O Protagonista

O Protagonista do ano (fevereiro)

OProtagonistadoano

Depois de Bárbara Guimarães e o seu Portugal tem Talento, fevereiro foi marcado por duas transferências de peso. Para além delas, o possível regresso de Luciana Abreu à televisão e, mais concretamente, aos ecrãs de Queluz de Baixo, foi noticiado pela imprensa nesse período. De salientar igualmente o “futuro” de Manuel Luís Goucha que, nesse mês, foi comentado pelo próprio. Numa altura em que o “entra e sai” das generalistas passou a ser uma realidade, também o apresentador da TVI se debateu sobre esse assunto.

O décimo oitavo aniversário do canal da Media Capital não foi esquecido pela rubrica dos seus domingos à noite e, também por isso, alguns dos profissionais do mesmo foram destacados. A estreia da quarta edição de Uma Canção Para Ti colou milhares de telespetadores aos ecrãs da TVI no dia em que a estação completou as dezoito primaveras.

Assim sendo, e depois da demissão de Júlio Magalhães do cargo de Diretor de Informação de Queluz de Baixo, José Alberto Carvalho e Judite Sousa abandonaram a RTP1 para trabalharem num canal privado.

São eles os protagonistas do mês de fevereiro!

A 27 de fevereiro deste ano, escrevia eu em mais uma edição de O Protagonista: “A semana que passou foi surpreendente. Comparo-a a um autêntico castelo de cartas, no qual quando ocorre uma falha, tudo se desmorona”. Foi com esta introdução que me referi ao facto de, a partir do momento em que os portugueses ficaram a saber da demissão de Júlio Magalhães do cargo pelo qual dava a cara, rapidamente se conheceu o futuro dos dois antigos jornalistas da estação pública. De partida para a TVI, e para a equipa da direção de Informação, José Alberto Carvalho e Judite Sousa foram vistos como as grandes ferramentas necessárias para colocar os noticiários do canal da Media Capital no topo das audiências.

Feitas as contas, e na atualidade, não foi bem isso que aconteceu. Afinal, a média da audiência da Informação nas generalistas sofreu uma queda significativa. Mesmo assim, os dois pivôs foram apresentados com pompa e circunstância, fugindo desta forma aos constantes juízos e avaliações de que eram vítimas na estação do Estado.

Segundo Judite Sousa, em relação à sua pessoa já pairava nas redações da RTP1 uma certa certeza, uma certa estabilização do seu trabalho, como se fizesse parte de um passado recente do canal. Por outras palavras, uma vez que já era certa nas prateleiras da estação, o reconhecimento das suas peças, da sua performance, acabou por ser reduzido. Esse foi, talvez, o principal motivo que levou a mulher de Fernando Seara a integrar a equipa da TVI.

Assim, e a acompanhar estas duas transferências de peso, ocorreu igualmente o início da quarta temporada de Uma Canção Para Ti. A estreia de Cristina Ferreira em horário nobre aconteceu finalmente no décimo oitavo aniversário da estação de Queluz de Baixo, e a dupla das manhãs de Você na TV!  seguiu um novo rumo.

Afinal, e depois de se terem tornando líderes no horário das manhãs, os dois profissionais voaram mais alto nas noites de domingo, oferecendo à concorrência algumas dores de cabeça. O trabalho de Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha foi, desta forma, reconhecido por milhares de telespetadores, acabando muitos deles por segui-lo até à consagração de Pedro Ferreira enquanto vencedor da quarta temporada de Uma Canção Para Ti.

Em fevereiro, a estação de Queluz de Baixo brilhou mais do que as restantes: a Informação e o entretenimento aliaram-se para dar vida a novas realidades. Você fez parte do grupo de portugueses que não perdeu as grandes mudanças do segundo mês do ano na TVI?

  • Anónimo

    Sim faço!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close