Rumo a Oslo

Balanço da 1ª semifinal do Festival da Canção


Olá! Bem-vindo a este especial sobre a primeira semifinal do Festival da Canção, que se realizou ontem no Campo Pequeno.

Destaco em primeiro lugar e obviamente o trabalho da RTP este ano, ninguém lhe pode apontar o dedo em nada. Gostei do início da gala juntando a arte urbana, tema desta primeira semifinal, com os grandes temas de sempre do Festival da Canção. O cenário é muito bom, mas notei que as bancadas do Campo Pequeno estavam algo despida de público, mas acredito que na segunda semifinal e na Final haja uma maior afluência por parte do público.

A qualidade musical desta primeira semifinal é menos que a da segunda, mas nesta semifinal também havia músicas com grande qualidade, umas passaram, outras com ou sem justiça ficaram pelo caminho. Depois de ver todas as actuações devo dizer que me agradou a actuação da Nucha, das Ouro, da Filipa, dos The Agency, da Evelyne e da Vanessa, esta última com uma voz espectacular ainda que a música seja de qualidade inferior às outras duas participações suas no FC, do outro lado achei as actuações e as músicas da Filipa Galvão Teles e do Jorge Guerreiro muito más, sem grande qualidade na actuação e as músicas muito más para estarem na semifinal do Festival da Canção, outra que me desapontou foi a Dennisa, que estava muito nervosa e isso notou-se na voz.

01. “Chuva” – Nucha : 17 pontos

02. “Arco-íris dentro de mim” – Ouro: 16 pontos

03. “Contra tudo e todos” – Claudisabel: 14 pontos

04. “Há dias assim” – Filipa Azevedo: 18 pontos

05. “Ai Lisboa” – Jorge Guerreiro: 8 pontos

06. “Meu mundo de sonhos” – Dennisa: 14 pontos

07. “Fogo lento” – Nuno Pinto: 15 pontos

08. “O amor não sabe” – Filipa Galvão Teles: 7 pontos

09. “É assim que as coisas são” – The Agency: 19 pontos

10. “Cores de um mundo” – Gonçalo Madruga: 15 pontos

11. “A tua voz” – Evelyne: 16 pontos

12. “Alvorada” – Vanessa: 19 pontos

Nesta primeira semifinal passou (por ordem de noemação):

  • “O amor não sabe” – Filipa Galvão Teles
  • “Ai Lisboa” – Jorge Guerreiro
  • “As Coisas São” – The Agency
  • “Fogo Lento” – Nuno Pinto
  • “Há Dias Assim” – Filipa Azevedo
  • “Alvorada” – Vanessa

Com estes resultados tira-se uma conclusão, de que nem sempre a qualidade é devidamente premiada, não sei o que faz a Filipa Teles e o Jorge Guerreiro na final, não percebo porque a actuação de ambos foi péssima, isto para não falar da qualidade das músicas, merecia muito mais a final a Evelyne, as Ouro e a Nucha do que estes dois que referi anteriormente, quanto aos outros 3 finalistas, gostei que a Vanessa, a Filipa Azevedo e os The Agency tenham passado, porque tiveram uma óptima prestação em palco e têm muito bons temas, já o Nuno Pinto para mim foi uma surpresa, mas também merece o lugar na final.

Na final, os temas ficarão com os números ímpares e os da segunda irão ficar com os números pares.

Para terminar queria destacar a grande produção que a RTP fez para o Festival, o cenário óptimo, a realização estupenda, muito melhor que a do último Festival da Eurovisão, e de fazer inveja a muitas finais nacionais europeias! Na apresentação, a Sílvia Alberto esteve muito bem, segura e muito profissional como sempre, gostei de a ver novamente, se bem como disse anteriormente noutras crónicas minhas preferia vê-la com um co-apresentador, mas no geral dou nota nota 20 para a RTP.

Eu estarei de volta na próxima sexta para analisar a segunda semifinal e fazer uma antevisão da final, por isso até sexta!

Comente esta crónica aqui ou no forum do TV Universo, basta para isso clicar aqui http://forum.tvuniverso.com/viewtopic.php?f=99&t=1851&sid=e6c3388906281e3f720098b807f2e5dc

David Ferreira

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close