Frente de Destaques

Segredos pouco estranhos

Mais uma semana, mais uma viragem. Primeiros dias do novo ano, primeiras emoções, novas estreias e a imprensa sempre à espreita de novidades. Desde os novos pormenores sobre A Grande Aventura, aos concorrentes de A Tua Cara Não me É Estranha, passando pela terceira edição de Casa dos Segredos, não esquecendo ainda o reforço da equipa do Fama-Show.

Senhoras e senhores, sejam bem-vindos a mais uma Frente de Destaques!

A grande final decorreu no derradeiro dia de 2011 e, como não podia deixar de ser, Secret Story continuou vivo nos primeiros dias do ano, fundamentalmente pelo regresso a casa dos cinco finalistas, que encheu capas e capas de revistas. Contudo, o motivo pelo qual falo do programa nesta altura do campeonato é outro. Foi já no final da emissão que Teresa Guilherme garantiu à imprensa que Secret Story 3 será uma aposta ainda para este ano e, imagine-se, poderá acontecer já em março! Algo que, sinceramente, me surpreendeu, mas que ao mesmo tempo compreendo. A segunda temporada teve, sem sombra de dúvidas, um grande impacto e acaba por acontecer precisamente o que sucedeu no final da primeira: as pessoas deixam de ter aquele “motor” que as fazia ficarem agarradas aos ecrãs horas a fio, que as fazia virem inúmeras vezes à Internet ver o que se passava na Casa. E, quer gostemos, quer não, Casa dos Segredos é daqueles formatos que prende os telespectadores. E que acaba por ser uma grande companhia para quem segue. Para além de tudo isto, há que ter em mente também o que a concorrência se prepara para apresentar. A SIC tem aí à mão de semear a quinta temporada de Ídolos, que, quer queiramos quer não, também pode fazer mossa com os formatos da TVI. Portanto, e sinceramente falando, a menos que A Tua Cara Não me é Estranha consiga captar uma grande fatia do público, faz todo o sentido, na minha opinião, uma terceira série de Secret Story já.

De Casa dos Segredos passamos directamente para a versão nacional de Peking Express, ou em português, A Grande Aventura. Depois de o DN ter anunciado a novidade em primeira mão, esta semana grande parte das revistas deram destaque ao novo programa da TVI. E apresentaram novos pormenores. Parece que, afinal, os vinte dias de passagem por uma ilha na Indonésia vão resultar apenas (e só) numa única emissão, que deverá ir para o ar já de hoje a uma semana. É uma espécie de programa piloto, mas disfarçado. Parece-me interessante, e o conceito original, mas é a velha questão de que há muitas pessoas a duvidarem de que os famosos tenham mesmo vivido com apenas um euro por dia. Mas será algo que quererei ver, mais do que não seja, por ser diferente daquilo a que estamos habituados. E o grupo de concorrentes, jovem, por sinal, também me parece um fator muito importante.

Ainda na TVI, destaque para outra aposta a nível de entretenimento. A versão nacional de Tu Cara me Suena, que vai mesmo chamar-se A Tua Cara não me é Estranha. Um nome em nada apelativo e que é um tanto ao quanto extenso para o formato em questão. Nos últimos dias surgiram novidades no que ao lote de concorrentes diz respeito e os dois lugares que faltavam ocupar continuam, contudo, a estar, aparentemente indefinidos. É que se a TV Guia e grande parte das outras publicações anunciam que serão Paulo Vintém e Mico da Câmara Pereira a fazer companhia a Maria João Abreu, Romana, Toy, Daniela Pimenta, Sónia Brazão e João Paulo Rodrigues, a revista TV 7 Dias anuncia que esses dois lugares são ocupados por Rodrigo Menezes e David Carreira. De todas as opções, sinceramente, penso que o melhor seria mesmo a aposta nestes dois últimos. Pelo menos aparentemente “vendem” mais do que os outros. Mas, de qualquer das formas é, na minha opinião, certo que este programa não dará nas vistas pelos concorrentes, mas sim pelos apresentadores.

Ao contrário de A Tua Cara não me é Estranha se há programa que vive (ou viveu) dos seus concorrentes, esse programa foi Peso Pesado. E depois de uma final que surpreendeu pela positiva, apresentando-se como uma emissão dinâmica e com muitas alegrias, eis que surgem notícias menos boas e que vêm por em causa o conceito do formato. Após a eliminação surpreendente de Ivo, surgiram notícias, nomeadamente na revista TV 7 Dias de que a produção escolhera quem seriam os dois grandes vencedores, sendo que um deles, José, que levou para casa os 25 mil euros, teria, inclusivamente, tomado medicamentos. É inevitável que venham sempre estas fontes dar do que falar e alimentar polémicas do género. Mas a minha questão é pertinente: será que, mesmo que a SIC e a Fremantle quisessem alterar os números não teriam melhores estratégias do que dar aos participantes comprimidos? Não seria mais fácil mexer nos valores da balança? São situações como estas que não me entram na cabeça…

O que não me entrava na cabeça até à bem pouco tempo eram os motivos pelos quais a SIC ainda não tinha apostado “a sério” em Iva Lamarão. Portanto, foi com grande alegria que vi a apresentadora confirmar que tinha um novo projecto no pequeno ecrã, já a partir de hoje, com o reforço do Fama-Show. Sinceramente, acho um prémio mais do que merecido e uma clara forma de a compensarem por todo o trabalho que já desenvolveu e o talento que mostrou possuir. E, na minha opinião, não creio que Iva será apenas mais uma, mas sim um acrescentar de valor (e beleza) ao magazine da SIC!

Ainda relacionado com o canal de Carnaxide, surgiu esta semana a notícia de que, após terminar as gravações de Fina Estampa, Paulo Rocha abraçará um novo projecto na TV Globo. Segundo a revista TV Guia¸ em Terras de Vera Cruz a satisfação perante o trabalho desenvolvido pelo português é de tal ordem que o ator já está escalado para uma noa história, ainda sem estar definida qual será. Fiquei muito satisfeito com esta novidade, até porque sempre defendi que Paulo Rocha tem muito talento e merece todo o sucesso. Mas também é certo que gostava de o ver brilhar em produtos portugueses…

Findos os destaques, as declarações que deram do que falar nos últimos dias:

“Sou ator por acaso e foi esse acaso que me fez crescer, porque, como nunca foi uma coisa que eu quisesse, nunca dei nada como garantido”, Diogo Morgado (in Vidas)

“Acho que ser um bom actor é conseguir fazer trabalhos que não sejam monocórdicos e repetitivos.”, Sandra Barata Belo (in Correio TV)

“Naturalmente que os jornalistas da RTP estão magoados e posso falar em nome deles, porque estas críticas (aos salários) são constantes”, Rosário Salgueiro (in Notícias TV)

“O meu desejo para 2012 é ter um contrato de exclusividade com a TVI”, Maria João Abreu (TV Guia)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho desta semana:

Rosa

O destaque maior dos últimos dias vai para a notícia de que Júlio Magalhães vai continuar a colaborar com a TVI. Mais uma prova da importância de Marcelo Rebelo de Sousa na nossa televisão!

Espinho

Já o menos da semana tem que ir, inevitavelmente, para a revista TV Guia, da qual sou fã, já aqui o escrevi. E vou voltar a escrever, à semelhança do que já aconteceu no passado. Fechar a edição mais tarde devido à cobertura da final de um programa é absolutamente legitimo, mas não avisar previamente os leitores acaba por ser uma falta de consideração…

  • Azevedobeatriz

    A Iva Lamarão A Capa da Revista GQ.

  • Azevedobeatriz

    A Casa dos Segredos 2 Finalistas Cátia e João Mota Vamos Embora a no Carro em Casa!

  • Azevedobeatriz

    A Tua Cara não me é Estranha Com Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close