Frente de Destaques

Política, Entertenimento e actualidade

A partir de Fevereiro, a actualidade política passa a ser analisada por novos comentadores. Bernardo Bairrão fala da TVI. RTP1 prepara novo concurso. “Ídolos” continua a ser notícia. Abre-se agora a “Frente de Destaques” desta semana.

A semana que passou foi rica em notícias relacionadas com mudanças de comentadores nos três canais generalistas. Depois de cinco anos à frente de “Notas Soltas”, António Vitorino e Judite de Sousa dizem adeus ao programa que marca as segundas-feiras à noite. Ao que parece, o socialista foi convidado a exercer funções no governo e não conseguiu conciliar as duas coisas. É sem dúvida uma perda considerável para o canal do estado, uma vez que este espaço tinha boas audiências, chegando muitas vezes a integrar o lote de mais vistos da estação. Aproveitando a “leva”, também Marcelo Rebelo de Sousa se despedirá do programa que tem actualmente aos domingos à noite. José Fragoso optou por acabar com este programa e apostar em outro que dê maior tempo de antena aos restantes partidos. Miguel_Sousa_TavaresTenho algumas dúvidas se esta terá sido uma atitude acertada, uma vez que “pôr de lado” um programa como “As Escolhas de Marcelo” é quase como que “deitar fora” alguns milhares de telespectadores. É claro que há sempre a possibilidade de o social-democrata abraçar um novo projecto no mesmo canal, mas tal não me parece muito provável, até porque já há quem dê o seu regresso à TVI como certo. A confirmar-se é sem dúvida uma boa notícia para os lados de Queluz de Baixo, que em Dezembro “perdeu” Miguel Sousa Tavares para a SIC. Aproveitando a referência ao filho de Sophia de Mello Breyner, foi esta semana que este rubricou o contrato que o une à estação de Francisco Pinto Balsemão. O vínculo, que terá uma duração de três anos, já entrara em vigor no inicio do ano, apesar de só esta semana ter sido assinado. Enquanto “espera” por Marcelo Rebelo de Sousa, a TVI não baixa os braços e já arranjou alguém para substituir Miguel Sousa Tavares. Trata-se de Constança Cunha e Sá, que terá ainda um programa de entrevistas com periodicidade irregular. Pessoalmente, não a aprecio muito como entrevistadora, preferindo vê-la como comentadora. Não acredito que faça esquecer o seu antecessor, mas poderá ter algo a dizer.

Outro dos destaques desta semana vai para o novo concurso que a RTP1 está a preparar. Adaptado do original inglês “The Cure”, “O Cubo” deverá ser o substituto de “Jogo Duplo”, apesar de poder ser apenas semanal. Este formato visa testar as capacidades, os nervos e a determinação de quem decide ficar fechado numa caixa de vidro, no meio de um enorme estúdio televisivo. À semelhança de um jogo de computador, os concorrentes começam com nove vidas, que vão perdendo ao não concluírem com sucesso cada prova, que inclui jogos que mostram a perícia e a agilidade num ambiente de grande pressão e ansiedade. São sete as etapas para o concorrente conseguir levar para casa o jackpot e à medida que ultrapassam os desafios acumulam dinheiro. Ainda não é conhecido o apresentador, mas esse cargo deverá ser de Jorge Gabriel. Todavia, ainda são poucos os pormenores da versão portuguesa. Penso que esta será uma boa aposta da RTP, uma vez que se trata de algo inovador no nosso país e poderá despertar a curiosidade dos portugueses, no entanto, não sei se Jorge Gabriel será a melhor escolha para conduzir o programa. Em “O Cofre”, ficou aquém das expectativas. Eu apostaria em Catarina Furtado.

Bernardo BairrãoFoi apresentada esta semana à imprensa “Destino Imortal”. Contudo, e como “manda” a tradição, não foi revelada a data de estreia. Manter o secretismo ou medo que a concorrência avance primeiro? Sinceramente não percebo este tipo de estratégias, apesar de me sentir tentado a apostar que Bernardo Bairrão estreará esta série no próximo dia 31 de Janeiro ou a 7 de Fevereiro, numa tentativa de vencer “Ídolos”. À imprensa, o actual director geral proferiu algumas palavras que me espantaram: “Não temos a ambição de ser primeiros todos os dias” e “Não temos de ser líderes em todos os horários”. A pergunta que eu lhe gostaria de fazer era: “então o que ambiciona uma estação líder?”. Por mais que tente, não consigo perceber estas declarações que, a meu ver, não se encaixam num director de um canal comercial. Desde quando é que um canal não ambiciona a ser líder? Talvez seja por esta razão que a TVI tenha vindo a perder telespectadores em alguns dos horários em que era líder.

É agora tempo de esmiuçar as notícias relacionadas com o programa do momento. Aquela que muitos pensavam que sairia numa das primeiras galas do programa, Diana Piedade, tem vindo a surpreender de dia para dia. Depois de ter interpretado “Piece of my Heart” na última gala, a sobrinha de Manuel Moura dos Santos viu o vídeo da sua prestação ser colocado num site americano de fãs da intérprete original do tema, Janis Joplin. É sem dúvida um prémio pela sua brilhante prestação, e um factor de motivação extra para esta concorrente, que na minha opinião, tem tudo para ser o próximo ídolo de Portugal. Diana PiedadeOutra notícia que surpreendeu muita gente está relacionada com o repórter de bastidores de “Ídolos”. Por incrível que pareça, William King of Love prepara, juntamente com a sua banda, um álbum que deverá estar disponível já em Fevereiro. É uma noticia espantosa, na mediada em que muita gente “não dá nada por este cromo”, mas todos reconhecem a sua capacidade de entreter. Eu próprio lhe acho alguma piada. O que eu não sabia era que William King of Love também ambiciona ser actor e já participou em diversos castings, quer para a SIC, quer para a TVI. Não sei se terá muito jeito para a representação, mas até que poderia ser uma agradável surpresa. Tal como a dupla de apresentadores, quatro dos finalistas também foram notícia esta semana. A única que não teve tanto destaque na imprensa foi Diana Piedade, que só foi falada pelo motivo que referi anteriormente. Carlos Costa, Inês Laranjeira, Filipe Pinto ou Solange Hilário tiveram direito a entrevistas, reportagens. Porque razão a concorrente do Algarve não teve? Poderá isto prejudicar a sua prestação? É um dado a ter em conta, uma vez que muitas são as pessoas que votam só por verem determinada pessoa nas revistas. Espero que esta falta de projecção não prejudique a concorrente.

Chega agora o momento de lhe trazer destaques para a semana que se aproxima. Não perca já hoje, a partir da 1 da manhã, em directo a 67ª edição dos Globos de Ouro, que o AXN transmite. Segunda-feira o FX estreia a segunda temporada de “Californication” às 22 horas. Já na terça é a vez de o AXN exibir, pelas 22:50, o 200º episódio de “CSI: Las Vegas”. Quarta-feira o Biografhy transmite um documentário dedicado ao agente 007, em que serão comparados todos os actores que já deram vida à conhecida personagem. Quinta-feira veja na RTP1, a partir das 22:30, o filme “Até à Eternidade”, vencedor de um Óscar.

Termina agora mais uma “Frente de Destaques”.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close