Frente de Destaques

Passado é passado

Frente de Destaques2012

Faltam poucas horas para aquele que promete ser um grande confronto. Ídolos 5 contra A Tua Cara Não me é Estranha 2. Quem vai vencer? Só amanhã saberemos, mas antes disso, é importante olhar para o que se escreveu na semana na nossa imprensa. E não só do talent-show da TVI se falou. Destaque para a não contratação de novas estrelas para o canal de Carnaxide, para o novo programa do canal de Queluz de Baixo e para algumas das compras de Hugo Andrade e restante equipa.

Senhoras e senhores, sejam bem-vindos a mais uma Frente de Destaques!

Foi capa de grande parte das revistas da nossa praça e teve destaque um pouco por toda a imprensa. João Paulo Rodrigues é, sem dúvida, um fenómeno. À chegada para a primeira gala do programa da TVI era “apenas” o Quim Roscas, hoje é muito mais do que isso. E muito do sucesso de A Tua Cara Não me é Estranha é mérito deste estudante de direito que é também humorista. Agora o interesse de grande parte das publicações é saber qual o seu futuro televisivo. Já se escreveu que a TVI tem um programa para ele. Esta semana surgiu a notícia de que vai entrar em Doce Tentação. Seja qual for a verdade, certo mesmo é que o público português quer ouvir falar de João Paulo Rodrigues. Mesmo que seja na RTP, estação com a qual, aliás, tem um projeto em carteira.

Mas não foi só por João Paulo Rodrigues que A Tua cara Não me é Estranha tem que ser o Protagonista desta semana. Também se escreveu sobre Romana, que agradeceu todo o sucesso que o programa lhe trouxe. E aqui está mais uma prova da capacidade deste formato para mostrar o talento dos seus concorrentes. O público voltou a saber quem era a cantora e agora que esta se prepara para lançar um novo CD com um posicionamento renovado, adivinha-se muito dinheiro a entrar nos seus cofres. Também Daniela Pimenta, Toy, Mico da Câmara Pereira, Paulo Vintém, Sónia Brazão ou Maria João Abreu lucraram muito e vão continuar a lucrar. A dúvida agora prende-se com o novo leque de concorrentes que, parece-me vai manter o sucesso do programa. E trazer (ainda mais) sucesso para a carreira de cada um deles. Haja talento!

Mas nem só de A Tua Cara Não me é Estranha se escreveu e já se começa a pensar no se sucessor. E parece que a decisão já está tomada, faltando apenas o “ok” de José Fragoso. Segundo a edição desta semana da revista Notícias TV, está prestes a chegar à TVI Quem Quer Casar com o Meu Filho. Outro programa de sucesso em Espanha e que me parece muito ousado para a realidade portuguesa, sobretudo por ter um concorrente homossexual, algo que num país conservador como Portugal ainda causa algum choque, infelizmente. Ainda assim, caso esta questão seja contornada e o programa adaptado a algo mais ao jeito Big Brother, não vejo porque não terá sucesso, mas se os valores forem semelhantes aos de Secret Story, penso que seria mais rentável para Queluz de Baixo apostar na terceira série do programa. A questão é mesmo a económica e cada vez mais importante nos dias que correm.

Talvez por isso, para os lados de Carnaxide a ideia de ir buscar estrelas a Queluz de Baixo continue a não passar disso mesmo. Foi em declarações à TV Mais desta semana que Gabriela Sobral confirmou que não há dinheiro nos cofres da SIC para novos contratos de exclusividade neste momento. Tanto é que, por enquanto, nem Albano Jerónimo, nem Soraia Chaves estão com esse estatuto, mesmo sendo dois dos protagonistas de Dancin’Days, bem como deverá ser esse um dos motivos para Ângelo Rodrigues ainda não ter recebido nenhuma proposta. É natural que assim seja, pois como é do conhecimento geral estamos em crise e há pouco dinheiro para cometer excentricidades. E é por esta altura que muitos dos atores que estão prestes a deixar de ser exclusivos TVI pensam que não vão conseguir voltar a trabalhar com a amiga Gabriela Sobral mantendo o mesmo estatuto de ambos, o que não invalida que se mudem para Carnaxide, arrisco a dizer.

E deve ser também a crise (e a falta de casos mediáticos) um dos motivos pelos quais, para já, a SIC não vai apostar numa segunda temporada de Até à Verdade. Algo que não surpreende, apesar de o programa ter feito bons resultados e de ter mostrado um outro lado de Rita Ferro Rodrigues, muito bom, diga-se. É pena que não exista possibilidade de se tornar um pouco como o Depois da Vida, mas compreende-se a estratégia, até porque há poucos casos mediáticos em Portugal com capacidade para ser abordados no programa. A menos que passasse a ser quase que um complemento do Perdidos e Achados, o que não me parece ser o melhor caminho.

Para finalizar esta Frente de Destaques, tempo de falar sobre as compras que a RTP fez no MIPCOM em Cannes. Segundo uma das edições desta semana do Diário de Notícias, Hugo Andrade e companhia apostaram forte num mercado que cada vez mais interessa aos programadores. O infantil. O novo sistema de audimetria tem mostrado, dia após dia, que o público mais novo é quem manda lá por casa, basta ter em consideração que os programas mais vistos do universo cabo são do canal Panda. E são sempre um público que é fácil de fidelizar, apesar de ser difícil de agradar. Bom trabalho, Hugo Andrade.

Terminados os destaques, as declarações que deram nas vistas durante os últimos dias:

“Sou diretor de Informação da TVI e estou tranquilo e satisfeito por termos sido líderes com a Marktest e com a GFK”, José Alberto Carvalho (in TV Guia)

“Na TVI temos o melhor plantel e não faz sentido fazer contratações”, José Fragoso (in Correio TV)

“Não há credibilidade nenhuma, até ver, no trabalho da GFK. É menos uma preocupação para nós”, Luís Filipe Borges (in Notícias TV)

“Existe ainda o preconceito de que as mulheres bonitas não sabem representar. Já tive pessoas que não me conhecem de lado nenhum a dizer que estavam surpreendidas por eu ser tão boa atriz”, Benedita Pereira (in Jornal de Notícias)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho da semana:

Rosa

O destaque maior dos últimos dias tem que ir, novamente, para a revista Notícias TV e para o brilhante artigo de capa com os cinco apresentadores do 5 Para a Meia-Noite. Um mimo e muito agradável de se ler. Ótima entrevista, mas sobretudo o artigo está interessante pelas duas páginas sobre os bastidores da sessão fotográfica. Uma “pérola” e que merece um aplauso! Bravo, Nuno Cardoso!

Espinho

Já o menos da semana pertence, novamente, ao Correio da Manhã que fez capa nesta sexta-feira com os salários milionários dos trabalhadores da RTP. Algo que tem interesse? Sim, tem. Mas tanto alarido na capa e depois no interior apenas uma página dedicada ao assunto? Quase sem texto? E, melhor, com dados que todos já sabemos e que já foram publicados por outras publicações? Pois…

E assim termina mais uma Frente de Destaques!

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close