O Melhor & Pior da Semana

O Melhor & Pior da Semana (9 a 15 julho)

Mais uma semana, com sucessos e fracassos nas audiências dos três principais canais generalistas nacionais. A análise, no Melhor & Pior da Semana!

MELHOR DA SEMANA RTP1

Com um Telejornal de José Rodrigues dos Santos bastante sólido ao longo de toda a semana, os produtos que se seguiram ao informativo da RTP1, no horário entre as 21:00 e as 22:00, conduzido conseguiram, também eles, manter essa solidez e alcançar números bastante aceitáveis para aquela faixa horária da estação pública. A entrevista a Durão Barroso, conduzida por Fátima Campos Ferreira, não foi exceção. Taco-a-taco com o programa mais visto do dia, Laços de Sangue, A Entrevista alcançou uns consideráveis 12,3 pontos de rating e destronou Peso Pesado e Remédio Santo em confronto direto. Números que sustentam a ideia de que não se ganha apenas com produtos de entretenimento…

 

PIOR DA SEMANA RTP1

Se às 21:00 tudo corre minimamente bem, o mesmo não se pode dizer do late-night, ou seja, o horário pós 23:00. Produtos como A Sagrada Família, Corredor do Poder ou as inúmeras repetições de o Último a Sair são autênticos flops na grelha do canal 1 e, como empecilhos audimétricos que são, tornam-se numa autêntica dor de cabeça para Luís Andrade ao prejudicar bastante a média diária da RTP1.

O destaque mais para este lote de flops vai para o falso reality-show de Bruno Nogueira. Na sua reta final, o Último a Sair continua a não descolar em termos de resultados, fruto em grande parte das sucessivas repetições de que já foi alvo. Nem sempre ideias geniais se refletem em grandes sucessos!

 

MELHOR DA SEMANA SIC

Independentemente das constantes trocas de posição nos produtos concorrentes em horário nobre, um dos produtos diários da estação de Carnaxide que, praticamente, nunca falha, é mesmo a nova Alma Gémea. Alavancada por um miraculoso Primeiro Jornal que ressuscita os fúnebres números da manhã de Júlia Pinheiro, a reposição da trama foi uma aposta segura da SIC no último inverno e que, ao longo deste tempo, foi dando frutos. Alma Gémea está sempre na casa dos 30 pontos de share e, curiosamente, é dos produtos mais seguros da SIC na sua grelha de day-time. Cada vez mais a novela da “hora do almoço” é uma aposta segura por parte das generalistas, e apenas falta a TVI perceber isso também e deixar que a sua Tarde É Sua pene neste horário, tarde após tarde.

 

PIOR DA SEMANA SIC

Quando eu falo em números fúnebres falos mesmo de resultados vergonhosos para qualquer produto que mereceu toda a promoção e pompa quando se estreou. Obter nos últimos três dias desta semana shares na ordem dos 16, 14,5 e 14,7 pontos, respetivamente, é mau demais para um talk-show que ocupa cerca de três horas da grelha diária. Não podemos ter dúvidas nenhumas: Querida Júlia é um autêntico flop e um dos maiores fracassos do passado recente da SIC, tendo em conta toda a expectativa que se formou em torno dele.

No fundo, uma espécie de deja-vu do que acontecia há cerca de sete anos, quando Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira se estreavam nas manhãs enquanto dupla. Mas com uma pequena diferença: enquanto o Você na TV sempre teve presente a fórmula que agora faz dele um sucesso, o mesmo está longe de acontecer no Querida Júlia, um programa que meia dúzia de meses depois de se ter estreado já mudou em muito o seu próprio conteúdo, ainda em busca de um rumo minimamente seguro.

 

MELHOR DA SEMANA TVI

Independentemente das polémicas e do conteúdo duvidoso, a emissão especial em torno da festa dos tabuleiros da cidade de Tomar foi um autêntico sucesso na tarde de domingo da TVI. Uma quota de mercado média na ordem dos 32,8 pontos que segurou o dia à TVI e lhe garantiu a liderança.

Ainda na passada sexta-feira critiquei este tipo de iniciativa por parte da estação de Queluz de Baixo, mas não sejamos hipócritas: se há um produto que salve as tardes de domingo, já por si problemáticas para a TVI, então que se aposte massivamente nesse mesmo produto. E parece que Fragoso e a sua equipa, agora na nova casa, também já perceberam isso…

 

PIOR DA SEMANA TVI

Há uma semana atrás destaquei este mesmo produto como o mais fraco da TVI, mas, uma semana depois, vejo-me obrigado a voltar a destacá-lo pelas piores razões. Se no último domingo, acreditava que os maus resultados também se deviam ao fraco pivô, Pedro Pinto, esta semana tenho que dar a mão à palmatória. Nem com José Carlos Castro na condução o Jornal da Uma se manteve mais consistente e com resultados seguros. Na última sexta-feira, por exemplo, e por arrasto de uma manhã medonha para as generalistas, o informativo da TVI obteve uns modestos 18 pontos de share, caindo para terceiro no horário, quando antes, Cristina Ferreira garantia o primeiro lugar.

 

Quando eu falo em números fúnebres falos mesmo de resultados vergonhosos para qualquer produto que mereceu toda a promoção e pompa quando se estreou. Obter nos últimos três dias desta semana shares na ordem dos 16, 14,5 e 14,7 pontos, respetivamente, é mau demais para um talk-show que ocupa cerca de três horas da grelha diária. Não podemos ter dúvidas nenhumas: Querida Júlia é um autêntico flop e um dos maiores do passado recente da SIC, tendo em conta toda a expetativa que se vinha a formar em torno dele.

No fundo, uma espécie de deja-vu do que acontecia há cerca de sete anos, quando Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira se estreavam nas manhãs enquanto dupla. Mas com uma pequena diferença. Enquanto o Você na TV sempre teve presente a fórmula que agora faz dele um sucesso, o mesmo está longe de acontecer no Querida Júlia, um programa que meia dúzia de meses depois de se ter estreado já mudou em muito o seu próprio conteúdo, ainda em busca de um rumo minimamente seguro.

  • TVIBlog

    O ‘Jornal da Uma’ só na sexta-feira é que esteve mal, durante os restantes dias esteve acima dos 500 e 600 mil espectadores, mordendo os calcanhares à RTP1.

    Segunda: 6.2% / 26.3%
    Terça: 6.7% / 29.4%
    Quarta: 6.5% / 28.7%
    Quinta: 5.0% / 23.5%
    Sexta: 3.7% / 18.0%

    Só na sexta é que esteve fraco, e dizem que não são resultados seguros e consistentes ?. Não concordo, mas pronto são maneiras diferentes de ver números. Respeito 😉

    Bom trabalho!

  • TVIBlog

    O ‘Jornal da Uma’ só na sexta-feira é que esteve mal, durante os restantes dias esteve acima dos 500 e 600 mil espectadores, mordendo os calcanhares à RTP1.

    Segunda: 6.2% / 26.3%
    Terça: 6.7% / 29.4%
    Quarta: 6.5% / 28.7%
    Quinta: 5.0% / 23.5%
    Sexta: 3.7% / 18.0%

    Só na sexta é que esteve fraco, e dizem que não são resultados seguros e consistentes ?. Não concordo, mas pronto são maneiras diferentes de ver números. Respeito 😉

    Bom trabalho!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close