Fora de Série

The Cleveland Show

Cleveland Show

As aventuras do amigo do patriarca de Family Guy, Peter, o desajeitado, anafado, acriançado e inconsequente afro-americano Cleveland Brown.

Este spin off de Family Guy,  de autoria uma vez mais do génio criativo Seth MacFarlane, relata-nos a história de Cleveland, um desastrado afro-americano típico, personagem secundária desta série, conseguiu alcançar sucesso cm os seus chavões e atitudes caricatas conferindo-lhe o lugar de proa numa série só sua, The Cleveland Show.

Tema de Abertura

http://youtu.be/DR5Uew3DOsE

Personagens:

Cleveland Orenthal Brown (Mike Henry)Um homem bondoso e simpático, embora um tanto ou quanto caricato e burlesco. Gordo, preguiçoso e abaixo da média em todos os campos, Cleveland é o exemplo da frustração.

Trabalha numa pequena empresa de tv por cabo, a Waterman Cable. Tem como amigos um urso, um bêbado e um desempregado quarentão que ainda vive com a mãe. Neste universo quixotesco, Cleveland leva sempre a sua avante, mesmo que nem sempre alcance o melhor.

Cresceu em Stoolbend, onde jogou basebol. Em 1984, mudou-se para Quahog, onde conheceu Peter Griffin e Quagmire, de quem ficou amigo. Era um leiloeiro dotado, mas depois de ser atingido por uma estaca na cabeça, ficou com o discurso permanentemente lentificado (o que é uma das suas imagens de marca).

Foi casado com Loretta, mas depois de esta o ter traido com Quagmire, regressa a Stoolbend, com o filho de ambos Cleveland Junior, onde reencontra Donna, sua ex colega de liceu, por quem sempre fora apaixonado.

Depois de numerosas tentativas, casa-se com ela, e juntamente com os filhos dela, formam uma nova família.

 

 

 

 

 

 

Donna Tubbs Brown (Sanaa Lathan)Mulher de Cleveland, trabalha como secretária do director da Escola de Stoolbend. Tem 2 filhos do seu primeiro casamento com o alcoólico e toxicodependente, Robert: Roberta e Rallo.

Apesar de se dizer muito apaixonada por Cleveland, o seu verdadeiro amor continua a ser Robert, o que ela não assume.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Roberta Tubbs (Reagan Gomez) – Filha de Donna e Robert, é uma adolescente segura, bem adaptada, independente e snob, que nada tem a ver com o ambiente humilde onde nasceu. É popular, tagarela e nariz empinado. Namora com um adolescente pouco respeitável, Federline, que Cleveland conseguiu submeter à sua vontade.

Inicialmente, nem ela nem o irmão Rallo gostaram da ida de Cleveland para a sua casa, contudo, parecem aceitar bem os desejos da mãe e todos convivem pacificamente, quase que como numa relação Pai-filha.

 

 

 

 

Rallo Tubbs – Irmão de Roberta, filho mais novo de Donna e Robert. Apesar da sua tenra idade, tem um discurso bastante elaborado e ideias muito além da sua idade biológica. Comporta-se exactamente como o pai, que tem como um ídolo.

Desenvolto e muito cioso e ciumento da mãe, é a mente criativa da família, o que recorrentemente lhe arranja problemas.

 

 

 

 

 

Cleveland Junior – Obeso, um pouco infantil e abaixo da média, Cleveland Jr, ou apenas Júnior, é um adolescente sensível e bondoso, apesar de não ser propriamente o mais inteligente. Influenciável e complexado, adora o pai e ainda está traumatizado com o divórcio deste com a mãe. É um tanto ou quanto infantil e não tem grandes amigos, sendo o único que se lhe aponta Ernie, o filho do saloio Lester.

 

Os amigos da família também têm um papel importante no desenrolar da acção, deles destaca-se Holt, o solteirão menino da mamã, inseguro e “de metro e meio”. O alcoólico e saloio Lester, casado com a hiper obesa Kendra, diabética e comedora compulsiva, e o casal de ursos Arianna e Tim.

 

 

Curiosidades

  • Dos três amigos de Peter Griffin, que poderiam ter o seu próprio spin-off, Cleveland foi o escolhido. Joe (o polícia paraplégico) foi considerado demasiado excêntrico e Q      uagimire demasiado ninfomaníaco para ter a sua própria história.
  • A série foi nomeada para Best New TV Comedy no 36º People’s Choice Awards, mas perdeu para a série Glee.
  • Já este ano foi nomeado para Melhor Programa de Animação, no 63º Emmy Awards
  • O tema do generic de abertura continha inicialmente a frase “my happy black guy face”, que foi substituída por “my happy mustache face”, por ter sido considerada demasiado racista.
  • Seth Macfarlane tinha pensado em criar uma família britânica para a série, mas os argumentistas acharam que o número de piadas britânicas não seria suficiente e substituíram-na pela personagem do Holt.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close