Fora de Série

Sanctuary

E o Fora de Série, o espaço que leva o leitor a conhecer muitos dos produtos televisivos americanos cujo apreço foi ganho por quatro cronistas que o acompanham ao longo de um mês inteiro, está de volta.

Hoje levo até vós, uma série que tem, para muitos, um enredo que cativa pouco (ou quase nada) tornando-se, por isso, num flop. Falo de Sanctuary. Esta série que conta, como protagonista, Amanda Tapping, leva-nos até ao mundo das impossibilidades, não fosse ela, do canal por Cabo, SyFy, mas um mundo de impossibilidades de fauna. Clarificando um pouco as coisas, Amanda Tapping que encarna a personagem da Dr. Helen Magnus possui variadíssimas casas em redor do mundo rotuladas com o nome Sanctuary, Santuário em português e nestas chamadas casas ela “colecciona” espécies animais que, ou foram expulsas do seu habitat natural, isto é, a natureza ou que, de certa forma, criaram alguns perigos quando caminhavam no mundo real.

O leitor deve estar a pensar, claramente, que esta série está cheia de aberrações. Pois bem, cada episódio foca, unicamente, uma espécie ou animal que possui determinada característica e, consequentemente, as implicações na vida dos nossos protagonistas.

Tal como outra série, possui, igualmente, um véu de mistério sobre a vida de Helen que nos vai sendo revelado no decorrer da temporada em questão e por muito cliché que possa parecer esse mistério, agarra o espectador de uma forma quase instântanea, o qual, depois, não arranja maneira de “fugir”.

 

Apresentação

Apresentação Sanctuary

 

Personagens


Dr. Helen Magnus (Amanda Tapping) – A mulher por detrás do Santuário e aquela que busca, incessantemente, um closure para todos os assuntos que remetem a uma paixão antiquíssima mas venenosa. Uma mulher de armas e sem igual que luta pela defesa dos diferentes.

Dr. Will Zimmerman (Robin Dunne) – O “assistente” e o novato da equipa. Céptico no início mas acreditou em tudo a partir do momento em que o medo deixou de fazer parte das suas emoções. O seu desejo insaciável de explicações para os acontecimentos mais bizarros da sua vida levou-o a integrar a equipa da Dr. Helen.

Bigfoot (Christopher Heyerdahl) – O fiel companheiro da Dr. Helen e o seu mordomo. Um lutador, um amigo, um ser inigualável.

Henry Foss (Ryan Robbins) – O geek do Santuário. É ele o encarregado da protecção do mesmo com escudos electromagnéticos e da eliminação de possíveis ameaças à segurança de todas as espécies que vivem neste lugar mágico.

Ashley Magnus (Emilie Ullerup) – A filha da Dr. Helen. Uma rapariga nova e cheia de energia que está sempre pronta a combater os animais mais perigosos que pernoitam a cidade.

 

Porque não devo perder esta série?

Sanctuary US cativou-me desde o instante em que vi uma das suas promos. A forma como a história é arquitectada, os pormenores que nos vão sendo interpretados e a maneira como tudo está encadeado torna-a numa série must see já para não falar do peso pesado que é Amanda Tapping e ser, de certa forma, uma honra poder vê-la no meu ecrã.

 

O que podia ser melhorado?

Muito embora Sanctuary US tenha efeitos especiais da mais alta categoria que levam à harmonia visual de cada episódio, por vezes há a tendência para o exagero destes mesmos efeitos não sendo, de modo algum, saudável a uma visão que já anda pelas ruas das séries americanas há algum tempo. De notar, ainda, alguma previsibilidade em algumas cenas que vão tirar aquele interesse e curiosidade do espectador.

 

Onde posso ver?

Canal SyFy (disponível no serviço MEO), às quartas-feiras, às 21h30.

Jorge Pontes

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close