Frente de Destaques

Primeiro entranha-se, depois estranha-se

Frente de Destaques2012

Últimos dias de fevereiro, primeiros de março. O mundo não para, a GFK já mede audiências e a nossa imprensa continua sempre (bem) atenta ao que se passa e ao que aí vem. Desde a migração de técnicos de A Tua Cara Não me é Estranha para Ídolos, aos pormenores sobre a nova série da TVI, não esquecendo as novidades do elenco de Dancin’Days ou do fim da ligação de Margarida Vila-Nova com a TVI.

Senhoras e senhores, sejam bem-vindos à primeira Frente de Destaques de março!

É o programa do momento e toda a gente já ouviu falar dele. Quem disser o contrário, esconde a verdade. Não tem o impacto de Casa dos Segredos 2, mas enche tantas páginas de revista como o seu antecessor. Esta semana, em particular, surgiram ainda mais novidades. Soubemos que alguns dos elementos da produção não vão manter-se para a segunda temporada, pois estão a caminho do Ídolos. Algo absolutamente normal e que em nada me surpreenda, tendo em consideração os timings das coisas. Sílvia Rizzo, Rodrigo Menezes e Gabriela Barros foram anunciados como prováveis membros do elenco da próxima temporada, nomes que também não me causaram surpresa e com os quais até concordo, em certa parte, apesar de achar que a TVI e a Endemol vão ter que penar muito para encontrar um grande leque para conseguir fazer face à concorrência. Ainda sobre A Tua Cara Não me é Estranha surgiram notícias que davam conta de algumas guerras de bastidores, entre jurados e apresentadores, por um camarim, imagine-se, ou os salários que cada um dos membros recebia. Muita notícia e mais uma prova de que este é o formato do momento. E o Protagonista da semana, claro está!

Quem até podia ser uma potencial concorrente seria Margarida Vila-Nova, ela que foi mãe recentemente, mas que não deve ter muito talento para a música. Ainda assim, não me cheira que chega a A Tua Cara Não me é Estranha, até porque confessou, em entrevista ao Notícias IN desta semana que a sua ligação com a TVI chegou ao fim. Curioso que tenha terminado, quando ainda recentemente a própria afirmara que havia vínculo e que em 2012 seria estrela de uma das próximas telenovelas do canal. Uma pena, até porque é sempre um prazer ver alguém com o talento de Margarida Vila-Nova em acção, mas é a velha questão de que estamos em crise e que a própria televisão de Queluz de Baixo quer cortar ao máximo nos contratos de exclusividade. E se não trabalham, tem que ser esta a medida…

Outro projecto no qual, certamente que Margarida Vila-Nova daria um importante contributo iportante na série de que tanto se tem escrito e que vai ter argumento de Francisco Moita Flores. A Notícias TV desta revela mais pormenores, sobretudo o conteúdo. Depois de se especular que seria de época (algo que me agradaria muito), ficámos agora a saber que será um policial, bem ao estilo CSI. Algo perfeitamente normal e que já não é novidade no nosso país (veja-se o caso de Cidade Despida, por exemplo). Mas com o selo TVI por trás, talvez haja mais garantias de sucesso, mais do que não seja por ter, teoricamente, um elenco mais conhecido. Para já, sabe-se que dois dos protagonistas serão Maria João Bastos e Paulo Pires. Gosto da dupla, sobretudo dela, de quem sou fã e cujo trabalho sigo desde há já muito tempo. Vamos vê-la num registo novo, diferente e que poderá surpreender. Assim o espero.

Para finalizar a ficção TVI, tempo ainda para dar destaque à recente polémica, que teve honras de capa no Correio da Manhã de sexta-feira e que dava conta de que Sílvia Rizzo e Margarida Marinho e desentenderam nas gravações de Remédio Santo. Relatava o referido jornal que, depois de uma complicada cena, as duas actrizes permaneceram como que iguais às personagens que interpretam e tiveram, inclusivamente, que ser separadas por elementos da produção. Está certo, até podem ter acusado algum cansaço dos últimos dias de trabalho, mas ou estamos a ser como que vítimas de uma estratégia de marketing por parte da produção da trama, ou então foi do próprio jornal que exagerou demasiado na matéria publicada. Não sei qual das duas está certa, mas tenho para mim que uma delas não estará errada…

À semelhança do que vem a acontecer nas últimas semanas, volto a ver-me obrigado a falar sobre as novidades do elenco do remake de Dancin’Days. Pois é, ao longo dos últimos sete dias, mais nomes surgiram, nomeadamente os de Diogo Carmona, Vítor Norte ou Joana Seixas. Tudo bons atores, com provas mais do que dadas, principalmente os dois últimos, claro está, e o primeiro um dos mais queridos e ternurentos miúdos que já passaram pela nossa televisão. Estou expectante para saber outros profissionais que a eles se juntarão!

A terminar, destaque para a entrevista de José Eduardo Moniz ao jornal Record. Sim, é verdade que o grande enfoque foi mais no Benfica do que noutra coisa, mas gostei muito de ler a parte em que falou sobre televisão e que deixou algumas críticas ao que actualmente se faz. Apesar de considerar que foi um pouco “severo” nas farpas que lançou, sobretudo a Doce Tentação, percebo, em parte o que diz. Mas creio que demonstra mais uma vez, alguma tristeza e mágoa pela forma como a sua saída foi levada a cabo. Já sobre o que diz a propósito de Gosto Disto!, totalmente de acordo, até porque é essa a minha opinião. Mas o formato vende e, em tempo de crise, isso é o mais importante. Mais ainda do que a criatividade, de que tanto gosto.

Findos os destaques, as declarações que deram nas vistas nos últimos dias:

“Acho que todos vamos sentir saudades dos jurados anteriores, sendo que este novo painel vai ser polémico e distinto entre eles”, Cláudia Vieira (in TV Guia)

“A minha perspectiva de ser famoso num país com dez milhões de habitantes não é grande coisa, devo dizer-lhe. Para mim, ser famoso é ter capacidade a nível mundial de ser conhecido”, Herman José (in Notícias TV)

“Policiei-me desde o primeiro momento para que a fama não me subisse à cabeça. Não quero aparecer na televisão. Gosto mesmo de trabalhar na televisão”, Cristina Ferreira (in Notícias TV)

“Admiro a SIC. Pela credibilidade e a honestidade. Mantém-se fiel aos princípios, sem cedências”, Rogério Samora (in Correio TV)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho da semana

Rosa

Desde pequeno que sempre tive um fascínio pelo mundo da televisão e que sempre me questionei sobre como é feito tudo para lá do que vemos no ecrã. Esta semana, a revista Notícias TV respondeu a muitas das minhas questões, com uma reportagem, talvez das melhores que tenho lido, sobre os bastidores da RTP. Uma relíquia e que me permitiu perceber como tudo funciona. Obrigado, NTV!

Espinho

Já o menos da semana vai para João F, que participou em Casa dos Segredos 2. Numa altura em que surgem notícias de que vários ex-concorrentes tentam a sua sorte, o namorado de Sónia vem dizer à revista Maria que recusou o convite da Plural Entretainment para participar no casting para Morangos com Açúcar. Será apenas vontade de ser falado? Ou quererá mostrar que já tem estatuto? Está certo que alegou outros motivos, mas, na minha opinião, foi mais uma forma de lhe darem destaque do que outra coisa…

E assim termina mais uma Frente de Destaques!

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close