Rumo a Baku

Rumo a Baku (12)

Rumo a Baku2012

 Bem-vindo ao Rumo a Baku desta semana! As últimas do mundo eurovisivo, quando estamos a menos de dois meses do Euro Festival, em Baku, no Azerbeijão.

Kosovo de fora da UER/EBU

Foi adiada a presença do Kosovo na rede de televisões europeias, a UER/EBU. A televisão pública do Kosovo solicitou a adesão à rede Eurovisão, mas a resposta não foi positiva.

Segundo o ministro dos negócios estrangeiros kosovar, Petrit Selimi, o facto da estação ainda não ter sido reconhecida pela Internacional Telecommunication Union (ITU) condicionou esta mesma adesão e adiou uma hipotética participação do Kosovo no Festival Eurovisão da Canção.

O mesmo ministro garante que a adesão à EBU e consequente participação no Festival da Canção é “muito importante” para o pais que, segundo ele, “está em construção”

Sites de apostas colocam Suécia e Itália entre os favoritos

Com todos os participantes escolhidos, os sites de apostas já revelaram quais são os seus favoritos no ESC2012. No ano passado a canção francesa foi a favorita dos apostadores, mas acabou na 15ª posição. O Azerbaijão só assumiu a liderança nas casas de apostas poucos minutos antes da apresentação de Ell & Nikki na final. Este ano, a Suécia é a grande favorita para vencer a competição. Logo após a sua vitória no Melodifestivalen, Loreen assumiu a liderança no oddschecker.com com uma boa vantagem em relação ao segundo colocado. As senhoras do grupo Buranovskiye Babushki são um fenómeno de popularidade, tendo aparecido nos jornais de vários países além de terem conseguido levar a Rússia para o segundo lugar nas apostas. Em terceiro lugar está a Itália que será representada por Nina Zilli. A cantora não era considerada favorita até substituir a sua balada do Festival di Sanremo, “Per Sempre”, por “L’amore e’ femmina”, um jazz pop que batizou o seu último álbum. Dinamarca, Reino Unido, Sérvia, e Espanha também são considerados como potenciais vencedores.

Televisão irlandesa pretende facturar com emissão do ESC

A RTE está a apostar fortemente nos Jedward na próxima edição do ESC, que acontecerá entre os dias 22 e 26 de maio, em Baku. Caso os irmãos passem à final, a emissora irlandesa pretende ganhar 20 mil euros por minuto durante os intervalos comerciais, valor que será reduzido para 10 mil euros caso o país fique pela semifinal. Ao contrário do que acontece no nosso país, as semifinais e a final do ESC são os programas mais vistos da RTE, tendo ficado em 2011 apenas atrás do “Late Late Toy Show”, sendo que a audiência do certame chegou a ultrapassar 1 milhão de espetadores (cerca de 1 quarto da população do país).

Luís Jardim defende representação portuguesa em inglês

Por cá, Luís Jardim é a mais recente voz que apoia a ideia de uma presença portuguesa no Eurofestival em inglês. O produtor musical defende a máxima “se não os podes vencer, junta-te a eles”, acreditando num maior sucesso português no Euro Festival caso a nossa música fosse cantada em inglês. Luís Jardim vais mais longe e questiona mesmo o porquê de a música representante de Portugal, este ano, – Vida Minha – também não ser cantada em inglês. Segundo ele, “lá vamos nós mais uma vez lá fora apresentar uma música que ninguém percebe”. Estas declarações surgem depois da própria Filipa Sousa, a intérprete do tema, ter mostrado agrado em cantar em Inglês no palco de Baku.

“Rumo a Baku” é feito em parceria com o site ESC Portugal

  • Me

    Isto não devia ser a edição 12? Já há uma 11.

  • Omnisciencia

    Cantar em Inglês? Não sei não… e sim a Suécia é uma das favoritas a vencer, mas uma forte favorita.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close