Fora de Série

«The Big Bang Theory»

O verão é uma das épocas do ano mais apreciada pelos fãs de séries e eu não sou exceção. De facto, é nestes meses que me é possível ver algumas séries mais antigas mas que até aqui não tinha tido oportunidade de acompanhar. Este verão a minha série principal é «The Big Bang Theory». Não podia ter feito uma melhor escolha.

«The Big Bang Theory» foca-se na história de Sheldon (Jim Parsons), Leonard (Johnny Galecki), Penny (Kaley Cuoco), Howard (Simon Helberg) e Raj (Kunal Nayyar). Os rapazes são investigadores científicos e nerds por excelência que a princípio não atraem a bonita Penny, que vive no apartamento da frente. Obviamente que pela sua beleza, desde logo cativa Leonard, Howard e Raj, mas não Sheldon, que vive no seu mundo de cultura, inteligência e investigação. De facto, assistimos às rotinas deste grupo de amigos, que tem atividades para cada dia da semana e têm de ser cumpridas, caso contrário o Sheldon não deixa ninguém em paz.

Numa sitcom que conta com várias participações especiais, o elenco resume-se a este grupo de pessoas e a todas as suas picardias, brincadeiras e comentários inteligentes (muitos, mesmo!). Trata de assuntos rotineiros, mas de uma perspetiva de nerd e, portanto, muito mais divertida. Eu teria de estar aqui a expor linhas e linhas de momentos marcantes da série, sendo que na realidade a cada episódio a genialidade impera. Se acredito que possa haver alguma saturação ao fim de cinco anos, posso dizer que vi as primeiras quatro temporadas em duas semanas e não me senti aborrecida pelas aventuras destes amigos, antes pelo contrário, é viciante.

«The Big Bang Theory» é, de facto, cativante, hilariante e excecionalmente bem escrita, ou não tivesse sido criada por Chuck Lorre, também responsável por produções do tipo «Two and a Half Men». Os diálogos são impressionantes pelo ritmo, pela vivacidade e pelo timming que os atores revelam. Irrepreensível. Jim Parsons merece sem dúvidas as distinções que já recebeu (incluindo dois Emmy e um Golden Globe). Mas há que também dar mérito aos restantes membros do elenco, porque eu arriscaria dizer que é na química que todos demonstram na caixinha mágica e na sua entrega às personagens que faz desta comédia uma verdadeira comédia.

Existem muitos poucos momentos em que não sorrimos, rimos ou choramos a rir, pelo que será uma série fantástica para acompanhar, caso tenha oportunidade. Definitivamente, estamos perante uma Fora de Série. Ora senão veja a cena que se segue.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=mlhHTdDqoBc]

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close