Ídolos

Diário de um Ídolo – Solange Hilário resiste!


Boa noite. Seja bem-vindo ao Diário de um Ídolo. Aos domingos, logo após a gala do talent-show da SIC, já sabe que é aqui, no TV Universo, que vai encontrar a análise detalhada às prestações dos concorrentes, do júri e dos apresentadores!

Comecemos pelas actuações dos 5 concorrentes ainda em competição:

Filipe Pinto – As suas actuações são sempre boas, mas achei que a primeira música, ficava melhor com o sotaque brasileiro. Gostei da interacção com as bailarinas. Achei a sua segunda actuação muito superior à primeira. É verdade que era um estilo no qual está mais confortável, mas não se lhe pode tirar mérito por isso.

Solange Hilário – O primeiro tema foi bem escolhido. “Fame” é uma das músicas que neste momento mais toca nas rádios, e de certeza que esta concorrente teve isso em conta. Ainda sobre a sua primeira actuação, esteve bem, mas não se destacou. Relativamente à segunda, mais uma vez teve energia para levar o seu tema avante. Gostei da presença, e teve nota positiva.

Achei a sua “salvação” desnecessária, apesar de ter achado a sua prestação superior à da Inês.

Inês Laranjeira – Achei a sua primeira actuação boa. Foi original no tema, sendo que demonstrou que afinal ainda está “viva”, coisa que nas últimas galas desconfiava. Esteve de parabéns. Sobre a sua segunda actuação, foi bastante musical. Mesmo assim, gostei muito mais do tema em português. Tive pena das críticas que lhe foram feitas, pois agradou-me ouvi-la.

Carlos Costa – A sua partipação neste concurso está coberta de pequenas “polémicas”, mas há uma coisa que sei, e da qual não tenho qualquer tipo de dúvida: o Carlos merece estar aqui. Gostei da sua primeira actuação, onde mais uma vez pudemos ver o seu lado mais calmo. Sobre o segundo tema, gostei muito, mas muito mesmo. Se o objectivo do Ídolos é encontrar um Ídolo pop, então o Carlos é um potencial vencedor do concurso. Só achei que em “Umbrella” se podia ter mexido mais.

Diana Piedade – Grande presença, grande actuação. A Diana sabe que precisa de se destacar entre os outros concorrentes, e é o que ela tem vindo a fazer nas últimas galas. Primeiro tema muito bom mesmo. Na sua segunda prestação, notou-se uma vertente totalmente oposta daquela que ela tinha mostrado na primeira canção. A Diana esteve de parabéns.

Quanto à prestação de João Manzarra e Cláudia Vieira, achei-os mais à vontade. Gostei da brincadeira do ex-apresentador de Curto Circuito, relatimente aos bolsos. Fez-me soltar umas boas gargalhadas, pois é um facto que nós quando estamos nervosos, ou menos à vontade, temos tendência para colocar as mãos nas “algibeiras”. Acho que foi a melhor gala dos dois apresentadores.

Relativamente à prestação do júri, gostei das avaliações de Pedro Boucherie, apesar de achar que o que ele pretende com elas é ser “polémico”. Laurent Filipe mais uma vez demonstrou a sua serenidade nas palavras que dá aos concorrentes. Consegue avaliar sem “ofender”. Manuel Moura dos Santos foi mais comedido nas palavras. Roberta Medina não surpreendeu, só mesmo na beleza.

Aqui fica a minha avaliação dos 5 concorrentes, de 0 a 10:

Na minha opinião, a melhor da noite foi a Diana Piedade, a quem atríbuo a nota máxima – 10. Segue-se o Filipe Pinto e o Carlos Costa, com 9. À Solange Hilário dou 8, e à Inês Laranjeira 6 (tendo também em conta a avaliação do júri).

Para aceder ao fórum clique aqui.

Fonte das fotografias:Fanpop e Morangos Online

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close