Frente de Destaques

O Primeiro “Frente de Destaques”

A semana que se passou foi rica em novidades avançadas pela imprensa escrita. Desde a reviravolta na transferência de Angélico Vieira para a SIC, à queda de Catarina Furtado na segunda emissão de “Dança Comigo no Gelo”, nada passou ao lado dos jornalistas.

A abrir a semana, surge a notícia de que afinal Angélico Vieira permanece na TVI e assina contrato de exclusividade. Esta reviravolta deixa cair a hipótese de o cantor/actor integrar o elenco de “Lua Vermelha” da concorrente SIC, notícia que tivera honras de capa numa revista da semana anterior. Terá sido mesmo uma reviravolta na decisão do intérprete de “Bailarina”? Ou uma forma de promoção à série da SIC? Convenhamos que se pode tratar de uma bela estratégia de Marketing por parte da direcção de Carnaxide. Por enquanto quem parece ficar a ganhar são o próprio músico e a estação de Queluz de Baixo. Afinal, segundo a TV Guia, Angélico Vieira “vai receber quase tanto como Rita Pereira”. Uma pequena fortuna ao que parece.

Com o avançar da semana surge nova polémica. Desta vez uma espécie de “regresso ao passado”. A TV 7 Dias traz um artigo com algumas semelhanças entre “Viver a Vida” e “Meu Amor”. São efectivamente bastantes e dão que pensar. Mas numa sociedade como a que vivemos actualmente, em que anda meio mundo a copiar outro tanto, não me parece que seja algo a que devamos dar muita importância. O curioso deste artigo são as declarações de André Cerqueira em que este deixa no ar a hipótese de “Caminho das Índias” ser uma cópia de “Fascínios”. Como é que uma telenovela que tem a India presente durante todo o seu desenvolvimento pode ser uma imitação de outra em que o mesmo país surge apenas no início e no final da trama? Sinceramente discordo do director de conteúdos da Plural Entertainement. Mas é apenas a minha opinião.

Quem não reparou na queda de Catarina Furtado durante “Dança Comigo no Gelo” da passada semana? Efectivamente os telespectadores não conseguiram ver como tudo aconteceu, uma vez que as câmaras deixaram de focar a apresentadora no referido momento. Contudo o fotografo da TV Mais captou algumas imagens e estas fazem parte da edição desta semana. Provando a grande profissional que sempre mostrou ser, Catarina Furtado manteve a boa disposição e arranjou uma solução para acabar o programa em “grande estilo”. Pediu a todos que se sentassem e assim deu por terminada a sessão. Mais uma vez a apresentadora esteve impecável. Ainda do canal estatal, através da TV Guia, chega a notícia de que Jorge Gabriel irá renovar o seu vínculo com a estação pública. Uma boa notícia para a RTP, que garante a permanência de um grande profissional que a tem ajudado a alcançar boas audiências no horário matinal, e para Jorge Gabriel que continua a receber uma boa quantia mensal e a desenvolver os projectos que o ligam ao canal público.

Como “não há uma sem duas”, a semana não podia terminar sem uma nova polémica, novamente entre a SIC e a TVI. Desta vez as envolvidas são as duas séries sobre vampiros que em breve chegarão aos canais privados, e o tema é novamente a imitação. Por um lado surge Jorge Marrecos, director da SP Televisão (responsável pelo formato da SIC), que acusa a concorrência de fazer “réplicas” e de “estragar as negociações com actores”. Em resposta, André Cerqueira lança a questão “Quem foi que inovou sempre?”. A meu ver, teremos que aguardar pela estreia de ambas as séries, e aí sim, veremos quem vencerá a “guerra” que já está a ser “montada”.

A terminar a semana, o destaque vai para Sofia Alves, que se encontra a gravar uma das próximas mini-séries da TVI. A actriz avança ao 24 Horas que para o próxima ano não estará em nenhuma telenovela, uma vez que se vai dedicar de corpo e alma ao teatro. Revela ainda que “o trabalho numa telenovela é um desgaste brutal, não só físico como mental”. Aqui está uma grande perda para a ficção nacional. Sofia Alves é uma das melhores actrizes e é sempre bom vê-la numa telenovela. É uma pena, mas há sempre a possibilidade de a irmos ver ao teatro.

Não poderia terminar esta crónica sem lhe deixar algumas sugestões para a semana que se inicia. O destaque vai sem dúvida para “Família, Família”, que se inicia na próxima sexta-feira no horário nobre da RTP1. Recomendo também a segunda temporada de “Cenas do Casamento”, que regressa já esta segunda-feira ao horário nobre da SIC. Para os “devoradores” de série internacionais, não se esqueçam que a segunda temporada de “À Queima-roupa” se estreia também na segunda-feira às 21:25 na Fox Life, e que a terceira temporada de “7 Palmos de Terra” chega à Fox Next esta quarta-feira. Já para os amantes de música, não percam esta quinta-feira os “EMA’s 2009” a partir das 20 horas na MTV Portugal.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close