Frente de Destaques

Explicações pouco claras

Frente de Destaques2012

E, pronto, mais uma semana, mais um sem número de notícias na nossa imprensa, com muito interesse tanto para o passado como para o futuro da nossa televisão. Desde a resposta de Teresa Guilherme a Júlia Pinheiro, aos motivos que levaram Toy a estar ausente da primeira emissão de “A Tua Cara Não me é Estranha”, passando pela quase oficialização de João Mota como protagonista da próxima temporada de Morangos com Açúcar, não esquecendo ainda a novela low-cost que a RTP vai ter ou as críticas de Paulo Gonzo à expulsão de um dos seus talentos em “A Voz de Portugal”.

Senhoras e senhores, sejam bem-vindos a mais uma edição de Frente de Destaques!

A semana que agora chega ao fim fica marcada por muitos acontecimentos, uma vez que não houve, na minha opinião, apenas um a dar do que falar e que fosse abordado por grande parte das nossas revistas e jornais. Ainda assim, na minha opinião, o protagonista da semana acaba por ser Toy que faltou à gala de estreia de “A Tua Cara Não me é Estranha”. Sim, é verdade, falhou a primeira emissão, mas podia ter tido uma justificação minimamente plausível e, aí, a situação acabava por ter pouco destaque. Mas não, o mais curioso é que já estava tudo planeado e porquê? Porque o cantor estava de férias na República Dominicana. E aqui é que a “porca torce o rabo”. Então uma das “pseudo-estrelas” falta à estreia por estar de férias? E, pior do que tudo, estava de férias e mal sabia do que se tratava este programa… é curioso que isto aconteça e que acaba por me fazer pensar que, e calhar, a TVI e a Endemol não tinham mais alternativas e tiveram que se contentar com estas “pequenas limitações” de Toy. É pena que tenha acontecido e que o próprio cantor acabe por confirmar à imprensa. Mais valia ter ocultado a verdade…

De Toy passamos directamente para outro acontecimento que marcou a semana, nomeadamente as declarações de Teresa Guilherme sobre as duas entrevistas que Júlia Pinheiro deu e onde lhe lançou algumas farpas. Diz a cara de “Secret Story 2” que a antecessora é o seu “karma” e que não percebe algumas das suas declarações. Ora aqui está uma questão curiosa e que acaba mesmo por ter alguma piada. Bem sei que virão aí muitas criticas ao que vou escrever, mas é apenas e só a minha opinião. Então depois de se promover com a ajuda de Júlia Pinheiro, Teresa Guilherme vem a público como que queixar-se por Júlia lhe lançar algumas farpas? Parece que a eterna “senhora televisão” e de quem, confesso, sou fã, se esquece um pouco do que fez no passado. Mas, no final de contas, toda esta situação acaba por ser uma manobra de marketing de muitas revistas para vender, todavia, é claro que as envolvidas também se deixam “levar”.

E já que falo de “Casa dos Segredos 2”, a Nova Gente desta semana conta que o grande vencedor do programa da TVI vai mesmo protagonizar a próxima temporada de “Morangos com Açúcar”, não se sabendo ainda se entrará já nas “Férias de Verão” ou se apenas em Setembro. Algo que não me surpreende é esta notícia, mas fiquei curioso ao ler os seus meandros e perceber a importância que as agências desenvolvem. Diz a Nova Gente que um dos “culpados” por esta situação é Hélio Bernardino, agente de João M, que está a gerir a sua carreira e se prepara para o tornar numa estrela. Concordo e gostei muito do que li. O diretor-geral da Elite tem grandes exemplos de situações como estas e não tenho dúvidas de que João Mota, não João M, vai dar nas vistas, pelo seu talento, e não por ter participado em “Secret Story 2”. E os “Morangos com Açúcar” serão, certamente, apenas o primeiro passo.

Falando em talento, passemos agora a “A Voz de Portugal”. Foi há uma semana que uma das favoritas à vitória final, Salomé Caldeira, foi preterida pelo público português e abandonou o talent-show da RTP. Uma concorrente brilhante, na minha opinião, e que acabou por ser “vítima” do público que vota neste tipo de programas. Até aqui tudo bem. Foi triste vê-la sair, mas não tenho dúvidas de que ainda vai dar muito do que falar. Contudo, o motivo pelo qual decidi abordar este tema está relacionado com o seu mentor, Paulo Gonzo, que, revoltado com esta saída, declarou à TV 7 Dias que tinha sido uma injustiça vê-la sair e, por outras palavras, afirmou que devia ter sido Sílvio Switha a deixar o programa. Tendo em consideração que é mentor dos dois, terá o cantor agido da melhor forma? Não haverá agora um sentimento um pouco de “revolta” por parte de Sílvio? Na minha opinião, Paulo Gonzo devia ter deixado as críticas para si e não dar espaço para um mau ambiente na equipa…

A propósito da televisão pública, Hugo Andrade confessou ao Correio da Manhã, durante esta semana, que a RTP se prepara para fazer uma telenovela portuguesa de baixo custo para transmitir à hora de almoço. Gostei de saber disto e de perceber que, depois do que disse ainda em 2011 se vai mesmo concretizar. E é mesmo uma alegria ver a RTP dar espaço para um trabalho que pode vir a dar destaque a atores pouco conhecidos e outros mais ausentes, mas que são portugueses. Aguardo com ansiedade para saber mais pormenores sobre este formato.

A terminar, falo-lhe de José Figueiras. Pois é, depois de dar a cara por alguns passatempos esporádicos, o eterno “bombeiro da SIC” vai mesmo regressar à antena do canal generalista. De acordo com a Notícias TV, o apresentador vai estar à frente de uma rubrica no “E-Especial”. É certo que, à primeira vista, parece “pouco”, mas, tendo em consideração o que tem marcado a carreira de José Figueiras, é uma boa notícia. E, sinceramente, neste momento, não vejo outro espaço onde o apresentador se possa inserir. E é sempre bom vê-lo em antena!

Findos os destaques, as declarações que deram do que falar nos últimos dias:

“Eu teria morrido de tristeza se tivesse ficado na TVI”, Júlia Pinheiro (in TV Guia)

“(O veto a Nuno Santos) É um assunto morto e enterrado. Da minha parte está. Até já me esqueci disso”, Luís Marinho (in Notícias TV)

“Às vezes uma coisa que o actor não sabe gerir são os momentos para estar parado, e é sempre preciso parar um pouco.”, Paulo Pires (in Correio TV)

“(‘Ganha num Minuto’) é mais programa do que o ‘Salve-se Quem Puder’”, Marco Horácio (in Notícias TV)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho da semana

Rosa
O mais dos últimos dias pertence à revista TV Guia, que renovou o seu visual e, embora ainda seja um pouco estranho, é sempre de realçar a vontade de fazer algo diferente do que já estava. A TV Guia está mais ousada e um pouco mais divertida, mas mantém-se sempre como uma das revistas que mais destaque dá ao pequeno ecrã.

Espinho
Já o destaque menor da semana pertence à revista Lux. Sim, é verdade, toda a gente gosta de saber da vida dos famosos e de vê-los nas capas das revistas. Mas era mesmo necessário dar capa a Alexandra Lencastre e na entrevista falar-se apenas da intervenção cirúrgica a que a atriz se submeteu? É que notou-se tanto que foi tudo “encomendado” por alguém… Podiam pelo menos ter falado um pouco sobre a carreira televisiva da “diva da TVI”….

E assim termina mais uma Frente de Destaques!
Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close