Fora de Série

The Phantom

The Phantom (O Fantasma) é analisada em mais um Fora de Série. Uma minissérie de dois episódios que é centrada na história de um jovem – Chris Moore (Ryan Carnes) – que após um acidente de viação enquanto criança e no qual perdeu a mãe, acabou por ser adotado por um outro casal que lhe ofereceu uma vida boa e estando prestes a ingressar no ensino superior. É nessa altura que conhece a sua verdadeira história e descobre que é o 21º Fantasma, tendo responsabilidades e poderes por esse facto. Trata-se de uma linhagem muito antiga de defensores do bem.

A série da SyFy foi realizada por Paolo Barzman e emitida nos EUA no ano passado. O elenco conta ainda com Sandrine Holt, Cameron Goodman, Jean Marchand, entre outros. Por se tratar de uma minissérie, ou por incompetência da produção de The Phantom, acaba por não haver um grande desenvolvimento das personagens, com exceção do protagonista – Chris Moore. Por essa razão, tem pouco sentido fazer a nossa habitual análise/descrição das personagens, sendo que avançaremos para as outras áreas que o Fora de Série costuma abordar. Primeiro que tudo, veja o trailer para ficar a conhecer um pouco melhor a série.

http://www.youtube.com/watch?v=2tp55E05e10

Por que não devo perder esta série?

Eu diria que esta é uma série de super-heróis perfeitamente banal, aliás, provavelmente inferior à grande maioria da ficção dedicada a esta temática. Porém, é certo, que para os apreciadores deste género, será uma forma de entreter, sendo que The Phantom conta com alguns momentos de comédia e até alguns momentos alucinantes. Confesso que existem ali algumas perseguições muito entusiasmantes e com um estilo de realização diferente do habitual, um pouco a fazer lembrar o Alta Definição (mesmo esta comparação sendo um pouco abusiva).

O que podia ser melhorado?

Tal como referi anteriormente, The Phantom é banal e, por isso, está cheia de clichés. Desde o jovenzinho que descobre o seu passado e que lhe confere novos desafios e poderes, à relação amorosa que surge (in)esperadamente, entre muitos outros. A série até começa de forma alucinante, com uma perseguição em parkour, mas vai perdendo fulgor e cai nas receitas já conhecidas e não apresenta nada de novo para a televisão.

Por outro lado, o elenco não revela grande cumplicidade e até competência no que toca a expressar emoções e acrescentar realismo à história. Certamente que este tipo de temáticas têm habitualmente uma componente sobrenatural muito grande, mas aqui ninguém é “normal” nem “credível”, o que ridiculariza um pouco toda a série.

É por isto que digo que The Phantom é interessante apenas para os grandes (mesmo!) apreciadores de super-heróis, mas não esperem por grande desenvolvimento das personagens, pois tudo acontece muito repentinamente e quando damos conta já terminou e, confesso, não deixa saudades.

Onde posso ver?

Desconheço que esta minissérie tenha sido exibida no nosso país, mas poderá recorrer aos DVDs para ver The Phantom.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close