Like E Dislike Rubricas

Like & Dislike (15 março)

Like e Dislike 2012

Like e Dislike 2012

A televisão faz-se de escolhas, umas positivas, outras negativas. E é com esse intuito que, semana após semana, o Like & Dislike pede a sua leitura. Após termos pausado a crónica na última sexta-feira, chega o momento de analisar o melhor e o pior da semana que se prepara para despedir. Bem-vindo(a)!

logo_big_brother_criadesign[1]

LIKE – Programas de sucesso estão de regresso com a «benção» da SIC e TVI

Não há dúvidas que a televisão portuguesa recebeu, a meu ver, duas ótimas notícias no decorrer desta semana. A casar com as estreias próximas de Música Maestro (na RTP) e Portal do Tempo e A Verdade de Cada Um (ambos na TVI), a estação de Carnaxide anunciou o regresso da mítica série Rex, o Cão Polícia, com novos episódios, enquanto que a de Queluz de Baixo agarrou a atenção dos espectadores com a estreia, agendada para abril, de Big Brother. Defendo que as seleções das respetivas direções foram inteligentes na medida em que 2013 se distingue como sendo um ano de difíceis apostas e que, por isso, a exibição de formatos que a população portuguesa já se habituou é de inteligência extrema. Big Brother, o primeiro reality show produzido e emitido em Portugal e que revolucionou a televisão e a mentalidade da faixa demográfica da nossa nação, permite o retorno de Teresa Guilherme à antena da TVI nas suas «sete quintas» e com um ambiente que, sem segredos, promete surpreender os portugueses na sua quinta edição. Como amante que sou de programas que conjugam distintas formas de viver (leia-se reality shows), a minha atenção no quinto Big Brother é garantida. De ressalvar o facto de, em plena primavera, um programa como estes fazer parte do leque de apostas da TVI (que entendeu que A Tua Cara Não Me É Estranha já se tornou num programa gasto e cansativo para o público). É sinónimo de que, apesar da instabilidade económica vivida em Portugal, a TVI não descansa em dar luta à sua concorrência.

DISLIKE – SIC tem novo dilema e chama-se… Maria Helena Martins
Maria Helena Martins

Maya desfez-se das suas cartas no programa da SIC e atenta-se exclusivamente no novo canal por cabo, a CM TV. Luís Marques e companhia não se quiseram despedir do programa de tarô e, no lugar da tia Maya, colocaram Maria Helena Martins, experiente taróloga nacional, com participações regulares em programas de televisão como Olá Portugal, apresentado por Manuel Luís Goucha na TVI. Na verdade, a escolha não podia originar maior problema para a SIC. Maria Helena não tem o à vontade com as câmaras e o dom de comunicar, só, na televisão. A apresentadora de A Vida nas Cartas – O Dilema revelou-se uma péssima hipótese e os resultados estão à vista – Maria Helena Martins não convence e não supera os resultados obtidos por Maya. Acredito veemente que o programa de tarô não permanecerá por muito tempo na grelha, até porque a questão monetária não pode nem deve ser o topo das prioridades do canal da Impresa. Estreada há dias num programa só seu, Maria Helena não convenceu nas minhas escolhas, nem nas dos portugueses…

Prometo regressar a esta crónica dentro de sete dias, aguardando, como sempre, a sua especial atenção.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close