Frente de Destaques

Sem Medos

Frente de Destaques

Primeira semana de Novembro, a imprensa não “falha” e continua a dar destaque aos mais diversos temas da nossa televisão. Se Diogo Morgado se prepara para renovar o seu contrato de exclusividade com a SIC, António Barreira quer que Laços de Sangue traga para Portugal o Emmy Internacional, mas teme que tal não aconteça. Já Isabel Figueira e Francisco Mendes devem estar de saída do Top Mais e, inevitavelmente, Secret Story 2 continua a merecer destaque pelos mais diversos motivos.

Senhoras e senhores, sejam bem-vindos a mais uma Frente de Destaques!

Como não podia deixar de ser, a segunda edição do reality-show continua a dar do que falar. E, esta semana, teve, inclusivamente, honras de capa de um jornal diário. O motivo? O sexo desprotegido. Membros de algumas associações deixaram alguns comentários sobre este assunto, com os quais concordo plenamente, mas, ainda assim, não creio que haja assim tantas razões de alarme. A menos que se tais comportamentos se tornem exemplo para os mais jovens. Aí sim, há razões para alarme. Sobre este tema já aqui escrevi muito, mas continua a ser algo que me faz alguma confusão. Ainda sobre Secret Story, a edição desta semana da revista Notícias TV publicou um artigo muito interessante com uma comparação, inevitável, entre a primeira e a segunda temporada. Segundo as contas, as galas apresentadas por Teresa Guilherme têm menos 100 mil telespetadores do que aquelas que Júlia Pinheiro apresentara até este momento. Algo que não me surpreende, afinal de contas, e tal como disse a “casamenteira de Portugal”, o que conta, de facto, são os concorrente e este casting não é, nem de longe, tão bom como o primeiro. E há ainda que ter em mente a concorrência, o facto de o sistema de medição de audiências ter sido alterado. Portanto, esta comparação acaba por ser um tanto ao quanto ingrata. Para terminar o assunto Casa dos Segredos, falta comentar o desejo das mães de dois dos concorrentes: um Secret Story sénior. Confesso que quando vi esta notícia na TV Mais achei que não passava de uma brincadeira, mas depois de a ler com atenção percebi que era mesmo algo que as progenitoras de Carlos e Cátia gostavam mesmo de poder entrar na Casa. Se um programa com jovens já é o que é, o que seria com pessoas mais velhas? Nem quero imaginar…

De Secret Story 2 passamos diretamente para Cartas da Maya, da SIC. Foi na sua crónica habitual da revista TV Guia que Paulo Abreu, chefe de redação desta publicação, revelou alguns pormenores sobre o formato apresentado por Maya. Para além de ter conseguido ajudar a aumentar o número de telespetadores de Querida Júlia, a taróloga angaria, diaramente, algo como 13 mil chamadas, o que, convertido em dinheiro, acaba por ser uma quantia bastante elevada, e, embora não na totalidade, ajuda a equilibrar as contas do canal de Carnaxide. Aqui está um dos motivos pelos quais, apesar de tantas críticas, Gabriela Sobral e Júlia Pinheiro avançaram com o formato e conseguiram a proeza de levantar um horário que há muito era fraco para a SIC. Eu próprio, achei que o programa seria algo muito mais maçador do que realmente é. E, no fundo, até tem algo que desperta curiosidade a qualquer um de nós.

Ainda relacionado com a televisão de Carnaxide, Luís Marques deu esta semana uma grande entrevista à Notícias TV, onde falou sobre o presente e o futuro da estação que dirige. Disse o diretor-geral que a SIC não está morta, como previu Teresa Guilherme, a confiança em Júlia Pinheiro voltou a ser mostrada e a parceria com a TV Globo rectificada. Na mesma conversa, não faltaram ainda os comentários sobre a RTP, pois claro. Um artigo que muito prazer me deu ler e que, embora não concorde com alguns pontos, mostra os motivos pelos quais Luís Marques é um excelente estratega e que sabe, muito bem, aquilo que tem feito ao longo dos últimos tempos. Do maior erro à mais certeira aposta.

Uma aposta de Luís Marques terá sido também a renovação do contrato de Diogo Morgado, revelada pelo Diário de Notícias no início da semana. Algo que não me surpreende, em nada, até porque, tendo em conta o passado recente, o ator tem estado ligado a quase todos os produtos de ficção da SIC. Mal seria se não prolongassem o vínculo. Basta ter em mente que quando falamos em Diogo Morgado a imagem que nos vem, quase que de imediato à cabeça é SIC, precisamente pelos motivos que enumerei anteriormente. Agora resta aguardar para saber pormenores sobre o seu novo projeto no canal. Oxalá venha, finalmente, um grande vilão, sim, porque de heróis, já estamos cansados!

Falando em Diogo Morgado, é agora tempo de dar destaque ao último projeto do ator no canal de Carnaxide. Faltam perto de duas semanas para sabermos se Laços de Sangue  conseguirá repetir o feito de Meu Amor e conquistar o Emmy Internacional. Como não podia deixar de ser, o autor da primeira telenovela portuguesa a vencer tal prémio teve direito a algum destaque e foi a revista Mariana que lhe pediu comentários sobre a nomeação da “novela da nossa gente”. Disse António Barreira que deseja que Laços de Sangue consiga repetir tal proeza, contudo, alertou para o facto de, nos últimos dois anos, terem sido duas tramas faladas na língua de Camões a alcançar o pódio, o que poderá ser um indicio de que este ano tal não sucederá. Oxalá que o autor de Remédio Santo esteja enganado, mas, sinceramente, também eu não estou muito confiante, mas a esperança é a última a morrer e seria mesmo um orgulho ver Laços de Sangue vencer este prémio. Vamos aguardar.

Para último destaque, escrevo agora sobre o Top Mais, da RTP, que, segundo a TV Guia desta semana se prepara para sofrer algumas alterações já em 2012. Uma das maiores mudanças será, ao que tudo indica, a saída dos apresentadores, que já lá estão há muitos anos. Uma medida que não me surpreende e que, na minha opinião, peca por tardia. Já cansa ver sempre Isabel Figueira e Francisco Mendes à frente do magazine e oxalá que, agora, venham caras um pouco mais carismáticas e apostas de futuro. Há muitos candidatos na televisão do estado, mas creio que aposta vai mesmo recair em novos talentos. Vamos aguardar, mas é algo que, eu, pessoalmente, vejo com muito agrado.

Terminados os destaques, as declarações que deram do que falar nos últimos tempos:

 “Se o programa está a ajudar a TVI? Sim. Se está a ser bom e tem resultados? Sim. Quando foi com o Big Brother as audiências eram mais de três milhões de espetadores. Volto a dizer, as coisas mudaram, o país mudou. O cabo ganhou muita audiência. As pessoas deixaram de ver tanto as generalistas. O comportamento dos portugueses mudou, há uma mudança de postura em relação à televisão. Mas isso é positivo”, Teresa Guilherme (in Notícias TV)

“Não posso ter inicialmente um homem mau e depois mudar para um homem mole. A personagem do Rogério é muito intensa, mas vai continuar com o mesmo perfil. O Rogério foi-se a baixo, mas vai recuperar. Ele está a fazer um trabalho incrível”, Patrícia Müller (in Notícias TV)

“Nós, os jornalistas, escrevemos para ser entendidos e procuramos ser sempre interessantes.”, José Rodrigues dos Santos (in Sol)

“Como sou tão respeitada na TVI, claro que é uma lisonja mais uma vez dar a cara por um programa da tarde.”, Leonor Poeiras (in Vidas)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho desta semana:

Rosa

O destaque maior dos últimos dias vai para a notícia de que há uma mulher com grandes possibilidades de vencer esta segunda temporada de Peso Pesado 2, o que prova que, do lote de concorrentes há muita guerra e vontade de vencer. Fiquei bastante feliz com as declarações de Teresa Branco à TV Guia!

Espinho

Já o menos da semana pertence à notícia da revista Maria que dá conta de que Rita Pereira vai voltar a apresentar um programa no próximo ano na TVI. A confirmar-se a minha pergunta é: “para quê bater tantas vezes no ceguinho?” O Canta Comigo já foi demasiado mau…

E assim termina mais uma Frente de Destaques!

Até para a semana!

  • Tiago Madeira

    Grande rúbrica Tiago Henriques!! Conciso, objectivo, coerente e acima de tudo IMPARCIAL, que por vezes é difícil, porque quer queiramos, quer não temos sempre um canal do qual gostamos mais… Mas felicito o Tiago por ter defendido e criticado, obviamente, igualmente todas as tv´s… PARABÉNS!!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close