Frente de Destaques

Aqui há quem Surpreenda

Chega hoje ao fim mais uma semana e os últimos sete dias foram bastante “concorridos” na nossa imprensa. Desde a grande entrevista de Nuno Santos à Notícias TV, às novidades na informação TVI, passando ainda pelos prémios TV 7 Dias de Televisão, entre muitos outros temas.

Senhores e senhoras sejam bem-vindos a mais uma Frente de Destaques!

Foi no passado domingo que chegou ao fim a quarta edição de Uma Canção Para Ti. Nova semanas depois do seu início aquilo que toda a gente já esperava acabou por acontecer. Pedro Ferreira venceu o talent-show da TVI. Uma vitória bastante previsível, menos para a família e para o próprio jovem. Sinceramente, creio que foi a melhor escolha. O rapaz de Vila Nova de Gaia era, de facto, o melhor de todos os concorrentes e foi uma vitória justa. Como não podia deixar de ser, a imprensa não esqueceu este facto e a muito poucas publicações esta vitória ficou indiferente. Ele foi TV Mais, TV 7 Dias, TV Guia, Notícias TV, Correio da Manhã. Todas estas publicações tiveram entrevistas com o sucessor de Guilherme de Azevedo e a humildade de um rapaz habituado a viver com os poucos rendimentos dos pais veio sempre ao de cima. Não foi por ter ganho 10 mil euros que Pedro Ferreira a pôs de lado e isso é de louvar. Agora há que aguardar para ver se não acabará no esquecimento do público. Por enquanto, é ele o Protagonista desta semana!

Mas houve mais para ler nas nossas revistas e jornais. E um dos grandes destaques tem que ir, inevitavelmente, para a entrevista de Nuno Santos à Notícias TV. A primeira grande conversa com uma publicação e muito bem conduzida por Nuno Azinheira. Creio que os principais temas foram focados e que o novo director de Informação da RTP esteve bastante bem, em todos os assuntos que abordou. Não fez a figura de “vítima” pelos resultados e ajustes da SIC, mostrou um discurso de quem quer vencer na televisão publica e tornar a informação do estado ainda melhor. Gostei da confiança que demonstrou na equipa que tem e da frontalidade com que disse que Júlia Pinheiro não tem apetência para directora de programas. Talvez por ser, mais do que um grande jornalista, um estratega nato, Nuno Santos ainda vai dar muito que falar nos próximos tempos. E ele que nem tem receio de que uma eventual mudança de governo o afaste do cargo que actualmente ocupa. Nota máxima!

Quem também falou sobre o seu futuro televisivo foi Pedro Granger. Pela primeira vez, o actor veio a publico, em entrevista ao Diário de Notícias e ao Correio da Manhã confirmar as negociações com a SIC e que está dividido entre permanecer em Queluz de Baixo ou mudar-se para Carnaxide. Há já alguns tempos que se falava no seu regresso à estação de Francisco Pinto Balsemão e acho que é bastante positivo aquilo que Pedro Granger está a fazer. Uma prova da lealdade para com os seus fãs e com o público em geral. Pelo menos não desmente e não cria uma novela à volta do seu futuro. Pena que nem todos os seus colegas tenham coragem de falar abertamente sobre assuntos desta natureza. Quanto ao seu futuro, por um lado penso que o melhor será mesmo permanecer em Queluz de Baixo, mas creio que por aqueles lados os seus projectos não passarão da representação, algo que em Carnaxide também existirá, mas haverá, certamente, uma maior abertura para ser apresentador. E quem sabe um dos grandes trunfos para a contratação não é a junção Gabriela Sobral, Júlia Pinheiro e a apresentação de X Factor em Setembro?

Falando em TVI, a edição desta semana da TV Guia anuncia qual a grande surpresa que Judite Sousa e José Alberto Carvalho preparam para o futuro da informação da TVI. De acordo com esta publicação o segredo é um Jornal Nacional apresentado em… dupla. E que dupla, nada mais, nada menos do que os dois grandes reforços do canal. Ao que parece, o objectivo passa por seguir o modelo americano, que é como quem diz, um pivô responsável mais pela parte da informação e o outro pelos comentários, entrevistas. Sinceramente, creio que esta será uma grande aposta no jornalismo português, a confirmar-se, mas não sei até que ponto o público entenderá e se adaptará a esta fórmula diariamente, ou seja, a um bloco noticioso com esta dinâmica. Talvez se fosse apenas para os fins-de-semana tivesse mais sucesso, mas é algo que depende, e muito, da forma como a TVI abordar esta mudança.

Tocando no tema informação, a Notícias TV desta semana anuncia quem serão os enviados especiais das diferentes televisões a Londres para a cobertura do grande enlace real. Da parte da RTP o eleito é João Adelino Faria, uma óptima aposta, até porque é talvez o melhor pivô que o canal tem actualmente. Já da SIC irá Clara de Sousa, a cara principal da estação, que me parece, igualmente, uma excelente opção, enquanto que da TVI será Judite Sousa a escolhida. Igualmente uma grande opção, até porque ela já provou que tudo o que faz, faz muito bem. Todavia, estes não serão os únicos enviados. Ainda de acordo com a referida publicação, Júlia Pinheiro viajará até terras de Sua Majestade para conduzir uma emissão especial, enquanto que a TVI pensou inicialmente em Fátima Lopes, mas acabou por escolher Manuel Luís Goucha para o papel. Mais duas excelentes opções dos dois canais, que só vêem comprovar a ideia de que o investimento no enlace de William e Kate de Inglaterra é bastante forte.

Aposta forte devia de ser na gala dos Troféus TV 7 Dias de Televisão. Decorreu na passada terça-feira a segunda edição dos únicos prémios que premeiam o que de melhor se faz no pequeno ecrã português. Um evento de louvar, mas que parece não ser levado a sério pelas nossas televisões. Porque é que ainda nenhuma se chegou à frente e o transmitiu em directo? Mais do que não fosse a RTP, até porque é a televisão do estado e tem o dever de mostrar eventos como estes ao público português. É uma pena que ainda haja este tipo de problemas com acontecimentos desta envergadura, mas é o pagamento que os profissionais de televisão fazem a si próprios. Uma pena, que já há alguns anos foi polémica, quando os Globos de Ouro deixaram de ter categoria de televisão, porque a TVI se queixava de que nunca ganhava nada. Talvez daqui a muitos anos quem faz televisão em Portugal se deixe de guerras e se renda a este tipo de eventos.

A terminar, falo-lhe da aposta mistério da RTP. Pois é, algo que é, de todo, pouco usual na estação pública está a acontecer. Um novo programa, cujas promos já passam está a chegar. As inscrições no Facebook já se iniciaram e várias pessoas concorreram, sem saber ao que vão. O Correio da Manhã adianta que é um novo reality-show, todavia, não deixa de ser estranho a RTP preparar um programa deste tipo. Não, não é qualquer tipo de preconceito da minha parte, mas convenhamos que a estação pública nunca o fez no passado. Não será mais um programa de humor, mas com a participação de desconhecidos? Resta aguardar por novidades.

Terminados os destaques, as frases que marcaram a semana:

“Não acredito que as audiências mudem de um momento para o outro, mas é possível bater a RTP”, José Alberto Carvalho (in TV Guia)

“ (Peso Pesado) tem sido uma lição de humildade tremenda. Existem aqui histórias de vida que vão tocar-nos a todos, não tenho a menor dúvida”, Júlia Pinheiro (in Notícias TV)

“Ao contrário da maior parte das pessoas, não quero um contrato (de exclusividade). Gosto de poder gerir a minha vida, fazer aquilo que a necessidade e o meu coração vai ditando”, Cláudia Semedo (in Correio TV)

“A TVI é uma casa onde adoro estar, onde tenho amigos, que me tem dado bons projectos e onde tenho crescido. É a casa onde estou há quatro anos. Três anos antes tinha estado na SIC, uma estação onde também estão pessoas de quem gosto muito.”, Pedro Granger (in Diário de Notícias)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho da semana:

Rosa

A distinção maior dos últimos dias vai para a excelente entrevista de Nuno Santos à Notícias TV, onde o director de Informação da RTP falou abertamente sobre os mais diversos temas. Um mimo, que muito poucas vezes vemos na nossa imprensa.

Espinho

Já o menos da semana pertence a David Carreira, que assinou, recentemente, um contrato de exclusividade com a TVI. Sinceramente, fiquei extremamente surpreendido com esta opção de Queluz de Baixo, até porque o filho de Tony Carreira é do mais fraco que já passou pela série juvenil.

E assim se despede a Frente de Destaques!

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close