O Protagonista

O Protagonista (“Ídolos”)

Boa noite! Na semana passada foi Cristina Ferreira a personalidade destacada nesta rubrica. O seu brilho cada vez maior enquanto apresentadora, bem como, a vitória do prémio Personalidade Feminina 2011 na categoria de entretenimento da revista Lux, fizeram com que fosse a Protagonista. Assim, o testemunho é passado para um formato já muito conhecido na televisão portuguesa.  Realizou sonhos e mudou a vida de muitos jovens.

O programa Ídolos é, por isso, O Protagonista da semana!

O talent-show estreou em Portugal no ano de 2003. Apresentado por Sílvia Alberto e Pedro Granger, o formato foi um autêntico sucesso, com uma aceitação muito boa por parte do grande público. O primeiro grande vencedor foi Nuno Norte. Após o final da segunda edição, a SIC coloco-o em stand-by e deu prioridade, ao longo de cinco anos, a outros programas.

Em 2010 surgiu então a terceira temporada, com uma roupagem completamente diferente. Esta foi a edição com maior sucesso e com o público mais jovem a liderar na classe das audiências. Filipe Pinto sagrou-se o vencedor de Ídolos 3, agora apresentado pela dupla revelação João Manzarra e Cláudia Vieira. O duo de apresentadores manteve-se para a quarta temporada e viram desta vez Sandra Pereira vencer, sendo esta a primeira mulher a sair vitoriosa num formato como este.

Foi há pouco tempo anunciada uma nova saga de Ídolos. Os apresentadores mantém-se os mesmos, contudo, a grande surpresa surge quando se fala nos jurados. As quatro figuras temidas pelos participantes serão, nesta edição, muito diferentes. O veterano Manuel Moura dos Santos é o único que resiste desde o início do concurso, e a apresentadora Bárbara Guimarães terá, ao que tudo indica, lugar no leque de júris do formato. Também Zé Pedro, um dos membros da banda portuguesa Xutos e Pontapés, regressa ao trabalho, agora em busca do Ídolo de Portugal. Assim, apenas falta descobrir o quarto e último elemento desta equipa que ainda se mantém em segredo.

Muitas propostas estão a ser discutidas e poucos dias faltam para sabermos quem se juntará a Bárbara Guimarães, Manuel Moura dos Santos e Zé Pedro.

Por outro lado, e de acordo com informações recentemente disponibilizadas são já mais de doze mil os inscritos para os castings que vão dar que falar. Os apresentadores mostram-se confiantes no sucesso desta nova temporada, mesmo em tempos de crise. «Estou muito entusiasmada e com muita vontade de regressar. Era uma coisa esperada e desejada» disse Cláudia Vieira ao Correio da Manhã.

Em relação às audiências, a opinião é partilhada e ambos esperam resultados que reflitam o trabalho e dedicação de todos os envolvidos. «Estamos habituados a ter boas audiências. Vamos trabalhar para que tenhamos os melhores resultados» garantiu João Manzarra.

O certo é que o seu sucesso está de certa forma condicionado pela oferta da concorrência. Todos temos conhecimento do forte conteúdo que a TVI tem apresentado aos telespetadores e, desta forma, formatos como o de Ídolos ficam um pouco dependentes de outros programas. Não quero com isto dizer que não acredito nos seus bons resultados. Acho que os portugueses já conhecem o programa e sabem com o que podem contar, todavia, talent-shows como estes vivem, na sua maioria, pela afluência de público jovem e, nesse aspeto, julgo que a SIC está refém dos participantes e da sua influência para com este tipo de telespetadores. Terão eles capacidades e qualidades vocais capazes de atrair os mais novos?

Os castings estão quase aí e a caça ao novo Ídolo quase a começar!

Vai perder?

  • Paulo

    Mas qual é o interesse de um programa visto e revisto em que a maioria das músicas são cantadas em Inglês. O vencedor vai para o desemprego.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close