Fora de Série

«Médico de Família»

Fora de Série2012

No Fora de Série desta semana abordamos uma das séries mais emblemáticas alguma vez passada na TV portuguesa. Podemos ir por pistas. Passou no final da década de 90, e tinha um médico como protagonista. Se a aposta é a mesma que popularizou a mítica governanta Lucinda e o seu “Troilaré, Troilará”, acertou.

Se dúvidas havia, é «Médico de Família» de que vos falo. Série protagonizada por Fernando Luís, ou melhor, o médico Diogo, viúvo, que vivia com o pai Zé de Melo, interpretado por Henrique Mendes, os 3 filhos, Mariana (Sara Norte), Pedro (Francisco Garcia) e Catarina (Karina Queiróz) e Lucinda, governanta da casa, aqui interpretada por Maria João Abreu. Do elenco, fazem ainda parte Ricardo Carriço, como Júlio, melhor amigo de Diogo, e Teresa, cunhada deste, e a quem Rita Blanco deu vida. Do núcleo do hospital, havia o diretor Vitor (Victor de Sousa), Leonor Alcácer como Mónica, António Castro (José Boavida), ou a Laura de Manuela Marle, a mulher que 16 anos antes participara na primeira telenovela nacional, na RTP1.

Poucos devem ser aqueles que nos últimos 12 anos nunca tenham ouvido falar de «Médico de Família». A série, toda ela se tornou num marco da televisão nacional, conseguindo o difícil na altura, fazer Herman José perder audiência no confronto noturno, RTP1-SIC. Ao contrário do que se possa pensar, não é um original português, era bom, mas trata-se de um original espanhol, da Globomedia para a Telecinco. Este fator apesar de não a tornar num mau produto, tira aquele orgulho que cada um de nós gostaria de ter por ser um produto 100% nacional.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=sK5PZRNn5qY]

O genérico, composto por fotografias de cada um dos personagens centrais da trama e respetivo ator que lhe dá vida, é um dos mais simples que me lembro, simplicidade essa, que talvez faça dele um dos mais marcantes da nossa televisão. Mas ainda antes do genérico, Francisco, apresenta cada um dos elementos da casa da família Melo, incluindo a mãe Helena, que havia falecido num acidente de automóvel, “esta é a minha tia teresa, a irmã da minha mãe…” “Era bonita não era? Chamava-se Helena e morreu num desastre de carro à um ano e meio. E todos nós sentimos muito a falta dela… principalmente o meu pai”.

E assim se deu início a 118 episódios de «Médico de Família». Episódios esses que contaram com mais nomes, como Filipe Ferrer, Ana Padrão, Ana Zanati, josé Afonso Pimentel, Mafalda Vilhena, Sofia Sá da Bandeira, Octávio de Matos, São José Lapa, Rodrigo Saraiva ou Maria Dulce.

Na próxima semana, o Fora de Série, estáde volta.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close