a Rosa Lobato de Faria, continuo a dizê-lo foi uma grande perda par a cultura portuguesa e nunca é demais recordar a obra dela, porque além de ser vasta é de enorme qualidade, as músicas foram muito bem interpretadas pelas vozes da Teresa Radamanto, Raquel Silva e do Rui Drummond.

FINAL

Para a final de Sábado creio que a batalha para a nossa representação seja entre a Catarina Pereira, a Vanessa e a Filipa Azevedo, isto claro se não houver surpresas como aconteceu nas semifinais. Segundo os websites dedicados à Eurovisão os favoritos da euoropa são a Catarina Pereira e as Seis pó meia dúzia, os eurofãs europeus também chamam a atenção à música da Catarina, que segundo eles é do mesmo estilo a da Soraya o ano passado que representou Espanha e acabou em penúltimo na final.

De qualquer das formas no Sábado ficaremos aconhecer quem irá rumo Oslo defender as cores do nosso país, até Terça onde trarei o rescaldo da nossa final e ainda as canções que serão apresentadas no Sábado.

David Ferreira

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close