Frente de Destaques

Antecipações de Verão


Em semana de Santos Populares em Lisboa, muitas foram as novidades sobre a nossa televisão que invadiram revistas e jornais da nossa praça. Rita Pereira e João Manzarra preparam-se para “dar música” aos portugueses durante este Verão, enquanto que surgiram novos pormenores sobre a grande final de Peso Pesado. Já Secret Story começou a ser promovido pela TVI e promete ainda mais polémica nesta segunda temporada.

Pela última vez no TV Universo, está em linha a Frente de Destaques.

Depois de na semana passada aqui ter falado sobre Sónia Brazão, que acabava de ter sido vítima de uma grave explosão no seu apartamento, é claro que terei que destacá-la novamente como Protagonista da semana. Foram poucas as revistas que não deram destaque de primeira página à actriz, e as que não o fizeram, dedicaram-lhe várias páginas no interior. Sem dúvida que esta é a “notícia do momento”, não pelos melhores motivos, mas não deixa de ser passível de comentários. Desde os alegados quatro bicos do fogão que terão ficado ligados, aos projectos futuros que a actriz parecia ter, passando pelas poucas informações sobre o seu real estado de saúde, não deixa de ser com tristeza que se vê o ponto a que chegam algumas revistas, que nem nesta hora, tentam dar um pouco de descanso à família. Sim, eu sei que Sónia Brazão é uma figura pública e que tem que estar sujeita a tudo isto, mas as diferentes revistas e jornais poderiam dar-lhe um pouco de descanso, pelo menos por esta altura, em que o estado de saúde inspira muitos cuidados…

Mas houve mais para ler em revistas e jornais e esta semana fica também marcada pelo início da promoção à segunda temporada de Secret Story, confirmando, assim, o que jornais e revistas anunciavam há já algum tempo. Nada que me surpreenda, nem mesmo as declarações de uma fonte da produção à TV Mais, em que se defende que esta nova temporada será ainda mais polémica do que a primeira e em que os segredos promete chocar os portugueses. É natural que isto suceda. Vivemos numa altura em que “tudo o que é chocante choca” e se isso não existir, terá que ser a produção a criar situações que choquem dentro da própria casa. E, com o sucesso da primeira temporada, certamente que, com um enredo mais forte esta segunda arrasará ainda mais com as audiências. Mas há um factor que terá que ser bem pensado: a cara responsável pela apresentação. E, neste aspecto em particular, eu optaria por Manuel Luís Goucha, que, no meu entender, me parece a melhor opção, uma vez que é alguém com créditos firmados e que está neste momento “no coração” de muitos portugueses. Com esta escolha, deixava de fazer sentido a presença de um Pedro Granger, e Leonor Poeiras passaria a ser a co-apresentadora, o que me parecia muito bem pensado. Contudo, ao que tudo indica, será Cristina Ferreira a escolhida, uma opção que também me parece certeira, mas veremos como resultará.

Escolhida parece estar já a “arma” com que a SIC combaterá a nova temporada de Secret Story. De acordo com a Notícias TV desta semana, e embora os resultados não sejam demasiado altos, são satisfatórios e tudo leva a crer que em Setembro estará no ar a nova temporada de Peso Pesado. Esta será, ao que tudo indica, a aposta da televisão de Carnaxide para fazer frente à segunda temporada da Casa dos Segredos e, no meu entender, é a melhor opção. É claro que será uma árdua tarefa, até porque o reality-show da TVI promete voltar mais forte do que nunca, mas que outra opção poderia a SIC tomar? Por outro lado, nos Estados Unidos da América, há sucessivas temporadas de The Biggest Loser e o sucesso cresce de temporada para temporada. Acredito que por cá também possa acontecer o mesmo, desde que haja ainda um maior cuidado no casting e na edição dos programas. Mas enquanto a segunda temporada não chega, resta-nos pensar na primeira e, de acordo com a TV Guia desta semana a SIC promete apostar forte na derradeira emissão e, para tal, reservou o palco do Campo Pequeno para uma final muito especial. Fiquei surpreendido com esta escolha, mas parece-me algo natural e de saudar, até porque será o culminar de uma longa jornada para os vinte participantes do reality-show da SIC e é de esperar que a afluência do público seja elevada, até porque quem é que não está curioso para ver como é que os “gordinhos” vão ficar?

E se a rentrée televisiva promete ser animada, o Verão também. É que, depois de no ano passado a disputa ter sido entre a moda, na SIC e na RTP, este ano pelos lados de Carnaxide e de Queluz de Baixo a aposta recai na música. É que, de acordo com a Notícias TV desta semana, Luís Marques e companhia decidiram chamar João Manzarra para uma nova temporada de Chamar a Música, que, no passado, trouxe Herman José de novo à ribalta. Uma opção que me parece acertada, até porque este é um programa descontraído e que tem tudo para funcionar. E com um valor certo como João Manzarra é garantido que os resultados serão satisfatórios. Já a TVI, escolheu Rita Pereira e uma outra cara, ainda no “segredo dos deuses”, mas que deverá ser Pedro Granger, assim fique na TVI, para percorrer o país à procura de talentos musicais. Sinceramente, e tendo em conta que, por esta altura, a actriz está concentrada em Remédio Santo, penso que poderiam, muito bem, ter escolhido outra cara para conduzir este formato, como por exemplo Joana Solnado ou Margarida Vila-Nova, caso quisessem mesmo ter uma actriz na condução.

A terminar, o destaque vai para a saída de Raquel Alexandra da televisão de Carnaxide, adiantada ontem pelo Correio da Manhã. Muitos anos depois de servir a SIC, a jornalista está de partida. Embora não o admita, tudo leva a crer que decidiu dedicar-se à sua tese de doutoramento pelo plano de rescisões que o canal abriu novamente. Fiquei bastante surpreendido com esta notícia, até porque não estava à espera de que tal saída se desse nesta altura. Falar em política na informação SIC remete-me sempre para este rosto, que, quanto a mim, era um dos mais emblemáticos. Mas a vida é feita destas coisas e Raquel Alexandra preferiu dar um novo rumo à sua carreira. Quem sabe não a veremos dentro de alguns anos noutro canal? Ou de regresso à SIC? De uma coisa estou certo, é uma pena que abandone, por esta altura, a televisão.

Terminados os destaques, as declarações que marcaram a última semana:

“O que me fez desmotivar em relação à minha relação com a SIC não tem a ver com a estação, mas sim com pessoas que me fizeram abdicar de outros convites, aliciando-me com promessas que não pedi para me fazerem porque nunca lhes fui bater à porta. Sou uma pessoa de palavra e gosto de acreditar que a minha palavra vale tanto como uma assinatura.”, Paulo Rocha (in Nova Gente)

“Agora, nos Estados Unidos da América, já sabem quem sou”, Daniela Ruah (in TV Mais)

“Falando concretamente de Alta Definição, na SIC, não retiro mérito ao programa, mas considero o Perfil melhor e mais completo, porque não nos limitamos a fazer uma entrevista central”, Mónica Jardim (in TV Guia)

“Um actor para ser actor não tem de fazer teatro. É uma ideia ridícula. Cada actor tem a sua história”, Miguel Guilherme (in Correio TV)

Antes das despedidas, a Rosa e o Espinho da semana

Rosa

O destaque maior desta semana vai para a excelente entrevista de José Raposo à Notícias TV em que o actor mostra aquilo que verdadeiramente é: “um senhor”. Muito bom mesmo!

Espinho

Já o menos da semana pertence à notícia de que Fernando Alvim está de saída do 5 Para a Meia-Noite. Embora não seja particular fã, é uma pena que, à quinta série, um dos rostos mais carismáticos abandone o projecto.

E assim se despede a Frente de Destaques!

Voltamos a ler-nos para a semana, agora num novo local!

Até lá!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close