O Melhor & Pior da Semana

O Melhor & Pior da Semana (27 agosto a 2 setembro)


Esta semana foi notório que o público regressou finalmente a casa. O consumo subiu, o Cabo desceu significativamente e todas as condições se reuniram para mais uma reentre que, apesar de ser substancialmente diferente das anteriores, promete oferecer de novo às generalistas algum protagonismo roubado ao longo do verão pela televisão paga.

 

MELHOR DA SEMANA RTP1

Terminou esta semana a quarta temporada do programa itinerante de verão da RTP1. E que balanço fazer de mais uma edição do Verão Total? A edição deste ano foi de longe, a mais fraca desde a estreia do programa, em 2008. Com a dupla Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira no seu auge nas manhãs da TVI, o programa de verão da RTP1 acabou por seguir as pisadas da Praça da Alegria e Portugal no Coração, não conseguindo liderar o horário matinal e vespertino durante grande parte deste verão, algo impensável nas anteriores edições onde as caras da RTP obtinham excelentes resultados e lideravam confortavelmente contra a SIC e TVI.

Mas a verdade, é que a reta final do mês de agosto trouxe boas notícias ao Verão Total. Com Manuel Luís Goucha sozinho no Você na TV, o programa da RTP1 conseguiu recuperar e ainda nesta última semana venceu praticamente todos os dias. Um comportamento em crescendo que terminou em grande nesta semana que agora termina e que praticamente garante mais uma edição deste programa já no próximo ano.

 

PIOR DA SEMANA RTP1

Enquanto Ribeirão do Tempo ainda dá luta à hegemonia de Alma Gémea no horário de hora do almoço, Revelação, a segunda novela emitida pela RTP diariamente à hora de almoço perde sistematicamente para a reposição da SIC e nem o desastre em que se tem tornado Ilha dos Amores facilita a vida a Revelação que continua a mostrar-se um produto fraco, pouco competitivo e, de longe, uma das piores produções da ficção brasileira.

Esta semana, Revelação continuou neste registo e prejudicou os resultados das edições da tarde de Verão Total que, ao contrário das manhãs, continuaram a perder para a concorrência e a arrastar a média diária da RTP para bem perto dos 20 pontos percentuais.

 

MELHOR DA SEMANA SIC

Há uma semana, considerei-o como o pior da grelha da SIC mas esta semana passou instantaneamente para o melhor da estação de Carnaxide. Não, nada de relevante mudou nas tardes das generalistas. Mas esta semana, o Boa Tarde ofereceu-nos duas grandes surpresas. Na segunda e na terça-feira ascendeu e superou a barreira dos 3 pontos de audiência média, liderando entre as generalistas.

Apesar de nos dias seguintes a queda ter sido, novamente, em flecha, estas não deixam de ser ótimas notícias em vésperas do primeiro aniversário do programa. E apesar também dos resultados continuarem inconstantes, este é mais um sinal de que neste tipo de programas a aderência do público só acontece a médio prazo e, apesar das modificações gráficas e de conteúdo terem sido feitas já em março, só agora é que o programa de Conceição Lino consegue dar sinais de competitividade.

 

PIOR DA SEMANA SIC

Não Há Crise continua a afundar o horário nobre da SIC. Depois de Peso Pesado, este foi, para os responsáveis de Carnaxide, o substituto possível dos diários do reality-show mas que acabou por se tornar num enorme embaraço no principal horário da estação de Carnaxide.

Os apanhados introduzidos por Nuno Graciano, continuam a minar o serão da SIC, chegando mesmo a ser ultrapassados pelo Quem Quer Ser Milionário de Malato e permitindo que Remédio Santo cresça cada vez mais. Resultado: afundam-se sempre abaixo dos 20 pontos de quota de mercado e dificultam a vida de Laços de Sangue.

E o pior é que este autêntico pesadelo apenas acaba em setembro!

 

MELHOR DA SEMANA TVI

O aumento de consumo, agonizado esta semana, ofereceu à TVI uma maior supremacia no all-day. As manhãs e os finais de tarde ficaram mais fortes nestes últimos dias e no horário nobre as coisas também ficaram cada vez melhor. A chegada do tempo mais frio fez com que o hábito da telenovela da noite voltasse ao quotidiano dos espetadores, regressados de férias, e a grande favorita pela maioria do público lá de casa foi mesmo Remédio Santo.

A novela rodada em Viseu consolidou esta semana a sua liderança com número dignos dos tempos em que o Cabo não tinha metade do peso que tem atualmente Remédio Santo liderou todos os dias com ratings que chegaram mesmo a ultrapassar os 14 pontos e que ofereceram à TVI uma quota de mercado sempre acima dos 35%.

Mais uma vez, setembro vem reforçar a ficção da TVI mas ficamos à espera do que acontecerá com a chegada dos diários de Secret Story, pois há um ano atrás acabaram por fazer baixar os excelentes números que Espírito Indomável obtinha nas mesmas condições que Remédio Santo obtem atualmente.


PIOR DA SEMANA TVI

A última semana de Sedução apenas reforçou o desastre em que esta novela se tornou ao longo deste ano de emissão. Nem o facto de estar nos últimos episódios ou a acentuada subida de consumo que, tal como já referi, beneficiou bastante as restantes novelas de horário nobre da TVI, Remédio Santo e Anjo Meu, Sedução não conseguiu melhorar a sua performance mantendo-se na casa dos 6 pontos de audiência média com shares bastante modestos para a faixa horária em que esta trama foi emitida até aqui, a partir da meia-noite.

Finalmente, e felizmente para os responsáveis da TVI, esta foi a última semana de sacrifício e espera-se que sem Sedução a próxima semana seja muito mais risonha para o horário nobre da TVI.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close