Like E Dislike

Like & Dislike (6 abril)

LIKE – A programação imaculada

Independentemente da eficácia, a RTP parece querer continuar a ser o palco das tradições religiosas abrangendo o seu público mais idoso e, porque não, mais conservador. Nesta tarde de sexta-feira santa a receita manteve-se, também ela, imaculada e imutável. Portugal no Coração e Portugal em Direto abriram-se a emissões especiais. Tal como o nome indica, é a tentativa de transmitir Portugal no pequeno ecrã e mostrar tudo o que acontece por esta altura, numa vertente mais cultural e religiosa. Do coração e em direto – a intenção da televisão pública é essa, e isso é que interessa.

DISLIKE – O comentador crucificado

Vergonha reflexa. É o que se sente ao recordar o momento que João Gobern foi “apanhado” a festejar o golo que deu a vitória do Benfica, no jogo contra o Sporting de Braga, no passado fim de semana. Vergonha reflexa essa que se perpetuou depois da decisão intransigente de Nuno Santos em despedir o habitual comentador de desporto da RTP.

Apenas pergunto: seria necessário? Num mundo onde a irracionalidade humana atinge o seu expoente máximo, como é este mundo do futebol, qual é o problema de um dos comentadores festejar a vitória do seu clube, sem qualquer propósito de o ter feito “no ar”? Quando noutros programas, os mais variados comentadores não escondem as suas motivações políticas, ou até mesmo dentro do futebol, se fazem debates com “embaixadores” de cada um dos clubes, porquê não seguir a mesma filosofia neste caso e poupar o pobre comentador da RTP? Irracionalidades…

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close