O Melhor & Pior da Semana

O Melhor & Pior da Semana (28 de julho a 3 de agosto)

Melhor & Pior da Semana

Melhor & Pior da Semana

O mês de menor consumo televisivo começa agora e O Melhor & Pior da Semana está de regresso para mais uma semana de análise aos destaques positivos e negativos de cada generalista. Seja bem-vindo.

MELHOR DA SEMANA RTP1

Telejornal

Para muitos a estação pública é sinónimo de informação de qualidade e os resultados audimétricos desta semana não deixam grandes dúvidas, pelo menos em horário nobre. O Telejornal foi quase todos os dias o programa mais visto da RTP1, tendo na segunda feira registado um rating de 7,3% e um share de 17,7%, o que corresponde cerca de 694 mil espectadores. Julgo que este é o símbolo de uma informação que define um canal.

PIOR DA SEMANA RTP1

bom dia portugal

Se por um lado a informação de horário nobre da RTP1 cativa os portugueses, ou é o programa que permite à estação pública equilibrar a sua média diárias, o Bom Dia Portugal nem tanto. De facto, o boletim de informação das manhãs acabou por registar uma audiência baixa, nomeadamente na quarta feira, com um rating de 1,1% e um share de 18,6%, o que corresponde a pouco mais de cem mil espectadores. É certo que isto não invalida que a estação pública seja uma referência a nível da informação, é pena é que por vezes não chegue a muitos portugueses.

MELHOR DA SEMANA SIC

cante se puder

Foi no passado domingo que estreou na SIC o seu novo formato de domingo à noite e revelou-se como uma surpresa para alguns pois esteve praticamente empatado com o Dança com as Estrelas. Cante… Se Puder! conseguiu na sua estreia um rating de 15,9% e um share de 33,1%, o que quer dizer que mais de um milhão e 500 mil portugueses acompanharam o formato conduzido por Andreia Rodrigues e César Mourão. Este foi realmente um resultado que revela o poderio da dupla de apresentadores e deste tipo de formato alternativo. Estou convencida que se fosse em direto talvez tivesse ganho a noite.

PIOR DA SEMANA SIC

sextas-magicas

Há pouco a dizer quanto ao formato conduzido por Júlia Pinheiro às sextas feiras, particularmente acerca da forma como não tem cativado nem resultado em termos de audiências. Esta sexta feira o Querida Júlia: Sextas Mágicas não foi além de um rating de 2,1% e um share de 12,5%, o que corresponde a menos de 200 mil espectadores. Será que não valia mais a pena estar a apostar num outro formato? Bem, é certo que rende com os telefonemas, mas desde as manhãs não é possível «sonhar» com uma liderança na televisão portuguesa.

MELHOR DA SEMANA TVI

danca com as estrelas

Domingo foi um dia de surpresas, se na SIC estreou um formato forte, na TVI o mesmo sucedeu. Foi a estreia de Dança com as Estrelas e Cristina Ferreira a solo no horário nobre da TVI, e apesar da concorrência, o formato de Queluz de Baixo conseguiu um rating de 16,1% e um share de 38,5%, tendo cativado cerca de um milhão e 530 mil portugueses. É caso para dizer que foi uma aposta ganha para o canal e para Cristina Ferreira, que a confirmou como a principal cara da TVI.

PIOR DA SEMANA TVI

Já são muitas as figuras públicas que confirmaram a sua presença em OK KO

Apesar de ter sido o nosso destaque negativo na passada semana, não se pode deixar de mencionar novamente o fracasso que tem sido OK KO. É subjetivo, já que é visto por uma média de um milhão de portugueses, mas considerando a concorrência e o público alvo da TVI, não foi bem sucedida. Na sexta feira o formato apresentado por Vera Fernandes e João Paulo Rodrigues registou um rating de 10,6% e um share de 24,7%, sendo portanto visto por cerca de um milhão de espectadores. É uma aposta perdida.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close