Frente de Destaques

Representar-se

Sara Norte de regresso à representação. Nova trama de Carnaxide ganha forma. Iva Domingues à frente de Depois da Vida. Diana Chaves igual a si própria em entrevista à Notícias TV.

Senhoras e senhores, está aberta mais uma Frente de Destaques!

O primeiro destaque desta semana vai para Sara Norte. Depois das recentes polémicas em que se viu envolvida, a filha de Vítor Norte poderá estar prestes a regressar à televisão. A confirmar-se, este seria o regresso de uma das jovens mais talentosas que a televisão alguma vez conheceu. Recordo-me perfeitamente de a ver em Médico de Família e de gostar imenso da sua forma de representar. No entanto, com o tempo as suas participações começaram a ser cada vez mais escassas e acabou por sair do ecrã. Agora, depois de algumas notícias que davam uma visão um pouco “negativa” da sua vida privada, parece que tudo poderá voltar a ser como era antes. Gostaria que isso se confirmasse. Como disse anteriormente, aprecio imenso a sua maneira de trabalhar e acho que faria todo o sentido que alguma televisão em si apostasse. Ainda no mesmo artigo, é revelado que existe uma grande possibilidade de ser na SIC o regresso. Penso que Sara Norte teria muito a acrescentar a uma telenovela. Ela já não é a menina que encantou os portugueses. É uma mulher, que poderia muito bem enfrentar um grande desafio. Algo semelhante aos que Ana Guiomar tem feito. Creio que num papel deste género iria brilhar. Porque não já na substituta de Perfeito Coração? Oxalá que não a deixem “fugir”.

Já que falo na substituta de Perfeito Coração, houve mais duas noticias na imprensa desta semana que falavam sobre esta trama. Ao que parece, é cada vez mais provável que Diana Chaves marque presença, mas não é só ela que lá estará. O papel de grande vilão está reservado para Vítor de Sousa. Um grande actor que já provou que sabe fazer muito mais do que papéis de comédia. Recordo-me da sua personagem em Olhos nos Olhos que, embora não fosse das principais, teve alguma incidência na trama. A meu ver, algo semelhante ao Tomás de Perfeito Coração, mas com algumas diferenças, assentar-lhe-ia muito bem. Faço até uma sugestão: ao seu lado devia estar Custódia Gallego, que parece que também vai marcar presença nesta trama. Outra das actrizes faladas é Mafalda Vilhena, que foi recentemente mãe. A esposa de Pepê Rapazote é uma das muitas actrizes de que gosto. Sempre que penso nela, a primeira imagem que me vem à cabeça é a da Magda de Floribella. É claro que nunca se conseguem fazer duas personagens iguais, mas seria sem dúvida uma grande alegria vê-la novamente num registo semelhante. Não no de vilã, mas no de uma personagem cómica. E dado que a comédia vai ser um dos grandes ingredientes desta história, fará todo o sentido que Mafalda Vilhena lá esteja. Eu voto “Sim”.

Maria Vieira protagonista de um dos artigos da última edição da Notícias TV. Em causa está o facto de há algum tempo não fazer permanentemente televisão. Se nos recordarmos bem, o seu último trabalho mais longo foi em Hora H, na SIC. Depois disso, só no Brasil, onde participou em Negócio da China e algumas participações esporádicas, como na gala de fim de ano de Ídolos. Confesso que sou um grande admirador da “Parrachita”. Sempre que olho para o seu sorriso de “orelha a orelha” fico com vontade de rir. Por muito que não se queira, Maria Vieira está sempre ligada ao humor. Será isto mau? Por um lado sim. É que ainda existe o “estigma” de que não tem capacidade para fazer telenovelas, por exemplo. O que, a meu ver, é totalmente mentira. Basta pensar na excelente performance de Ana Bola em Jura. Não tenho dúvidas de que Maria Vieira poderia brilhar numa telenovela, nem que fosse num registo menos “efusivo”. É que a maior dificuldade de um actor é, segundo me parece, fazer rir. E se esta actriz o faz tão bem, é claro que conseguirá fazer chorar também. A “Parrachita” é um dos casos que não compreendo como pode estar tanto tempo fora do ecrã. Venha de lá um grande papel para ela. Nem que seja cómico, mas que venha. Maria Vieira é um daqueles casos demasiado “bons” para estar fora do ecrã.

Depois de anunciado o seu afastamento de Notícias das Estrelas, muito se especulou sobre o futuro de Iva Domingues. Chegou a dar-se como certa a sua mudança para a SIC. Todavia, parece que a bracarense vai mesmo continuar para os lados de Queluz de Baixo. A notícia foi avançada esta semana: é ela a escolhida para substituir Júlia Pinheiro na segunda temporada de Depois da Vida. Ao que parece, a direcção de programas decidiu dar menos trabalho à responsável por novos formatos e, assim, dar também uma nova oportunidade a Iva Domingues. Confesso que fiquei bastante surpreendido com esta notícia. Jamais imaginaria que a TVI fizesse tamanha alteração no formato. Penso que a antiga cara de Quem Quer Ganha não conseguirá fazer esquecer a antecessora, mas poderá revelar-se uma agradável surpresa. O seu talento está mais do que provado e não creio que falhe. Acho, inclusivamente que Iva vai apostar forte de modo a provar que merece esta oportunidade. Resta é saber se o público português estará receptivo à mudança. É que, como se sabe, por vezes as mudanças não são bem encaradas pelos telespectadores. No entanto, dada a temática do programa e o enorme interesse demonstrado, que se manifestou nos óptimos resultados alcançados, penso que desta vez este problema não existirá. Por outro lado, e, dado que as gravações arrancam ainda durante este mês, há que pensar na data de estreia de Depois da Vida. Devido ao facto de desta vez existirem mais emissões, penso que só deverá chegar à antena em Setembro, na reentre. Tenho algumas dúvidas de que a TVI aposte agora num formato de longa duração, depois de más experiências no passado. Todavia, há que ter em mente que há “sangue novo” para aqueles lados, e André Cerqueira poderá surpreender. A ver vamos o que o futuro reserva.

O último destaque desta frente vai para Diana Chaves. É já na próxima segunda-feira que a jovem arranca com as gravações de Salve-se Quem Puder. Não fosse este um motivo mais do que suficiente para ser entrevistada pela Notícias TV. Uma conversa muito bem conseguida, com uma sessão fotográfica excelente. Gostei de saber que Diana está mudada, que já não é aquela jovem que há uns tempos era notícia frequente por ter um novo namorado. É claro que César Peixoto também ajudou, mas penso que a sua mudança para Carnaxide também foi uma das causas. Se há coisa que nela gosto é da frontalidade. Esta entrevista foi mais uma prova disso. Não houve um único ponto a que se recusasse responder. O mérito também é, em parte do jornalista, mas sem sombra de dúvidas que é de realçar o comportamento da actriz. Gosto imenso dela e acredito que o futuro seja ainda de mais sucesso. Diana Chaves é um daqueles casos que ao inicio “não dava nada por ela”, mas que conseguiu provar o seu talento.

Terminados os destaques, digo-lhe agora quem protagonizou a semana que agora termina. No meu entender, essa distinção só pode ser para o Papa Bento XVI. Se, na última semana se falava somente nos preparativos da visita, esta semana só se falou na própria da visita. Não obstante o enorme destaque dado pelas televisões, também a imprensa cumpriu a sua missão. Muitas são as vozes que criticam esta situação, mas eu percebo. Afinal de contas, não é todos os dias que sua Santidade, o Papa visita o nosso país.

E, para terminar, está na hora de lhe deixar alguns destaques para a semana que se avizinha:

Amanhã, pelas 21h30, a Fox Next estreia a série Nurse Jackie. No dia seguinte, pelas 21 horas, não pode perder o Regresso dos Incríveis, na SIC. Neste mesmo dia o AXN emite o último episódio de The Pacific, quando o relógio marcar 23h20.´

Chega agora o momento das despedidas.

Mais uma semana começa e a Frente de Destaques chega ao fim.

Mas, como é habitual, para a semana cá estarei para lhe continuar a trazer aquilo que de melhor a nossa imprensa fala

Até lá

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close