Peso na Balança

Peso na Balança – O fim

E lá chegou ao fim a segunda temporada de “Peso Pesado”. Foram 3 meses a mudar a vida dos 17 concorrentes, a inspirar as pessoas que acompanharam o programa, a aprender a mudar velhos hábitos por uma vida saudável. E, tal como prometido, a grande final chegou com o fim do ano.

Foi então para o ar, a derradeira emissão do programa, agora em directo, no passado sábado. A Gala Final, que seguiu a linha da final da primeira temporada, apresentou os protagonistas deste programa bem mais magros que o início desta jornada (afinal, era esse o objectivo!). E, a começar a noite que fazia o balanço desta jornada (que, para muitos, ainda terão que continuar), nada melhor que as peças cheias de emoção na linha das que vimos aquando o fim da primeira temporada.

Esta Gala não teve momentos mortos. E, para isso, contribuíram as várias peças que foram sendo exibidas ao longo da Gala, resumindo, assim, os momentos altos do programa. A primeira peça (bem editada, bem sonorizada, carregada de emoção e com uma óptima selecção de imagens), que juntou os antigos concorrentes e os da actual edição, mostrou a vontade destes em mudar de vida, a luta por uma vida saudável, os sacrifícios e as glórias; a segunda, mostrou os treinadores, do seu “pulso firme” ao “ombro amigo”, aqueles que em muito contribuíram para o sucesso dos concorrentes e para a sua luta; a terceira peça mostrou as emoções que estiveram sempre presentes ao longo da competição, que muito marcaram o jogo; a quarta, em jeito animado, mostrou os insectos que habitam na Herdade e que atrapalhavam as gravações; a quinta peça, mostrou o percurso do José, o concorrente que foi forçado a abandonar a competição devido à sua lesão e, como tal, teve que fazer o seu percurso em casa; a sexta, apresentou o Hospital da Boavista (Porto) e os médicos que acompanharam os concorrentes na Herdade e quando tinham que ser hospitalizados, bem como a mudança dos maus hábitos até às conquistas e vitórias; a sétima peça, apresentou os filhos de alguns concorrentes (e, em alguns casos, irmãos ou sobrinhos), aqueles que tiveram de abdicar do pai ou da mãe para que estes pudessem mudar de vida; a oitava mostrou a alimentação, um dos aspectos fundamentais para se lutar contra a obesidade, e o papel fundamental da Fisionomista Teresa Branco e do Chef Nuno; a nova peça, reflectiu os constantes “não consigo” ditos pelos concorrentes, a resistência que estes fazem, até às vitórias contra esses medos; a décima, desvendou o que ainda não se tinha visto, ou seja, o treino que os finalistas tiveram no Algarve, depois de saírem da Herdade; a décima primeira peça mostrou os momentos animados da Bárbara Guimarães durante o programa, a verdadeira revelação deste programa; a décima segunda e última peça mostrou aquele que também é um dos protagonistas deste programa, o temível Comando, aquele que põe os concorrentes à prova e os faz ir mais longe. Foram doze as peças que nos fizeram viajar por estes 3 meses de competição, que nos emocionou e fez rir.

E entre uma e outra peça, foram surgindo e pesando-se os concorrentes desta edição. A mudança começou e ainda há muito caminho pela frente (porque não é em 3 ou 4 meses que uma pessoa começa e termina a sua “transformação”). O Alfredo, que começou com 214,7Kg, está agora com 176,2Kg (perdeu 38,5Kg, ou seja, 17,93% de peso perdido); a Vera, que nunca chegou a entrar na Herdade, começou com 100Kg e agora pesa 82,3Kg (perdeu 17,7Kg, ou seja, 17,70% de peso perdido); seguiu-se a Helena, que começou a competição com 116,7Kg e agora pesa 98,5Kg (perdeu até ao momento 18,2Kg, ou seja, 15,60% de peso perdido); depois pesou-se a Carolina, a primeira concorrente eliminada, que tinha 109Kg no início e agora tem 88,9Kg (perdeu 20,1Kg, ou seja, 18,44% de peso perdido); depois pesou-se o Bruno que pesava 198,6Kg no início e agora pesa 158,7Kg (perdeu 39,9Kg, ou seja, 20,09% de peso perdido); a seguir foi a vez da Andreia se pesar e ela, no início, pesava 123,4Kg e agora pesa 101,1Kg (perdeu 22,3Kg, ou seja, 18,07% de peso perdido); depois pesou-se o Carlos que, no início, pesava 148,7Kg e agora pesa 92,6Kg (perdeu 56,1Kg, ou seja, 37,73% de peso perdido); o João subiu, a seguir, à balança e, no início, pesava 125Kg e agora pesa 82Kg (perdeu 43Kg, ou seja, 34,40% de peso perdido); depois foi a vez do José se pesar e o concorrente que se lesionou tinha, no início, 171,5Kg e agora pesa 106,2Kg (perdeu 65,3Kg, ou seja, 38,08% de peso perdido); a Margarida, que tinha 135,6Kg, agora pesa 95,9Kg (perdeu 39,7Kg, ou seja, 29,28% de peso perdido); seguiu-se a Ana que, no início, pesava 129,1Kg e agora pesa 94,8Kg (perdeu 34,3Kg, ou seja, 26,57% de peso perdido); a Marta subiu à balança e ela que, no início, tinha 115,4Kg, agora tem 78,7Kg (perdeu 36,7Kg, ou seja, 31,80%); por fim, seguiu-se o Diogo (que, não tendo conquistado a vaga de finalista, subiu à balança pelo prémio de 25000€) que no início pesava 157,5Kg e agora pesa 107,4Kg (perdeu 50,1Kg, ou seja, 31,81% de peso perdido). E, aqui, foi o momento do José se consagrar o ‘peso pesado de casa’ e de levar os 25000€; foi uma grande “chapada” em muitos concorrentes (visto que ele se consagrou um dos vencedores da noite e perdeu o peso que perdeu mesmo passando por uma lesão) e, acredito, se não fosse a sua lesão durante a competição, ele teria sido o ‘peso pesado’ desta edição!

Por fim, a fechar a noite em grande, foi a vez de se pesarem os 3 finalistas. O Alexandre, eleito 3º finalista pelo público (que, confesso, era aquele que eu queria que estivesse na final; o verdadeiro sobrevivente, que saiu e entrou da Herdade até que chegou à final!), foi o primeiro a subir à balança e ele, que no início, tinha 144,1Kg, pesa agora 105,7Kg (perdeu 38,4Kg, ou seja, 25,65% de peso perdido); pesou-se, a seguir, a Sara (que ficou em 2º lugar), tendo começado o programa com 109,3Kg e agora pesa 68,2Kg (perdeu 41,1Kg, ou seja, 37,60% de peso perdido); por fim, e a consagrar-se vencedor, subiu à balança o Marco que, quando o programa começou, pesava 143,8Kg e agora pesa 85,2Kg (perdeu 58,6Kg, ou seja, 40,75% de peso perdido).

A encerrar este programa e olhando para a Gala Final, as grandes surpresas foram a Marta (bastante magra e, ao lado da Bárbara Guimarães, ainda melhor dava para ter a noção!), o José, o Carlos, o João, a Sara e o Marco. Estes foram os concorrentes que mais se esforçaram, que mais se destacaram e que estão mais perto do fim do seu objectivo. Incrivelmente bem, ao longo de toda a temporada, esteve Bárbara Guimarães; em nada se lhe pode apontar o dedo, pois sempre cumpriu o que lhe era exigido, teve o registo certo, a pergunta certa, a postura adequada… em suma, revelou-se uma grande apresentadora e, quanto a mim, encaixou melhor que a Júlia Pinheiro!

Num formato onde, desta vez, esteve “cada um por si”, fica já a nostalgia no ar, apesar desta temporada ter chegado ao fim há dois dias! Sem se saber se este formato irá ter uma nova temporada, este é daqueles programas que fazem sentido existir, que mudam realmente a vida das pessoas (para melhor) e que alteram a forma de pensar e estar na vida… e, claro, que nunca deveriam desaparecer (por muito tempo) da televisão!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close