Frente de Destaques

Laços que ficarão para sempre

Frente de Destaques

Na semana em que o país mostrou o seu descontentamento face as medidas implementadas pelo governo de Pedro Passos Coelho, a imprensa continuou como é habitual. Mil e uma histórias, algumas verdadeiras, outras nem tanto. Se Júlio Magalhães está com um pé fora da TVI e o outro no Porto Canal, Laços de Sangue conquistou o Emmy Internacional. Destino viu a TV Guia anunciar muitas novidades sobre elenco e história, enquanto que Lili Caneças, Flávio Furtado e Cinha Jardim se preparam para sair do Você na TV!

Senhoras e senhores, está aberta mais uma Frente de Destaques!

Contrariando todas as minhas expetativas, a “novela da nossa gente” fez história e trouxe o Emmy para o nosso país. Ainda assim, e porque a conquista se deu na noite de segunda-feira, poucas ou nenhumas publicações deram um grande destaque a este feito, mas o canal de Carnaxide não se esqueceu de o fazer. Entre tudo aquilo que se viu e se leu, só tenho uma grande crítica. É certo que, à partida, se pode pensar que é muito exagerado e tudo mais. Mas, na minha humilde opinião, a SIC só esta a aproveitar o momento. Contudo, não acho que seja justo o pouco destaque que tem sido dado ao “génio” deste trabalho. Por incrível que pareça, alguém leu ou viu entrevistas a Pedro Lopes? É, de facto, triste que os argumentistas acabem sempre por ser esquecidos no meio de tudo isto. Bem sei que tudo isto foi um trabalho de equipa, mas gostava que tivesse sido dado outro destaque ao autor deste sucesso. É uma pena que tal não tenha acontecido. Mas vamos aguardar para ver o que a imprensa trará nos próximos dias. Esta semana, contudo, Laços de Sangue e o seu Emmy são os Protagonistas!

Uma possível candidata ao Emmy de 2012 é a nova trama de Tozé Martinho, que é cada vez mais falada pela imprensa e já tem novas datas, desta vez oficiais. Segundo a protagonista, as gravações arrancam já a 17 de Janeiro, o que significa que Destino deverá ir para o ar em meados de Março, o mais tardar Abril. Mas o motivo que trás esta história a esta frente é outro. Foi a revista TV Guia desta semana quem revelou novos pormenores, e que pormenores. Muito gostei do que li. Desde a personagem que será interpretada por Fernanda Serrano à de Rita Salema, passando pela escolha de Márcia Breia para um papel de destaque. Cheira-me que vem aí uma trama ao jeito de A Outra. E eu que há uns tempos não dava nada por ela…

Por quem também não dava nada era pelo trio de comentadores do Dizem Elas e Ele, do Você na TV!. Até sou um grande fã de rubricas do género, mas ver ali aquelas personalidades a falarem de uns e de outros protegendo sempre os amigos era extremamente chato. E desde que lá colocaram Flávio Furtado que aquilo ainda se tornou pior. E foi sem surpresa que tomei conhecimento de que a TVI decidiu terminar com a rubrica este ano. Algo que há muito esperava. Mas, no meio de tudo isto, o que me faz mesmo confusão são os valores que recebiam os comentadores. Lili Caneças a auferir perto de 5 mil euros por mês, para ir ali durante 20 minutos? E ainda dizem que há maus empregos neste país. E depois admiram-se quando certos funcionários das empresas privadas se revoltam. Então, uma comentadora como esta a receber muito mais do que jornalistas que muitas vezes não dormem e não têm direito a determinados luxos? Por amor de Deus!

Quem também está de saída do canal de Queluz de Baixo é Júlio Magalhães. Sem surpresas para mim, creio que esta mudança para o Porto Canal é a prova de que o profissional não estava feliz na TVI e que as mudanças recentes pesaram na decisão. Gabo-lhe a coragem e desejo-lhe as maiores felicidades. Apenas deixo uma questão no ar: o que saberá o jornalista de programação para se tornar diretor-geral do canal do Futebol Clube do Porto. Chega apenas ter verdadeiro amor à camisola? Estratégias, como diz o outro!

De saída da “prateleira” está Marco Horácio. Pois é, tal como a TV Guia anunciou em primeira mão, o apresentador e humorista será mesmo a cara do novo programa de domingo à noite na SIC. A revista Notícias TV desta semana revela mais pormenores e dá conta de que a estreia está agendada para o próximo dia 8 de Janeiro, sendo que no verão deverá ir para o ar a segunda temporada de Ganha num Minuto. Do que já vi do programa, não me parece muito mau. Tem divertimento que é aquilo que se precisa em tempo de crise. Mas será suficiente para trazer novamente a glória às noites de Carnaxide? Não sei não.

A mesma opinião tenho sobre o remake de O Astro, que, segundo a TV Guia desta semana será aposta já para o início do ano e irá para o ar no late-night da SIC. Ao que parece, Gabriela Sobral e companhia pretendem combater com as três novelas da TVI com duas brasileiras e uma portuguesa. Será a melhor opção? Não. As tramas feitas em Terras de Vera Cruz há muito que não dão do que falar por cá. E por muito boa que seja O Astro, o estigma que já parece existir acabará por se fazer sentir. Agora resta saber se, por ter menor duração, a aposta não recairá, por exemplo, em colocá-la nas noites de fim-de-semana, por exemplo.

Para último destaque, falo-lhe de Rita Ferro Rodrigues. Depois de muita especulação, parece que já estão decididos os nomes dos formatos que a apresentadora terá num futuro bem próximo. O programa sobre a justiça, chama-se, ao que a Notícias TV apurou Até à Verdade, uma denominação de que até gosto, que me parece ir ao encontro daquilo que o formato trata. É simples e fica na cabeça. E, vá-se lá saber porquê, também o novo espaço de Rita Ferro Rodrigues, desta vez na S­IC Mulher conheceu novos pormenores esta semana. De acordo com a TV Mais, chama-se Querido, Mudei a Loja, e terá muitas semelhanças com o eterno Querido, Mudei a Casa. Parece-me bem. Um formato light muito ao estilo do que se faz no canal por cabo. Mas quero ver o produto final!

Terminados os destaques, as declarações que deram do que falar nos últimos dias:

“A personagem da Joana Santos tinha uma força enorme. Era uma vilã, por isso há sempre aquela relação amor/ódio, e foi uma revelação para muitas pessoas a grande atriz que ela é. Pode dizer-se que a personagem da Joana Santos é a marca da novela”, Pedro Lopes (in Diário de Notícias)

“Para sair da TVI não é o dinheiro que me vai levar. Se um dia tiver que sair da estação é porque a estação já não é a minha casa. Andamos cá para sermos melhores, aceitarmos desafios e percebermos que ainda há caminho à nossa frente. Mas por enquanto a TVI é a minha casa”, Cristina Ferreira (in Nova Gente)

“Na rua, os portugueses pedem-me muito para voltar à televisão, mas ainda é tudo muito recente para mim, ainda me estou a habituar ao meu novo eu. Só Deus sabe quando vou voltar à representação”, Sónia Brazão (in Notícias TV)

“Tudo o que fiz na RTP, eu veria na televisão. E isso é um privilégio”, Tânia Ribas de Oliveira (in Nova Gente)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho da semana:

Rosa

O mais desta semana vai para a excelente entrevista ao “pai da ficção” em Portugal: António Parente, que começou na Plural Entretainment e é atualmente um dos boss da SP Televisão. Para ler, como sempre, na Notícias TV.

Espinho

Já o destaque menor dos últimos dias pertence às revistas que, não sei muito bem porquê, escreveram que Jéssica Athayde ia entrar em Destino e não em Escrito no Céu. Uma informação que não sei muito bem como começou, mas que vi em inúmeras publicações desta semana.

E assim termina a última Frente de Destaques de Novembro!

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close